Banner

Você está aqui:Home/1ºROUND MAGAZINE/Mostrando itens por tag: Kickboxing
A+ R A-
Mostrando itens por tag: Kickboxing

A estreia do WGP Kickboxing em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, fez jus às expectativas. Na noite deste domingo, dia 12, o público presente ao Ginásio de Esportes Dr. Lourenço Quilici fez a festa com o principal anfitrião da noite, Diego Gaúcho, que empatou com Rodolfo Cavalo e manteve o título dos super-médios. Esta foi a segunda defesa do cinturão da categoria do campeão. Na co-luta da noite, Bruno Gazani travou uma verdadeira batalha com Anderson Buzika e venceu por unanimidade. Outro destaque foi o triunfo de Thiago Golden Boy sobre o chileno Victor Valenzuela. A próxima edição será histórica para o WGP. Pela primeira vez o evento desembarca fora do país, em Buenos Aires (ARG), no dia 15 de dezembro com disputa de cinturão, Challenger GP e muito mais.

A noite foi de festa para o público de Bragança Paulista. No duelo principal Diego Gaúcho defendia o cinturão pela segunda vez, a primeira em casa, diante de Rodolfo Cavalo. E o desafiante parecia que iria estragar a noite do campeão. Com um início avassalador, muito agressivo, Cavalo levou a melhor nos dois primeiros rounds. Nos assaltos seguintes o campeão equilibrou a luta, mas ainda estava atrás do placar até os últimos três minutos. Com os dois bem desgastados fisicamente o gás de Gaúcho fez a diferença. Um cruzado fulminante levou Rodolfo ao chão e deu a vantagem no round decisivo ao campeão. No fim os juízes decidiram pelo empate, que manteve o cinturão com Diego Gaúcho.

Na co-luta mais importante da noite, Bruno Gazani e Anderson Buzika fizeram uma revanche entre dois dos melhores pesos meio-médios do país. E eles não decepcionaram. Em um combate eletrizante, com muita trocação, Gazani, que já havia vencido o primeiro duelo entre eles, teve mais volume de golpes e levou a vitória por unanimidade. Os dois foram muito festejados pelo público presente, que apesar de torcer incessantemente para Buzika, lutador da casa, reconheceu a grande luta que os dois proporcionaram.

Brasileiros levar a melhor em duelos internacionais

Na superluta entre o paulista Thiago Golden Boy e o chileno Victor Valenzuela muito equilíbrio. Os dois atletas andavam para frente o tempo todo e se defendiam muito bem. O combate foi decidido nos detalhes e um round final dominante deu a vitória ao brasileiro por unanimidade. No outro duelo internacional da noite estavam frente a frente o baiano Robson Minotinho e o argentino Diego Freiria. Depois de um início melhor de Freiria, cerca de 13 cm mais alto, Minotinho equilibrou a luta e dois cruzados, um na linha de cintura e outro na ponta do queixo, decidiram o duelo. Nocaute de Minotinho ainda no round inicial.

O card do WGP# 42 também contou com duas lutas femininas. Estreando no WGP, Ana Flavia Almeida não tomou conhecimento da experiente Pamela Mara e com um início espetacular, com direito a knockdown, levou a melhor por decisão unânime. Lailane Mota e Mariana Nunes fizeram uma luta muito equilibrada. As duas alternaram bons momentos e sobrou para os juízes decidirem o resultado final. Por decisão dividida a carioca Lailane levou a melhor.

Nas lutas iniciais da noite os destaques foram Antonio Luciano e Vinicius Dionizio. O primeiro conseguiu uma virada sobre Adriano Oliveira em um belo nocaute, enquanto o segundo inaugurou o card do WGP #42 vencendo Bruno Cassiano também por nocaute. Atuando em casa, Jean Matsumoto e Thiago Porto foram outros vencedores do card principal.

WGP #42 - Resultados oficiais

Card Principal

Diego 'Gaúcho' e Rodolfo 'Cavalo' terminou em empate

Bruno Gazani venceu Anderson 'Buzika' por decisão unânime

Thiago 'Golden Boy' Conceição venceu Victor Valenzuela por decisão unânime

Ana Flávia Almeida venceu Pamela Mara por decisão unânime

Robson 'Minotinho' venceu Diego Freiria por nocaute no primeiro round

Lailane Mota venceu Mariana Nunes por decisão dividida

Antonio Luciano venceu Adriano Oliveira por nocaute no segundo round

Thiago Porto venceu Ramon Rozendo por decisão unânime

Jean Matsumoto venceu Luan Santos por decisão dividida

Vinicius Dionizio venceu Bruno Cassiano por nocaute no terceiro round

Undercard

Andre Ricardo dos Santos venceu Jefferson Araújo por decisão dividida

Jonas Júlio venceu Maicon Junio por decisão unânime

Rodrigo Leiva venceu Oseias dos Reis por nocaute no primeiro round

Hiago de Souza venceu Adriano Cesar dos Santos por nocaute no primeiro round

Jonas Carvalho venceu Rodrigo Pacheco por decisão unânime

Hiago 'Baiano' Sales venceu Wagner Mangaba por decisão unânime

Gabriel Henrique venceu Vinicius Henrique por decisão unânime

Jose Santos venceu Diego de Paula por decisão unânime

Zé Ernesto venceu Jean Kay por decisão dividida

Julio Miguel venceu Felipe Lobo por nocaute no primeiro round

Ivan Albuquerque venceu Eduardo Freire por decisão unânime

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

As grandes produções do MMA nacional destacam atletas profissionais que já estão buscando o caminho do reconhecimento internacional. Mas são as produções regionais com eventos amadores que dão projeção aos atletas iniciantes.

Uma equipe catarinense vem chamando atenção e ganhando notoriedade por estar presente na maioria destes eventos no sul do Brasil e conquistando vitória atrás de vitória. A Pelé Team, que leva o nome da lenda José "Pelé" Landy em Santa Catarina é comandada por Daniel Kuakoski e seu irmão Luciano "Bulldog". A sede fica na cidade de Penha, conhecida internacionalmente por abrigar o parque temático Beto Carreiro World.

Em parceria com a prefeitura da cidade, Daniel Kuakoski vem revelando atletas através do Projeto Contra-Turno Escolar, tirando crianças das ruas e da ociosidade, trazendo-as para a prática das artes marciais e competições esportivas.

É o caso de Enzo Matheus, que aos 17 anos, já soma sete vitórias em oito lutas amadoras de Kickboxing. Na mesma modalidade, Anthony Davi, de apenas 13 anos, já chegou a marca de quatro vitórias em quatro lutas que disputou. Lucas Adriano Bacile, aos 13, já entrou no ringue cinco vezes, vencendo as cinco.

Na categoria feminina, Paula Luíza "Estrelinha" vem ganhando notoriedade com apenas 14 anos. A atleta está invicta com cinco lutas em cinco vitórias e é tão explosiva na luta que lembra a campeã do UFC Cris Cyborg.

No MMA profissional, a equipe destaca Thiago "Moicano" (7-3), Felipe "Spider" (8-0), Dilamar Zanga (6-1) e Júlio "Morangão" (5-5), que fez carreira no Rio de Janeiro e hoje representa a equipe em Itajaí. Júlio Reinaldo "Galego", que apesar de ter três vitórias e três derrotas na carreira, deu um passo importante em agosto quando venceu por finalização o atleta Ricardo "Treta", na luta principal do Evolution Fight Combat 8 em Curitiba.

O líder Daniel Kuakoski ressalta os resultados positivos que estão aparecendo e atribui o sucesso a união da equipe:

"Atribuo nosso sucesso ao comprometimento de cada um da equipe basicamente em alguns fatores: Se a liderança e a sinergia não vivem uma sem outra, precisamos estar sempre em constante equilíbrio e evolução. A velha teoria que uma laranja podre, no cesto de frutas, apodrece todas as outras funciona muito bem aqui. Não cabe somente ao líder questionar e sim a toda equipe. É preciso motivação, boa liderança e espírito de equipe.  Basicamente é isso, trabalho sério e comprometimento para o bem-estar de todos".

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Neste domingo, dia 12 de novembro, em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, acontece mais uma edição do WGP Kickboxing, maior evento de trocação da América Latina. Em uma noite com disputa de cinturão encabeçando o card, outro confronto vem dando o que falar. O WGP #42 coloca frente a frente na co-luta mais importante da noite dois dos maiores atletas do país na divisão dos meio-médios (até 71,8kg) em uma revanche de tirar o fôlego. O anfitrião Anderson Buzika conta com a força da torcida para vingar a derrota para Bruno Gazani, ex-desafiante ao título da categoria e considerado um dos melhores atletas do WGP. O evento, que começa às 15h com transmissão ao vivo do Canal Combate e Bandsports a partir das 19h e Fox Sports a partir de 20h20, terá ainda outro anfitrião. Diego Gaúcho defende o cinturão dos super-médios (até 78,1kg) diante de Rodolfo Cavalo na luta principal da noite.

Aos 30 anos, Bruno Gazani é um rosto muito conhecido pelos fãs do WGP.  E ele carrega uma trajetória curiosa, já que não percorreu o caminho tradicional da maioria dos lutadores com o primeiro contato com as artes marciais ainda na infância ou na adolescência. Fã de Mike Tyson, o paulista de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, começou no muay thai apenas aos 20 anos de idade, mas não demorou muito para migrar para o kickboxing, e desde então soma 61 lutas, com 55 vitórias e apenas 6 reveses. No WGP, ele construiu um vasto repertório também, com 12 vitórias e apenas duas derrotas.

Os dois reveses foram para o campeão da categoria Ravy Brunow, em duelos polêmicos e muito equilibrados. Para ter uma nova chance pelo título, Gazani tem pela frente Anderson Buzika em uma revanche muito aguardada e ele falou sobre a preparação para o duelo. “Minha preparação está forte, um camp voltado para as dificuldades que enxergo no meu adversário, já lutei com ele uma vez e venci, mas foi há quatro anos. Ele evoluiu bastante e eu também evoluí. Sei que ele é um atleta explosivo, gosta de andar para frente, trocar porrada. Então vão ser os dois buscando a vitória a qualquer custo e quem tem a ganhar é o público”, afirma.

O duelo diante de Buzika tem outras peculiaridades. O adversário estará em casa, já que é natural de Bragança Paulista, e vai para seu segundo duelo na categoria dos meio-médios. Antes ele integrava a divisão dos super-leves (até 64,5kg). Para Gazani nem a torcida a favor nem a diferença de peso podem ser um fator diferencial para ele.

“Ele vir de uma categoria mais baixa não influencia nada, até porque ele pesa mais que eu. Não perco muito peso, mantenho quase o que bato para lutar e acho que isso não vai fazer diferença nenhuma. Quanto a lutar fora de casa estou acostumado com isso. Até gosto de lutar com a torcida contra, é uma motivação a mais ver a galera vaiando. Mas não estarei totalmente fora de casa, vai ter um pessoal de São Bernardo que vai estar torcendo por mim e tem bastante gente do interior de São Paulo que sempre me acompanha e vão estar presentes”, finalizou.

Irreverente, Buzika aposta no fator casa

Anderson Buzika é daqueles lutadores com estilo irreverente, adepto do ‘trash talk’ e muito explosivo dentro do ringue. Aos 27 anos, o paulista de Bragança está no esporte desde os 13 e sempre nutriu um sonho de ser um lutador profissional. Neste domingo, ele terá a chance de se apresentar dentro de casa, sob olhar dos amigos e familiares e se mostra confiante em vencer Bruno Gazani, um dos melhores atletas do cenário nacional.

“Na época em que enfrentei o Gazani no WGP era bastante inexperiente, era minha segunda luta profissional e ele já tinha quase 50 lutas. Mas foi muito bom para mim porque eu vi o quanto era bom com apenas duas lutas. Hoje sei que só dependo de mim para escrever uma nova história. E Bragança vai ser o meu campo de guerra, as minhas regras, meu jogo, minha luta. Espero ter minha melhor atuação do ano em casa contando com apoio dos meus familiares, alunos e o Brasil todo que curte meu estilo de luta”, confia.

No WGP, Buzika possui um retrospecto de seis vitórias e uma derrota, justamente para Gazani. Na carreira são 17 lutas disputadas e 15 vitórias. Se bater o rival, Buzika pode ter uma chance pelo cinturão do WGP diante de Ravy Brunow. Gostinho que ele chegou a sentir no ano passado, ao faturar o título interino dos super-leves (categoria abaixo), mas acabou ficando sem posto por não ter batido o peso no duelo diante de Guilherme Sanchos. A partir daí tomou a decisão de subir de categoria.

“Quando fui para os super-leves bati em todo mundo que figurava entre os tops da categoria. Agora chegou minha hora na divisão de cima. Meu objetivo é passar pelo Gazani e enfrentar o Ravy, que é um cara que tem um jogo explosivo e brigador. Para ganhar dele é preciso ter um gás muito bom para manter os cinco rounds no ritmo forte. Mas o resto do segredo para vencê-lo eu só conto quando chegar lá e lutar com ele”, finaliza.

O WGP #42 conta ainda com a disputa de cinturão dos super-médios (até 78,1kg) entre o anfitrião Diego Gaúcho e o desafiante Rodolfo Cavalo na luta principal da noite. Thiago Golden Boy e o chileno Victor Valenzuela fazem o outro combate internacional no card principal que conta com outros sete duelos.

WGP #42: Diego ‘Gaúcho’ vs Rodolfo ‘Cavalo’

Data: 12/11/17

Local: Ginasio De Esportes Dr. Lourenco Quilici (Av. Dr. José Adriano Marrey Júnior, 754 - Aparecida, Bragança Paulista/SP)
Horário: 15h Undercard / 19h Main Card
Transmissão: Canal Combate e Bandsports - 19h e Fox Sports - 20h20

WGP #42 Main Card

WGP Super-Middleweight Title Bout

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Diego 'Gaúcho' (Inside) vs Rodolfo 'Cavalo' (Brazilian Alves)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Anderson 'Buzika' (Inside) vs Bruno Gazani (União ABC)

International Super Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Thiago 'Golden Boy' Conceição (Thailand Top Team - BRA) vs Victor Valenzuela (Brutal Striker / WAKO Chile - CHI)

Super Fight

Peso Galo Feminino (52 kg)

Pamela Mara (Inside) vs Ana Flávia Almeida (Company Top Fight)

International Super Fight

Peso Meio-Médios (71,8 kg)

Robson 'Minotinho' (Coliseu - BRA) vs Diego Freiria (Dojo Satan - ARG)

Super Fight

Peso Galo Feminino (52 kg)

Mariana Nunes (Inside) vs Lailane Mota (Company Top Fight/The Rock Team/ABAMMRJ)

Super Fight

Peso Meio-Médios (71,8 kg)

Antonio Luciano (FX Kickboxing) vs Adriano Oliveira (Coliseum Team)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Thiago Porto (Inside) vs Ramom Rozendo (Chacal Fight)

Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Jean Matsumoto (Inside) vs Luan Santos (Chaya Combat/Brazilian Thai)

Super Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Bruno Cassiano (Elite C.T.) vs Vinicius Dionizio (Marega Thai/Brazilian Thai)

WGP #42 Undercard

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Jefferson Araújo (Fênix Team) vs Andre Ricardo dos Santos (Inside/CT Impactus)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Oseias dos Reis (Inside Thales Almeida) vs Rodrigo Leiva (Serginho Team)

Super Fight

Peso Cruzador (85,1 kg)

Hiago de Souza (Inside Saulo Scalize) vs Adriano Cesar dos Santos (Andre Gomes Team)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Rodrigo Pacheco (Inside) vs Jonas Carvalho (No Fear Fight Team)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Hiago 'Baiano' Sales (Inside Diego Ninja) vs Wagner Mangaba (FTT)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Vinicius Henrique (Inside Regis Team) Gabriel Henrique (Hejena/Academia X Fight Gym)

Super Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Jonas Júlio (Nova Geração) vs Hugo de Leon (Equipe Muay Luang)

Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Jose Santos (Rato Team) vs Diego de Paula (Guerreiros de Judá)

Super Fight

Peso Super-Pesado (+94,1 kg)

Jean Kay (Inside) vs Zé Ernesto (Z.E.T. Team)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Julio Miguel (Full Combat) vs Felipe Lobo (Team Amatha)

Super Fight

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Eduardo Freire (Team Fúria) vs Ivan Albuquerque (Thai Unit)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Show de imagens do Pattaya Fight Show

Terça, 31 Outubro 2017 14:52

CLIQUE AQUI para ver o nosso show de imagens do Pattaya Fight Show, evento que aconteceu no dia 29 de outubro na Ópera de Arame em Curitiba.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

No último domingo, dia 29 de outubro, a cidade de Curitiba reviveu o título de "Tailândia Brasileira" com a edição do Pattaya Fight Show em um dos palcos mais glamurosos da capital, a Ópera de Arame. Na luta principal nas regras asiáticas, Guilherme Jab não tomou conhecimento de Michel Igenho e venceu ainda no round inicial de luta. No co-evento principal da noite, Petros "Cabelinho" nocauteou Anderson da Silva no primeiro round.

Veja os resultados completos:

PATTAYA FIGHT SHOW
Domingo, 29 de outubro de 2017
Ópera de Arame - Curitiba / PR

KICKBOXING AMADOR

61 Kg: Pedro Oliveira (Killer Bees) venceu Neílson Bonete (Mantra) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg: Jonathan Luis (Mantra) venceu Vitor Sabino (N1) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg: Diego Bravo (Champions 89) venceu André Furquim (N1) na decisão dividida dos juízes.
57 Kg: Douglas "Cabeleira" (Chute Boxe) venceu Ryan Cordeiro na decisão dividida dos juízes.
75 Kg: Boxe - Fabrício Reis (Pugilatus) nocauteou João (Pirata Team) no R2.
43 Kg: Paula Luíza (Pelé Team) venceu Stella Schellin (Mantra) por desistência no R2.
60 Kg: Juliano "Pezão" (Hooligans) venceu Everldo Joviski (Killer Bees) na decisão unânime dos juízes.
50 Kg: Willian Vinícius (Pugilatus) venceu Kauan Fonseca (Pirata Team) na decisão majoritária dos juízes.
65 Kg: Felipe Silva (Killer Bees) venceu Gabriel Silva (Champions 89) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg: Bruno Souza (Killer Bees) e Wilson Junior (Pirata Team) empataram.
60 Kg: Cleberson "Chiuaua" (Motta) venceu Clayton Dias (Killer Bees) na decisão majoritária dos juízes.

KICKBOXING PROFISSIONAL

61 Kg: Rafael "Shrek" (Team Bronx) venceu Lucas Andrade (Team Muralha) na decisão unânime dos juízes.
65 Kg: Paulo "Bandido" (Killer Bees) venceu Rafael Silva (Pelé Team) na decisão dividida dos juízes.
70 Kg: Norberto Kania (Black Diamond) venceu John Wesley (Nova Geração) na decisão unânime dos juízes.
76 Kg: Carlos Alberto (Teixeira Team) venceu Jonthan Vendrame (N1) na decisão unânime dos juízes.
75 Kg: Marcos Mariano (Killer Bees) venceu Lucas Schimdt (Insane) na decisão unânime dos juízes.
70 Kg: Petros "Cabelinho" (World Strong) venceu Anderson da Silva (N1) por nocaute técnico no R1.

MUAY THAI PROFISSIONAL

65 Kg: Guilherme "Jab" (Killer Bees) venceu Michel Igenho (True Fight)  por nocaute técnico (interrupção médica) no R1.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Na última sexta-feira, dia 27 de outubro aconteceu a edição de número 79 da Copa Striker´s House e destacou alguns nomes que vem roubando a cena no ano de 2017. É o caso, por exemplo, do atleta amador Guilherme Silva. O representando da MM Fight Team, de Pinhais, região metropolitana de Curitiba, nocauteou Heron Mendonça, da Área Vip, também de Pinhais, e conquistou o cinturão amador da competição. Rogério Medeiros, da Muay Thai Brasil, derrotou André Pereira, da SB Muay Thai e também conquistou o título. Lucas Hélio, da Fight Clan, se despede da categoria amadora com vitória e como campeão. O pupilo de Daniel Abdul venceu Elder Nogueira, da Benefit / Noguchi tornando-se mais um campeão do evento promovido por Rafael Waslov.

Nos combates profissionais, brilharam Diney Souza e Alan Rush no MMA e Diego Silvério e Felipe Zandoná, no Kickboxing. Souza, da Striker´s House, finalizou em 58 segundos de luta. Zandoná, da Chute Boxe, precisou de apenas 29 para nocautar seu oponente.

Veja os resultados completos:

COPA STRIKER´S HOUSE 79
Sexta-feira, 27 de outubro de 2017
Curitiba / PR

KICKBOXING AMADOR:

120 Kg: Fabiano Gramonski (SantaFé) venceu Piter Silva (Thainaja) por nocaute técnoc no terceiro round.
59 Kg: Ivan Daniel (Hemmers Gym) venceu Luiz Fernando Canello (Mantra) na decisão unânime dos juízes.
60 Kg: Vinicius Freitas (King Shark) venceu Hiago Lima (Área Vip) na decisão unânime dos juízes.
68 Kg: Raphael Ferraz (Santa Fé) venceu Cristian Lemes (Immortal) na decisão unânime dos juízes.
70 Kg: César Augusto (Team Lions) venceu Maxuel Rebein (Feras da Luta) na decisão majoritária dos juízes.
95 Kg: Maikon Carmona (Chute Boxe) venceu Douglas Henrique (Muay Thai Brasil) na decisão unânime dos juízes.

DISPUTAS DE CINTURÃO:

66 Kg: Guilherme Silva (MM Fight Team) nocauteou Heron Mendonça (Área Vip) no R2.
70 Kg: Rogério Medeiros (Muay Thai Brasil) venceu André Pereira (SB Muay Thai) por nocaute técnico no R3.
60 Kg: Lucas Hélio (Fight Clan) venceu Elder Nogueira (Benefit / Noguchi) na decisão unânime dos juízes.

KICKBOXING PROFISSIONAL:

66 Kg: Diego Silvério (Mangueboy) venceu Leonardo Silva (Evolução Thai) na decisão unânime dos juízes.
66 Kg: Felipe Zandoná (Chute Boxe) nocauteou Everton Ferreira (Silvestrin Muay Thai) a 29 segundos do R1.

MMA PROFISSIONAL:

52 Kg: Diney Souza (Striker´s House) finalizou Helio Florentino (Marcelo Ribeiro) a 58 segundos do R1.
66 Kg: Alan "Rush" Leal (King Shark) venceu Matheus Becker (Nova União) na decisão unânime dos juízes.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O WGP Kickboxing realizou mais uma edição para entrar para história da organização na noite deste sábado, dia 21 de outubro, no Esporte Clube Sírio, em São Paulo. Na luta principal do WGP #41, Paulo Tebar e Jordan Kranio protagonizaram um duelo emocionante, que terminou empatado depois dos cinco rounds. Com isso, o campeão Tebar manteve o título. E ele já conhece seu novo desafiante: o argentino Nicolas Vega, que bateu Vitor Oristânio na final do Challenger GP da categoria e garantiu o posto. A noite contou com outras 13 lutas, com destaque para a presença da lenda do kickboxing mundial Semmy Schilt no córner de Fabiano Mineiro, que foi derrotado por Eliezer Silva. A próxima edição acontece no próximo dia 12 de novembro, em Bragança Paulista, com o anfitrião Diego Gaúcho defendendo o cinturão dos super-médios diante de Rodolfo Cavalo.

O WGP #41 também protagonizou um show fora dos ringues. Em ação do Outubro Rosa, em parceria com a instituição Amigos do COM, de Marília (SP), as ring girls foram substituídas por pacientes curados do câncer de mama nas três lutas principais da noite. Em vez das tradicionais plaquinhas dos rounds foram exibidas mensagens de apoio à causa.

Empate em luta eletrizante mantém título com Paulo Tebar

Na luta principal da noite, o campeão dos super-leves Paulo Tebar, um dos atletas mais técnicos do WGP, encarou Jordan Kranio, que chegou embalado depois de vencer o GP de forma arrebatadora. E o desafiante começou a luta como se esperava, partindo para cima na busca de repetir os nocautes relâmpagos que o credenciaram à disputa. Depois de levar a melhor no primeiro round, Kranio viu o campeão retomar as rédeas do combate com muito vigor físico e técnica apurada. Os rounds finais foram muito equilibrados, com os dois atletas alternando bons momentos. Ao final do confronto a dúvida sobre quem havia vencido pairava no ginásio. E as expectativas tornaram-se realidade: luta empatada e o título continua com o campeão Paulo Tebar.

“Foi uma luta muito dura, Jordan é um atleta de alto nível, tem a mão pesada. Estratégia era manter ele longe, mas ele se defendeu bem. Aos poucos fui me soltando e consegui fazer o que eu queria. O importante é que eu fiquei com o cinturão, independente do empate. Acho que consegui acertar os melhores golpes e estou satisfeito com meu desempenho. Em relação a próxima luta não quero nem pensar nisso agora. Não conheço o Nicolas, mas os argentinos são enjoados, então prefiro pensar nele depois”, finalizou o campeão.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Tudo pronto para mais uma edição do WGP Kickboxing. Neste sábado, dia 21 de outubro, o evento realiza sua 41ª edição, no Esporte Clube Sírio, em São Paulo, com a disputa de cinturão dos super-leves (até 64,5kg) entre Paulo Tebar e Jordan Kranio na luta principal da noite. Além do Challenger GP da mesma categoria com duelos Brasil vs Argentina e muito mais. Na tarde desta sexta, a pesagem esquentou o clima para o evento com uma presença pra lá de especial: a lenda do kickboxing mundial Semmy Schilt, que estará no córner de um dos atletas do card, esteve no local e chamou a atenção de todos. O evento começa as 18h e terá transmissão ao vivo da Bandsports e da Fox Sports a partir das 21h.

Ação do Outubro Rosa substitui ring girls por pacientes curados

Além de lutas de tirar o fôlego, o WGP promete também emocionar o público presente e os fãs do evento. Em uma ação do Outubro Rosa, campanha que incentiva o combate ao câncer de mama, o evento substituirá, nas lutas principais da noite, as ring girls por pacientes que já se curaram da doença. Em parceria com o Instituto Amigos do COM, de Marília (SP), a ação visa trazer apoio e divulgação para a campanha de prevenção ao câncer de mama, utilizando o espaço destinado às ring girls para apresentar ao público mensagens de apoio à causa. Além disso, o Instituto Amigos do COM disponibilizará um médico especialista que estará no local para tirar dúvidas e ajudar na conscientização do público presente.

“Como organização, sempre tentamos realizar esse tipo de parceria para divulgar causas que consideramos importantes. Na nossa última edição, realizamos o evento inteiramente beneficente e arrecadamos mais de seis toneladas de alimentos que foram doados para entidades que necessitam. Nesta edição, por conta da data, não poderíamos deixar de apoiar uma campanha tão importante quanto o Outubro Rosa”, afirmou Paulinho Zorello, diretor-executivo do WGP.

Disputa de cinturão e presença de Semmy Schilt agitam card

A luta principal do WGP #41 vem dando o que falar. De um lado está Paulo Tebar, atual campeão dos super-leves e um dos únicos - ao lado de Guto Inocente - a conquistar cinturões em duas divisões distintas do WGP Kickboxing. Do outro um nome que até pouco tempo atrás era desconhecido da maioria dos fãs do evento, apesar de ter grande reputação em todo o estado do Paraná: o curitibano Jordan Kranio. Ele fez jus a sua reputação e conquistou o Challenger GP da categoria no WGP #38 com dois nocautes avassaladores.

Destaque também para a disputa de um novo Challenger GP da mesma divisão com dois duelos entre Brasil e Argentina. Em uma semifinal o paulista Wilson Djavan encara o hermano Nicolas Vega. Já na outra chave o carioca Vitor Oristânio enfrenta o argentino Bruno Mangiavillano. O card terá também a superluta internacional pelos pesos pesados entre Haime Morais e o paraguaio Carlos Meza. Na tarde desta sexta foi realizada a pesagem oficial e todos os principais destaques da noite não tiveram problema para bater o peso.

Outro ponto alto da noite da noite está fora dos ringues. Lenda do kickboxing mundial, o holandês Semmy Schilt, estará presente no evento, no córner do lutador Fabricio Mineiro, que encara Eliezer da Silva em uma das lutas do card principal. Schilt é considerado um dos maiores kickboxers da história e já foi quatro vezes campeão mundial de K-1, além de ter competido MMA em evento como Pride e UFC.

WGP #41: Paulo Tebar vs Jordan 'Kranio'

WGP #41: Card Principal

Main Event: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Paulo Tebar (Veras TK/CT Paulinho Tebar) vs Jordan 'Kranio' (Teixeira Team/ARENA)

Co-Main Event: Challenger GP Final

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Vencedor Semifinal 1 vs Vencedor Semifinal 2

International Super Fight

Peso Pesado (94,1 kg)

Haime Morais (FTT/Team Polvo - BRA) vs Carlos Meza (Team Fight Center/Valderrama Gym - PAR)

International Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Robson 'Bull Terrier' Silva (Serginho Team - BRA) vs Daniel 'Choque' Miraga (União ABC Chile - CHI)

Challenger GP Semifinal 2

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Wilson Djavan (UFT/Team Legendary - BRA) vs Nicolas Vega (Dojo Serpiente - ARG)

Challenger GP Semifinal 1

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Vitor Oristanio (Daniel Mattos Strikers' Team - BRA) vs Bruno Mangiavillano (Don Team - ARG)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Daniel Dias (União ABC) vs Arlison 'Tenchiran' (TRKB)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Fabiano 'Mineiro' (Fight Game) vs Eliezer Silva (HULLKS Fight School)

Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Diego Pìovesan (União ABC) vs Hugo Nascimento (Chacal Fight)

Super Fight

Peso Cruzador (85,1 KG)

Alessandro Benacci (Puro Impacto/Benacci team) vs Nattan Novak (CT Celio Rodrigues)

WGP #41: Undercard

Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Leandro Cardoso vs Jackson Santos (Thailand Top Team)

Fight

Peso Leve Feminino (60 kg)

Aline Pereira (Peso Pesado Team) vs Renata ‘Pitbull’ Mascena (Equipe Baiano PitBull/Team NIKolai - Leonardo Souza)

Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Raphael Silva vs Romulo Oliveira (Combat Club)

Fight

Peso Pena Feminino (56 kg)

Elaine Lopes (Brazilian Thai/Goes Team) vs Angela Rosa (Geração Fight Brasil)

Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Alessandro Araújo (União ABC) vs Renan Mathias (Serginho Team)

Fight

Peso Pena Feminino (56 kg)

Dayane Cristine (TCT) vs Karina Canuto (Serginho Team)

Fight

Peso Leve (60 kg)

Paulo 'Sergipe' (Veras TK/CT Paulinho Tebar) vs Paulo Pizzo (Peso Pesado Team)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A atleta Ketny Caroline Lima embarca neste mês de outubro para o WGP Weekend, seletiva com 10 categorias de peso onde vai selecionar atletas para a temporada 2018 do WGP Kickboxing, maior evento de luta em pé da América Latina. O evento acontece nos dias 27, 28 e 29 de outubro em São Paulo no Ginásio do São Paulo Futebol Clube, no bairro Morumbi. 

Ketny "Arlequina" tem em seu cartel 24 lutas e 20 vitórias no amador e garante estar na melhor fase da carreira:

"Estou muito bem preparada e quero fechar com chave de ouro minha passagem pelo amador. Meu objetivo é um só. É meu sonho e ninguém vai tirar isso de mim. Estou bem preparada e na minha melhor fase".

Para este desafio, Ketny conta com os seguintes patrocinadores: Hawaii Car Wash, Hannibal Protetores Bucais, Rally Centro Automotivo, PoloSul Química Especial, Rex, Photo Fight e Primeiro Round.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A luta principal do WGP #41, que será realizado em São Paulo, no ginásio do Esporte Clube Sírio, no próximo dia 21 de outubro, vem dando o que falar. De um lado está Paulo Tebar, atual campeão dos super-leves (até 64,5kg) e um dos únicos - ao lado de Guto Inocente - a conquistar cinturões em duas divisões distintas do WGP Kickboxing. Do outro um nome que até pouco tempo atrás era desconhecido da maioria dos fãs do evento, apesar de ter grande reputação em todo o estado do Paraná: o curitibano Jordan Kranio. Ele fez jus a sua reputação e conquistou o Challenger GP da categoria no WGP #38 com dois nocautes avassaladores. O evento tem início a partir de 18h e terá transmissão ao vivo do Canal Combate e Bandsports a partir de 20h30 e Fox Sports a partir de 22h.

Tebar é um velho conhecido do WGP Kickboxing. Nascido e criado na capital paulista, o lutador de 27 anos fez seu primeiro duelo no evento logo nas primeiras edições, em 2012. De lá pra cá foram outras sete lutas, com apenas uma derrota. Nesse meio tempo ele conquistou o cinturão dos leves (até 60kg) e se manteve soberano na categoria. No início deste ano, Tebar subiu para a categoria dos super-leves. Agora, depois da conquista diante de Guilherme Sanchos no WGP #38, ele tem o desafio da primeira defesa de título e se mostra confiante.

“Estou tendo a melhor preparação possível. Todas as lutas encaro da mesma forma, sem a expectativa de defender cinturão ou não e sim uma luta como todas as outras. Espero dar o meu melhor, estarei na minha cidade, perto dos meus amigos e da minha família. Não que isso influencie na hora da luta, mas me sinto mais confortável estando em casa. E também não me pressiona, sempre procuro me motivar para dar meu melhor, então estar em São Paulo é total motivação”, afirma Tebar

Com a conquista sobre Sanchos, Tebar se tornou o segundo atleta - ao lado de Guto Inocente -, a conquistar títulos em duas categorias distintas do WGP. O próximo passo é defendê-lo pela primeira vez, mas ele terá pela frente um adversário que impressionou todo mundo ao conquistar o GP de forma avassaladora. Tebar falou sobre o que sabe sobre seu rival.

“Não conheço muito ele, vi algumas lutas só, acho que oferece mais perigo no início dos rounds, mas se eu vacilar ele pode oferecer perigo a qualquer momento. Acho que vai vir com vontade como qualquer outro adversário, mas eu também estou muito motivado. Não penso em controlar a pressão que ele vier a impor, estou tranquilo, fazer meu jogo e botar em prática a estratégia que estamos montando”, garante, para completar sobre sua expectativa para o Challenger GP da categoria que acontece na mesma noite com duelos entre brasileiros e argentinos.

“Meu palpite pro GP é um dos brasileiros, inclusive já enfrentei os dois, e até por não conhecer os argentinos. O Vitor está um tempo sem lutar o WGP, então se for para escolher um acredito no Djavan, é um atleta duro, forte. Aposto minhas fichas nele”.

Avassalador, Jordan Kranio promete entrar com mesmo ritmo das últimas lutas

Do outro lado do ringue está o curitibano Jordan Kranio, nome até então pouco conhecido dos fãs do WGPm, porém com grande reputação em seu estado. No WGP #38, lutando em sua cidade natal, Curitiba, o lutador foi além das expectativas e conquistou o Challenger GP da categoria ao vencer Samuel Pereira e Inglesson de Lara, ambos no primeiro round e com dois nocautes avassaladores. Para o duelo diante de Tebar, ele garante que vai entrar com a mesma vontade.

“Estou treinando muito duro para essa luta, muito mais do que as outras. Sei que as pessoas gostaram do meus combates em Curitiba e querem ver uma luta que vá de acordo com as expectativas deles. Não vou decepcioná-los e nem deixar dúvidas que vim pra incomodar nesta categoria”, confia.

Jordan Kranio é nascido e criado na capital paranaense. Ele tem como treinador Rafael Teixeira, atleta recém-aposentado e bem conhecido do WGP.  Na carreira profissional ele soma 14 vitórias em 15 lutas, um aproveitamento que, junto com duas últimas atuações no WGP, o coloca em um patamar alto para a disputa com Tebar. E ele também falou sobre o campeão e como vê o duelo na casa do adversário, situação oposta à que viveu em seu último duelo.

“Ele é um atleta muito experiente, inteligente e pontuador.  Pretendo entrar na luta para fazer cinco rounds, mantendo meu jogo agressivo. E lutar com torcida a favor é muito bom, porém, estou focado no meu objetivo e encarar ele fora de casa não será um problema. Espero ganhar admiradores também em São Paulo após essa luta”, afirma Kranio, que também apontou seu favorito para o GP da divisão. “Acredito que o favorito seja o Wilson Djavan, porém não podemos esquecer que luta é luta e podemos sempre ter surpresas, então desejo um bom combate para os quatro atletas e que vença o melhor”, finaliza.

O Challenger GP da categoria agita o WGP #41. Com dois duelos entre Brasil e Argentina, o vencedor será  o próximo desafiante ao título. Em uma semifinal o paulista Wilson Djavan encara o hermano Nicolas Vega. Já na outra chave o carioca Vitor Oristanio enfrenta o argentino Bruno Mangiavillano. Outro destaque desta edição é a superluta internacional pelos pesos pesados entre Haime Morais e o paraguaio Carlos Meza.

WGP #41: Paulo Tebar vs Jordan 'Kranio'

Data: 21/10

Local: Ginásio do Esporte Clube Sírio

WGP #41: Card Principal

Main Event: Disputa de Cinturão WGP Kickboxing

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Paulo Tebar (Veras TK/CT Paulinho Tebar) vs Jordan 'Kranio' (Teixeira Team/ARENA)

Co-Main Event: Challenger GP Final

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Vencedor Semifinal 1 vs Vencedor Semifinal 2

International Super Fight

Peso Pesado (94,1 kg)

Haime Morais (FTT/Team Polvo - BRA) vs Carlos Meza (Team Fight Center/Valderrama Gym - PAR)

International Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Robson 'Bull Terrier' Silva (Serginho Team - BRA) vs Daniel 'Choque' Miraga (União ABC Chile - CHI)

Challenger GP Semifinal 2

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Wilson Djavan (UFT/Team Legendary - BRA) vs Nicolas Vega (Dojo Serpiente - ARG)

Challenger GP Semifinal 1

Peso Super-Leve (64,5 kg)

Vitor Oristanio (Daniel Mattos Strikers' Team - BRA) vs Bruno Mangiavillano (Don Team - ARG)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Daniel Dias (União ABC) vs Arlison 'Tenchiran' (TRKB)

Super Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Fabiano 'Mineiro' (Fight Game) vs Eliezer Silva (HULLKS Fight School)

Super Fight

Peso Leve (60 kg)

Diego Pìovesan (União ABC) vs Hugo Nascimento (Chacal Fight)

Super Fight

Peso Cruzador (85,1 KG)

Alessandro Benacci (Puro Impacto/Benacci team) vs Nattan Novak (CT Celio Rodrigues)

WGP #41: Undercard

Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Marcos Oliveira (RFW) vs Jackson Santos (Thailand Top Team)

Fight

Peso Leve Feminino (60 kg)

Aline Pereira (Peso Pesado Team) vs Renata ‘Pitbull’ Mascena (Equipe Baiano PitBull/Team NIKolai - Leonardo Souza)

Fight

Peso Super-Médio (78,1 kg)

Victor Figueiredo (Team Nogueira PERDIZES/Team Figueiredo) vs Romulo Oliveira (Combat Club)

Fight

Peso Pena Feminino (56 kg)

Elaine Lopes (Brazilian Thai/Goes Team) vs Angela Rosa (Geração Fight Brasil)

Fight

Peso Meio-Médio (71,8 kg)

Alessandro Araújo (União ABC) vs Renan Mathias (Serginho Team)

Fight

Peso Pena Feminino (56 kg)

Dayane Cristine (TCT) vs Karina Canuto (Serginho Team)

Fight

Peso Leve (60 kg)

Paulo 'Sergipe' (Veras TK/CT Paulinho Tebar) vs Paulo Pizzo (Peso Pesado Team)

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 12

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: