Banner

Você está aqui:Home/1ºROUND MAGAZINE/Mostrando itens por tag: chute boxe
A+ R A-
Mostrando itens por tag: chute boxe

A joelhada voadora de Felipe Efrain sobre Nawras Abzakh, que fechou o card preliminar do Brave 9: The Kingdom of Champions da última sexta-feira (17), rendeu ao brasileiro um bônus de performance dado diretamente por Sua Alteza Sheikh Khalid bin Hamad Al Khalifa.

É o segundo bônus do peso galo em duas lutas pelo Brave - ele já havia sido agraciado com o prêmio em sua estreia pela promoção, no Brave 3, em março, quando nocauteou o ex-UFC Walel Watson com um soco no fígado. Com nova vitória, Efrain se coloca entre os principais nomes da divisão até 61 kg., que teve seu primeiro campeão coroado também no Brave 9 - Stephen Loman nocauteou Gurdarshan Mangat e ganhou o cinturão inaugural da categoria.

E por falar em "The Sniper", a performance do filipino, que deu dois knockdowns em Mangat, obrigando o árbitro a interromper a luta de título ainda no primeiro round, também lhe rendeu um bônus. Além de Loman e Efrain, o egípcio Ahmed Amir, que superou Erik Carlsson na decisão, e Abdul-Kareem Al-Selwady, pelo nocaute sobre o brasileiro Erick "Índio Brabo", também ganharam um cheque extra por suas performances.

Como não houve finalizações no evento, a organização do Brave Combat Federation preferiu dar quatro bônus de performance, ao invés de dividir os prêmios em nocaute, finalização e luta da noite.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O Brave 9: The Kingdom of Champions perdeu uma de suas lutas de título após o desafiante ao cinturão peso pena Lucas Mineiro ter passado mal durante o corte de peso. Com isso, sua luta contra o campeão Elias Boudegzdame foi cancelada. O evento, marcado para esta sexta-feira (17), segue com outros quatro brasileiros: o lendário Gesias Cavalcante estreia pela promoção contra Alan Omer; Erick Índio Brabo duela contra o perigoso jordaniano Abdul-Kareem Al-Selwady, enquanto Felipe Efrain pega Nawras Abzakh e Michael Deiga-Scheck mede forças com Frans Mlambo. O duelo entre Efrain e Abzakh agora fará parte do card principal do show.

Através de suas redes sociais, Mineiro explicou seus problemas com o corte de peso, dizendo que seu corpo não respondia mais e ele decidiu, junto a seu time, interromper o processo, visando seu bem-estar.

"Comunicado: para todo o pessoal que estava esperando a minha luta de amanhã aviso que a todos que não vai acontecer. Infelizmente passei mal poucos horas antes da pesagem faltando apenas 2 kilos para bater o peso. tenho mais de 30 lutas e sempre fiz meu compromisso com a balança, já lutei até de peso galo 61 kilos, mas desta vez fui ao meu limite no corpo, não sou de fazer MIMIMI mas desta vez o meu corpo já não estava respondendo, falta de ar, dores no corpo, tonturas foi alguns dos motivos que me faz com que minha equipe e eu decidimos parar o corte de peso, pois ja não enxergava mais nada em minha frente. Peço desculpas a todos por não lutar eu estou em meu melhor momento como atleta e com a certeza que o cinturão seria nosso", comentou Mineiro.

Após pedir desculpas aos fãs, o brasileiro fez questão de se desculpar com o evento e também com seu adversário, o franco-argelino Boudegzdame, e prometeu voltar em breve para buscar o cinturão. Por fim, Mineiro agradeceu ao apoio de sua equipe.

"Também peço desculpas ao meu adversário, Elias Boudegzdame, pois ele cumpriu seu compromisso com a balança e estava esperando por essa luta, assim como eu. Desculpas a todos do Brave, ao presidente Mohammad Shahid, e ao dono do evento, Sua Alteza Sheikh Khalid. A luta não acontecerá mas vamos remarcar e tenham certeza que estarei lá como sempre fiz em meus compromissos! Obrigado meu time que estava aqui em meu lado tempo todo, Caio Franco, Alexandre Correa, Diego Lima e Allan Puro Osso! Agradeço a toda minha família e meus alunos. Eu amo vocês e quero ter saúde para continuar fazendo o que amo por vocês e por isso não continuei. A todos meus patrocinadores o meu muito obrigado pelo suporte de sempre! Apenas adiamos um pouco nosso sonho, mas vai ser por pouco tempo. Logo mais estarei de volta lutando pelo título!

Além dos quatro brasileiros, o Brave 9 também contará com duas disputas de cinturão. O indo-canadense Gurdarshan Mangat mede forças com o filipino Stephen Loman pelo título inaugural do peso galo, enquanto os leves Alejandro Martínez e Ottman Azaitar se enfrentam pelo primeiro cinturão da categoria.

O Brave 9: The Kingdom of Champions marca o retorno da promoção ao Bahrein após um ano. Durante 2017, o Brave Combat Federation expandiu suas operações organizando grandes eventos em países como Brasil (duas vezes), México, Cazaquistão, Índia e Emirados Árabes Unidos. O Brave 9 será a grande atração da International Combat Week, junto ao Campeonato Mundial de MMA  amador da IMMAF, sob a patronagem de Sua Alteza Sheikh Nasser bin Hamad Al Khalifa.

Veja o card do Brave 9: The Kingdom of Champions:

Card principal

Peso leve: Ottman Azaitar x Alejandro Martínez (pelo título inaugural)
Peso galo: Gurdarshan Mangat x Stephen Loman (pelo título inaugural)
Peso meio-médio: Jarrah Al Selawe x Carl Booth
Peso leve: Gesias Cavalcante x Alan Omer
Peso leve:  Erick "Índio Brabo" x Abdul-Kareem Al-Selwady
Peso meio-médio: Mohammad Fakhreddine x Tahar Hadbi
Peso galo: Felipe Efrain x Nawras Abzakh

Card preliminar

Peso galo: Mohammad Farhad x Hamza Kooheji
Peso leve: Ahmed Amir x Erik Carlsson
Peso galo: Frans Mlambo x Michael Deiga-Scheck
Peso médio: Jeremy Smith x Ikram Aliskerov
Peso casado: Hardeep Rai x Sam Patterson
Peso leve: Charlie Leary x Daniele Scatizzi
Peso galo: Jeremy Pacatiw x Jalal Al Daaja
Peso palha: Atif Mohammed x Haider Farman

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

No último domingo, dia 22 de outubro, aconteceu nas dependências da Chute Boxe CT Paiva, a edição de número 13 do Campo do Santana Fight. O público lotou a academia de Robson Paiva e pode assistir excelentes lutas.

CLIQUE AQUI para ver nosso show de imagens do evento. Abaixo você confere os resultados completos:

 

Campo do Satana Fight - CSF 13

Domingo, 22 de outubro de 2017

SUBMISSION

70 Kg: André (Cães do Ringue) finalizou (mata-leão) Osias Delicado (Jiu Jitsu para Cristo)
66 Kg: Carlos Paraná "Veio Loco" (Jiu Jitsu para Cristo) e Peterson (Chute Boxe) empataram.

JIU JITSU

75 Kg: Gustavo Antonelo (Sigma) e Willian Pateta (Jiu Jitsu para Cristo) empataram.

KICKBOXING AMADOR

63 Kg: Thiago Santos (Sigma) venceu Felipe Augusto (Grupo Nocaute) na decisão unânime dos juízes.
54 Kg: Nalana (Sa Ribas) venceu Bruna (Pelé Team) por TKO no R1.
55 Kg: Erick (Chute Boxe) venceu Vior Prado (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
66 Kg: Guilherme (Grupo Nocaute) venceu Augusto Xavier (Pelé Team) por interrupção médica.
65 Kg: Murilo Korea (Grupo Nocaute) nocauteou Marcelo (Chute Boxe).
47 Kg: Paula Luiza (Pelé Team) nocauteou Maria "A Fera" (Muralha Team).
70 Kg: Rogério Martis (Sa Ribas) venceu Yago Bury (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
52 Kg: Anthony Davi (Pelé Team) venceu Bruno (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
34 Kg: Guilherme (Pelé Team) venceu Kaik (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg: Franciel (Elite Fight) venceu Jean (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
44 Kg: Lucas Adriano (Pelé Team) venceu Leandro (TR Lions Thai) na decisão unânime dos juízes.
56 Kg: Felipe Rodrigues (Pelé Team) e Chaian Lucas (Team Krull) empataram.
57 Kg: Francisca Ribeiro (Elite Fight) venceu Gilmara (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
90 Kg: "Mumu" (Chute Boxe) venceu David Bull (Pelé Team) na decisão unânime dos juízes.
60 Kg:  Diego Veloso (Chute Boxe) nocauteou Bruno "Pit Bull" (Muralha Team).
60 Kg: Luciano Correia (Chute Boxe) e Natália Almeida (Chute Boxe) empataram.
63 Kg: Maikon Alcino (Chute Boxe) venceu Cristiano (Muralha Team) na decisão unânime dos juízes.
61 Kg: Leonardo Ponchan (Chute Boxe) nocauteou Matheus Henrique (Grupo Nocaute).
77 Kg: Luiz Felipe (World Strong) venceu Felipe Rech (Chute Boxe) na decisão unânime dos juízes.
57 Kg: Josemar "Rato" (Rato Top Team) venceu Marlon Gouveis (TR Lions Thai) por WO.
73 Kg: Jeovani "Tim Tim"  venceu Cleivision Derin (TR Lions Thai)m  na decisão unânime dos juízes.
63 Kg: Paulo (Rato Top Team) venceu Josue Alisson (Sa Ribas) por TKO.
72 Kg: Willian "Samurai" (MMFT) venceu Matusalem (Rato Top Team) na decisão dividida dos juízes.

MMA AMADOR

77 Kg: Alan "Mano Brown" (Chute Boxe) venceu Gabriel Catimbal (Jacupiranga-SP) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg:  Fernando (Elite Fight) venceu Wanderson "Passarinho" (Cães do Ringue) na decisão dividida dos juízes.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A campeã e dona do cinturão do Invicta FC Jennifer Maia realizou na última quarta-feira, 18 de outubro, um aulão feminino de Muay Thai em conscientização do Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama. 

Ainda sem compromisso marcado pela organização norte-americana, a curitibana, de 29 anos, possui 14 vitórias e quatro derrotas na carreira e está invicta há cinco lutas.

A foto é de autoria do fotógrafo Guilherme Mayorky (Direto do Octógono / Top Fighters).

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Bianca Daimoni assina com o Invicta FC

Sexta, 20 Outubro 2017 06:15

A lutadora de MMA Bianca Daimoni assinou contrato na última quinta-feira (19) com o Invicta Fighting Championships, organização norte-americana de artes marciais mistas que promove eventos exclusivamente com atletas do sexo feminino. O contrato tem duração de 36 meses, e seis lutas, na categoria galo (até 61 Kg).

A atleta da Chute Boxe da cidade de Imbituba, Santa Catarina, que possui um cartel de sete vitórias e duas derrotas, acredita que a primeira luta no evento deve acontecer em breve e torce para que seja logo uma disputa de cinturão.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

No dia 2 de dezembro, o Espaço Religião da Luta volta a receber evento de MMA. André Ricardo "Xaropinho", produtor do AFT Gold, não está medindo esforços para criar um grande card amador e profissional. Nomes como Alisson Vicente, Arivaldo Carniça, Gabriel Fly e Gustano Neves já estão confirmados. Veja o card em formação até o momento.

ADVENTURE FIGHTERS TOURNAMENT - AFT GOLD
Sábado, 2 de dezembro de 2017
Espaço Religião da Luta - Curitiba / PR

MMA AMADOR

63 Kg: Clayton Zumbi (CM System) vs. Jeronimo Budal (Lenhador FT)
57 Kg: Silas Alves (Thai Brasil) vs. Felipe Araujo (Lenhador FT)
61 Kg: Alisson Murilo (Chute Boxe) vs. Eduardo Macenas (Lenhador FT)
70 Kg: Cesar "Cowboy" (Team Lions) vs. A definir 

KICKBOXING AMADOR

70 Kg: Leonardo Silva (Evolução Thai) vs. A definir

JIU JITSU (Desafio Paraná x Amazonas)

64 Kg: Levy Jackson (Amazonas) vs. Alexandre Chatuba (Sapo Grappling) 
82 Kg: Tomaz Neto (Amazonas) vs. Anderson "Popó" (Check Mat) 

KICKBOXING PROFISSIONAL

70 Kg: Gustavo Neves (Yamauchi Team) vs. Elias Balboa (Sa Ribas)

MMA PROFISSIONAL

61 Kg: Arthur Vieira (CM System) vs. Maurico Chuck (Chute Boxe) 
70 Kg: Deco Da Hora (CM System) vs. Emanuel Silva (Check Mat/Popo)  
70 Kg: Gabriel "Fly" Miranda (CM System) vs. Arivaldo Carniça (Yamauchi Team) 
121 Kg: Alison Vicente (Chute Boxe) vs. Robert Sacrfer (Pugalti Team)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Há muito tempo Kalindra Faria sonhava com o momento em que pisaria no octógono do UFC. Contratada para enfrentar Andrea Lee, ex- campeã peso-galo do Legacy no UFC 216, que acontece neste sábado em Las Vegas (Nevada), a paulistana ainda teve a adversária substituída na semana do evento. Andrea Lee foi retirada do card para passar por testes da USADA (agência americana de controle antidopagem), já que testou positivo para um diurético em março de 2016. Mara Romero Borella foi a escolhida para enfrentar a brasileira, que foi pega de surpresa pelo convite para lutar no UFC:

"Nem consegui dormir quando soube, eu estava jantando com a minha família e um casal de amigos, quando de repente meu celular tocou, o Allan (Puro Osso, atleta da Chute Boxe) dizendo que o Macaco (Patino) estava desesperado para falar comigo, acreditei que era para realizar mais um combate do Legacy contra a Andrea Lee. Quando consegui ligar para ele, o Macaco já pediu para reunir a família e dar a noticia que eu estava contratada e que iria lutar na categoria que eu mais queria! Fiquei emocionada, Deus me abençoou muito para chegar nesse momento, ele só disse que tinha um porém, que minha luta estava marcada para daqui duas semanas e eu já tinha que fazer as malas e me preparar, foi algo único, a ficha demorou para cair", declarou Kalindra.

Aos 31 anos, a lutadora, natural de Taubaté-SP, acumulou passagens pelo WSOF, Titan FC, e KSW até acertar com o evento de maior destaque no mundo das artes marciais mistas. Em seu último compromisso na carreira, Kalindra Faria derrotou Carina Damm em uma trilogia que consagrou a lutadora como atual detentora do título peso-pena do Titan FC. Contratada para lutar na categoria peso-mosca, a brasileira fez questão de deixar claro que o pouco tempo de preparação não será problema para a estreia no dia 7 de outubro: 

"As expectativas são as melhores! Eu vou para buscar a vitória, meu objetivo é dar um grande show nessa estreia. Já estava treinando para combate normalmente, acreditei que iria lutar para defender meu cinturão no Legacy. Meu marido esta sempre no meu pé para treinar forte, morar com o treinador tem disso, a gente esta sempre focado e treinando todas as artes marciais. Assim que soube do combate fiquei muito feliz, a luta pode ter rolado em cima da hora, mas eu vou lá para vencer, minha adversária também foi pega de surpresa mas eu sei que isso vai ser importante para nós duas."

Dona de um cartel com 18 vitórias e apenas 5 derrotas na carreira, Kalindra é uma das lutadoras brasileiras de maior destaque no cenário internacional dos últimos anos. Em fevereiro de 2015, a lutadora mediu forças com Karolina Kowalkiewicz no KSW, atual número 3 do ranking peso-palha do UFC, onde por detalhes não ficou com a vitória. Trilhando um caminho de superação até chegar no Ultimate, a lutadora contou uma história que emociona, quando sua filha Kaylane previu escrevendo em um caderno, que sua mãe seria contratada pelo Ultimate:

"Preciso contar um fato que me deixou sem palavras, a professora da minha filha pediu para ela escrever na agenda o maior sonho dela, e quando eu abri o caderno estava escrito isso aí... Não tem como não se emocionar, eu não subo naquele cage sozinha, minha família vai comigo, meus amigos e meus fãs estão lá dentro comigo a todo instante."

Kalindra Faria estreou no MMA em março de 2009, quando venceu Elaine Leite por nocaute técnico no terceiro round. Desde lá 8 anos se passaram, e a lutadora parece ter encontrado o momento perfeito para lutar no UFC, já que será na sua categoria ideal, peso-mosca, recém inaugurada pela organização. 

"Essa luta representa tudo o que batalho, desde de 2000 eu pratico artes marciais. Comecei a treinar pensando em competir e conquistar o meu lugar no mundo, não foi pelo UFC, foi por um estilo de vida. Isso só vai coroar meu momento, lutei em várias categorias, vários eventos, o mundo girou e agora eu estou em um grande evento fazendo o meu melhor! Preciso ganhar essa luta, e convencer, mostrar que não treinei para estar apenas no UFC, eu vou arrebentar. Quero fazer mais duas grandes lutas e buscar a cinta! Sábado é meu dia, a galera do Brasil vai curtir, o pessoal não imagina a energia que eu estou para essa luta! Esse é meu momento!" finalizou Kalindra.

Adversária da brasileira, Mara Romero Borella é natural da província de Piacenza, na Itália. Somando um cartel com 11 vitórias, 4 derrotas, e uma luta sem resultado na carreira, a lutadora foi contratada do Invicta FC. O confronto peso-mosca entre Kalindra e Borella deve abrir o UFC 216, que acontece neste sábado na cidade de Las Vegas (Nevada).

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O ano de 2017 definitivamente será inesquecível para o atleta Ricardo Guimarães. O representante da Chute Boxe, no bairro Santa Cândida em Curitiba fez cinco lutas de MMA, três amadoras e duas no profissional. Venceu todas elas por nocaute.

Guimarães tem 26 anos e tinha uma ocupação bem diferente das lutas antes de se dedicar ao MMA: Era "Ginete", ou seja, cavaleiro que monta em cavalos em rodeio:

"Como ginete eu sempre me machucava muito, então decidi treinar Muay Thai. Meu avô sempre dizia que eu era briguento, então queria ver se era isso mesmo".

Ricardo era muito desengonçado, segundo ele próprio, e achava que não levava jeito para as artes marciais. Porém, a opinião do Mestre Zito Seixas e do seu treinador, Glauco "Assassino" Campi, o fizeram mudar de opinião:

"Meu professor falava que eu deveria começar a lutar, que eu levava jeito pra coisa. O Mestre Zito dizia que eu tinha talento e força de vontade, e que isso seria um diferencial pra mim".

Mas tinha outro diferencial que o "Capitão América" também levou em conta: "Todos os meus amigos lutadores tinham namoradas bonitas. Resolvi lutar pra ver se eu também arrumava uma".

Guimarães conta o motivo do apelido:

"Quem me chamou assim a primeira vez foi o Mestre Zito. Eu estava treinando junto com o Vitor Camargo (Formigão), levei umas três joelhadas no peito e ao invés de recuar, fui pra frente. Zitão olhou para meu treinador e disse Assassino, quem seu atleta pensa que é, o Capitão América? Lembro disso até hoje, aí pegou".

Seja por conta de mulheres ou pelas palavras sábias dos seus treinadores, Ricardo Guimarães já é uma realidade no MMA brasileiro, e comenta qual o segredo que o levou a nocautear em todas suas lutas:

"Treino muito. Sou o primeiro a chegar na academia e o último a sair. Isso todos os dias. Desde que eu quis lutar e decidi que era isso que queria pra mim que sigo essa rotina. Quero poder lutar fora do Brasil, ser reconhecido pelas pessoas como alguém que veio lá de baixo e que possam se inspirar em mim. Quero poder dar através da luta uma vida melhor para minha família".

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O brasileiro Felipe Efrain fará sua segunda luta no Brave no dia 17 de novembro, quando enfrentará o francês Arnold Quero no Brave 9: The Kingdom of Champions, evento que marca o retorno da organização ao Bahrein. O duelo peso galo foi anunciado hoje pela promoção. Efrain se juntará ao companheiro de equipe Lucas Mineiro, que disputará o título mundial do peso pena no mesmo dia, contra o atual campeão Elias Boudegzdame.

Efrain tem apenas 23 anos, mas já conta com bastante experiência internacional em seu cartel, tendo lutado no Japão e nos Estados Unidos, antes de assinar com o Brave Combat Federation. Em sua estreia pela organização, o brasileiro conseguiu a maior vitória de sua carreira, ao nocautear o ex-lutador do UFC Walel Watson no Brave 3: Battle in Brazil, em Curitiba.

Ele irá enfrentar o perigoso Quero, de 30 anos. O francês tem um cartel profissional de 14 vitórias, seis derrotas e um no contest, e fez suas últimas lutas em categorias mais pesadas, mas retornará ao peso galo para enfrentar Efrain. "Silverback" treinou durante muito tempo na mesma academia do peso pesado Francis Ngannou, mas agora representa a ABS Team, na França.

Efrain é o terceiro brasileiro confirmado no card do Brave 9. Além de Mineiro, o peso leve Erick Índio Brabo da Silva também foi anunciado como adversário do astro jordaniano Kareem-Abdul Al-Selwady, que tem duas vitórias no Brave e treina nos Estados Unidos.

Luta de título peso galo confirmada

Enquanto Efrain e Quero se enfrentam de olho no título, o Brave anunciou que irá coroar, no dia 17 de novembro, o seu primeiro campeão peso galo. O duelo pelo cinturão inaugural será entre o indo-canadense Gurdarshan Mangat e o filipino Stephen Loman.

"St. Lion" Mangat vem de duas vitórias pelo Brave, nocauteando Troy Bantiag no último evento organizado no Bahrein, e depois definindo a rivalidade com o veterano Abdul Muneer, no Brave 5, na Índia. Ele é o primeiro atleta de origiem indiana a disputar um título mundial de MMA.

Já "Sniper" Loman tem um triunfo no Brave. No primeiro evento da história da organização, ele superou Frans Mlambo, companheiro de treinos de Conor McGregor, por decisão unânime. Loman treina junto a Jeremy Pacatiw, que venceu o brasileiro Thiago Dela Coleta na última edição do Brave no Brasil, em agosto.

O Brave 9: The Kingdom of Champions marca o retorno do evento ao Bahrein após um ano. Durante a maior parte de 2017, a organização expandiu suas operações, organizando grandes shows no Brasil (duas vezes), México, Índia, Cazaquistão e nos Emirados Árabes. O Brave 9 será a grande atração da International Combat Week, sob a patronagem de Sua Alteza Sheikh Nasser bin Hamad Al Khalifa.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Vindo de vitória arrasadora em sua estreia no Brave, o brasileiro Lucas Mineiro foi confirmado como primeiro desafiante do campeão peso pena da companhia, Elias Boudegzdame. A luta entre os dois acontecerá no Brave 9: The Kingdom of Champions, show que marca o retorno da promoção ao Bahrein, no dia 17 de novembro. Dirigentes do Brave Combat Federation confirmaram a luta neste domingo (24) após reportagem inicial do site Combate.com.

Mineiro foi o astro principal do primeiro evento organizado pelo Brave no Brasil, em março deste ano. Na ocasião, ele finalizou o mexicano Fabián Galván com um triângulo de mão na luta principal do Brave 3: Battle In Brazil. Algumas semanas depois, o brasileiro viajou a Abu Dhabi para assistir à disputa inaugural do título peso pena, quando Boudegzdame finalizou Masio Fullen no primeiro assalto, vencendo de virada. Após o duelo, Mineiro subiu ao cage do Brave e desafiou o franco-argelino, mas o duelo precisou ser adiado por conta de uma lesão do brasileiro.

Agora, porém, a primeira defesa de cinturão de "Smile" foi confirmada para a próxima edição do Brave. Será a primeira vez que um campeão do Brave irá defender seu título. Além de Fullen, Boudezgdame também venceu o ex-UFC Walel Watson no Brave 2: Dynasty. O franco-argelino finalizou Watson com uma chave de braço.

Aliskerov x Smith também confirmado

Além de Mineiro x Boudegzdame, o Brave anunciou outra luta para o evento de novembro. Os pesos médios Jeremy Smith e Ikram Aliskerov se enfrentarão no dia 17. Smith iniciou sua carreira pelo Brave na primeira edição do evento no Brasil, em março. "Pitbull" perdeu para Marcos "Pirata" por decisão em duelo que ganhou o bônus de Luta da Noite.

Já Aliskerov tentará se manter invicto em sua segunda luta pela companhia. Ele fez sua estreia no Brave 6, no Cazaquistão, quando finalizou Rufat Asadov com uma guilhotina.

O Brave 9: The Kingdom of Champions será o maior evento da história da companhia, e marca o retorno do Brave ao Bahrein, após rodar o mundo e organizar eventos em cinco outros países - Brasil (duas vezes), México, Cazaquistão, Índia e Emirados Árabes Unidos. O Brave 9 irá concluir a International Combat Week junto ao Mundial de MMA Amador organizado pela IMMAF (Federação Internacional de MMA) sob a patronagem de Sua Alteza Sheikh Nasser bin Hamad Al Khalifa.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 17

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: