Você está aqui:Home/Blog Observador do MMA/Mostrando itens por tag: maia
A+ R A-
Mostrando itens por tag: maia

A campeã e dona do cinturão do Invicta FC Jennifer Maia realizou na última quarta-feira, 18 de outubro, um aulão feminino de Muay Thai em conscientização do Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama. 

Ainda sem compromisso marcado pela organização norte-americana, a curitibana, de 29 anos, possui 14 vitórias e quatro derrotas na carreira e está invicta há cinco lutas.

A foto é de autoria do fotógrafo Guilherme Mayorky (Direto do Octógono / Top Fighters).

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Em prol do Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, a Chute Boxe vai realizar um Aulão feminino de Muay Thai com a atual campeã do Invicta FC, Jennifer Maia. O aulão acontece no dia 18 de outubro (quarta-feira), ás 19 horas, na sede da Praça do Japão, no bairro Batel em Curitiba.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Faltam poucos dias para o UFC 214: Cormier x Jones 2. O evento, que promete ser imperdível para os fãs do esporte, acontece neste sábado, dia 29 de julho, em Anaheim, na Califórnia. Na luta principal da noite, o campeão peso-meio-pesado Daniel Cormier e o ex-dono do cinturão da divisão Jon Jones finalmente se encontram para resolver seus problemas. Os fãs brasileiros também têm motivos de sobra para acompanhar o UFC® 214: o peso-meio-médio Demian Maia e a peso-pena feminino Cris Cyborg lutam por cinturões em suas categorias contra Tyron Woodley e Tonya Evinger. Confira o que os lutadores têm a dizer faltando alguns dias para o evento.

Daniel Cormier

Sobre Jon Jones: Ele está confiante, mas eu também estou e não preciso falar isso para ninguém, eu só preciso mostrar isso no sábado. Eu espero que ele seja tão bom quanto ele sempre foi, a melhor versão dele mesmo. De resto, não preciso falar com ele, eu só preciso mostrar. Eu não quero discutir. Se ele acha que não se sentiu ameaçado na primeira vez que nos enfrentamos, ok, se ele acha que o fato de eu estar dois anos mais velho vai me atrapalhar, ok. Eu vou sentar aqui, deixar ele falar e, no sábado, vou defender meu cinturão e pegar meu cheque. 

UFC 200: Foi um momento muito difícil para mim. Eu havia treinado muito para aquela luta, para vingar a única derrota sofrida na minha carreira. Foi uma mistura de choque e tristeza quando a luta foi cancelada, mas como profissional eu resolvi voltar para o jogo, eu sabia que rapidamente outras oportunidades surgiriam.


Jon Jones

Volta ao UFC: Eu nunca quis ser o bad guy, mas em algum momento da carreira, eu não dei valor para que tinha. Eu sempre quis ser uma inspiração, mas no meio do caminho, parei de me importar e comecei a viver para mim e por mim. Eu sou responsável por tudo o que aconteceu comigo e minha vida e meus erros são um livro aberto. Mas eu coloquei minha vida nos eixos, paguei o preço das coisas que fiz errado e estou muito orgulhoso de ter arrumado tudo. E no sábado os fãs vão poder me perdoar e esquecer tudo o que aconteceu e vão passar a criar expectativas sobre o meu futuro, vão lembrar porque eu sou um lutador empolgante. Eles vão lembrar das coisas que me tornaram especial. Eu estou muito feliz de poder deixar para trás tudo o que aconteceu nos últimos dois anos e andar e olhar para frente. Eu sinto do fundo do meu coração que eu sou um cara especial e diferenciado, e quando você acredita nisso, você se torna perigoso. 

Sobre Daniel Cormier: Honestamente, essa luta não tem nada a ver com Daniel Cormier. Poderia ser com qualquer pessoa – Anthony Johnson, Alexander Gustafsson. Essa luta é sobre legado, sempre foi. Eu já tive grandes lutas com caras que me odiaram e tentaram falar mal de mim, já tive que lidar com esse tipo de comportamento. Já estive nessa posição de antagonista, mas meu objetivo sempre foi correr atrás para ser o melhor. No final do dia, Cormier vai ser lembrado como um dos grandes oponentes do Jon Jones. É isso. 

Tyron Woodley

Adversários e Demian Maia: Desde que encontrei meu lugar na divisão e mesmo como campeão, sempre quis enfrentar os melhores, sempre aceitei lutas que faziam sentido para mim, mesmo as que sai derrotado. Acho que todo campeão precisa de rivalidade e lutas que empolguem os fãs, porque eles querem se identificar com aqueles confrontos. O Demian Maia vem de sete vitórias, é um lutador incrível. Mas os fãs às vezes preferem torcer por lutadores que chamem atenção, que façam todo mundo falar sobre eles. E muitas vezes nem eu sou esse cara. Mas o que importa é que estou lutando em um card incrível e eu só quero iniciar a festa, dar minhas entrevistas e poder assistir a luta entre Cormier e Jones. Melhor meio-médio de todos os tempos: Acredito que ainda há lutas que preciso fazer para me tornar esse lutador. Preciso enfrentar nomes como o GSP e o próprio Nick Diaz para poder sonhar com esse título. Eu sei que tenho todas as ferramentas e qualidades para isso. A luta deste sábado vai ser mais um passo em busca de me tornar esse lutador. Quero crescer como campeão até me tonar uma superestrela. 

Demian Maia 

Diferenças entre a primeira e a segunda disputa pelo cinturão: Eu era o azarão na luta contra o Anderson. Eu era o cara que estava lá porque a primeira opção, que era o Sonnen, estava machucada, e a segunda, o Vitor Belfort, não poderia lutar. Eu aceitei e fui com tudo, mas eu não tinha um nível competitivo para vencer o Anderson. Eu até poderia, mas pensando competitivamente, eu não havia construído essa chance de lutar pelo cinturão como eu construí dessa vez, com sete vitórias consecutivas. E é isso que me dá a certeza de que entro na luta de sábado com 50% de chance, independente do que as pessoas possam pensar. Eu sei que a realidade é essa. Não vai ser fácil, mas também não vai ser tão difícil. É uma luta 50/50 que eu terei com o Woodley. Opiniões sobre a luta contra

Tyron Woodley: A luta vai ser ele tentando me acertar, porque ele é muito forte, explosivo e tem poder de nocaute, e eu tentando finalizá-lo. Não existe segredo aí. Eu posso falar um monte, ele pode falar um monte, mas no final das contas quem entende do esporte sabe o que vai acontecer. O jogo dele depende de algumas coisas, o meu jogo depende de outras, e quem encaixar melhor seu jogo, leva. Uma possível luta contra GSP: A possibilidade existe, é claro, mas não há nada garantido. E mesmo que houvesse, eu nunca posso deixar que isso atrapalhe meu foco. As coisas que o Woodley fala não me afetam, ele precisa falar, até para promover a luta. O que pode tirar meu foco é pensar em uma luta depois dessa, ainda mais uma luta que não está nem confirmada. Eu sempre tento bloquear ou esquecer esse assunto porque pode entrar no caminho da minha vitória. 

Cris Cyborg


Lutar pela primeira vez pelo cinturão peso-pena do UFC: Eu vejo como uma defesa do cinturão. Eu nunca perdi meu cinturão, eu deixei o meu cinturão vago. Então eu sinto como se estivesse treinando para mais uma luta. Para os olhos de alguns fãs vai ter mais valor, mas para mim vai ser mais uma defesa, mais uma consagração na minha carreira. Eu estou muito feliz de lutar na minha categoria. Essa luta é muito significativa para mim e para meus fãs. Eu estou fazendo uma campanha com meus fãs, nas redes sociais, e vou escolher um deles para entrar comigo na Pesagem. Eles que fizeram eu chegar aqui, ter essa categoria, eles fizeram isso acontecer. Foi o esforço e o pedido deles. Sobre

Tonya Evinger: Eu a respeito por ter aceitado lutar comigo em cima da hora e é uma oportunidade ótima para ela, poder lutar no UFC. A Tonya é uma grande adversária, acredito, inclusive, que ela vai dar mais trabalho que a Megan Anderson. Legado no UFC: Eu não posso ser mais uma no UFC. E eu nunca quis ser. Eu quero fazer a diferença, ser lembrada pelas outras atletas que eu não só fui a melhor lutadora, mas que eu fiz diferença para outras lutadoras, buscando melhores salários, igualdade. Eu estou aqui para melhorar o esporte. Para as atletas de antes de mim e para as que vão vir. Eu preciso melhorar para elas. 

Tonya Ervinger

Sobre ser a zebra: Eu acho que sempre estou nessa posição e quem acha que não sou tão boa assim também me coloca nessa posição. Somos duas campeãs dominantes e vai ser uma grande luta, que, inclusive, já poderia ter acontecido há muito tempo. E digo que todos deveriam assistir. Plano de jogo: Eu não vou para nenhuma luta pensando nas fraquezas do meu oponente, eu sempre penso em impor meu estilo e minhas qualidades. A Cris costuma fazer isso em suas lutas também. Eu não tenho um plano de jogo, vejo onde sou forte e onde posso vencer rounds e vou atrás disso. Você nunca sabe o que o seu adversário treinou, então eu sempre vou com a cabeça aberta caso seja necessário fazer alterações durante a luta.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Um dos maiores resorts do Brasil, o Costão do Santinho, em Florianópolis, Santa Catarina, recebe na semana de 4 a 8 de junho o "The Camp", considerado um dos maiores eventos de Jiu Jitsu do país, que reúne figuras importantes do Jiu Jitsu e do MMA. Para esta edição, estão confirmados nomes como Crolin Gracie, Renzo Gracie e Demian Maia. 

Veja o cronograma:

04/06 Crolin e Rigan - Início 09h até 11h30 (pausa para almoço) Retorno as 15h30 até 17h30.
05/06 Crolin e Rigan - Início 09h até 11h30 (pausa pra almoço) Retorno as 15h30 até 17h30.
06/06 Crolin e Rigan - Início 09h até 11h30 (pausa pra almoço) Retorno as 15h30 até 17h30.
07/06 Crolin, Renzo e Rigan - Início 09h até 11h30 (pausa pra almoço) Retorno as 15h30 até 17h30.
08/06 Crolin, Renzo e Rigan - Início 09h até 11h30  (pausa pra almoço) Retorno as 15h30 até 17h30.
08/06 Demian Maia - 19h30 até 22h/ Encerramento com a troca de faixa de Crolin Gracie.

Mais informações podem ser optidas pelos telefones: (48) 99622-6911 (Marcelo) e (48) 99174-5355 (Paula).

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O Combate transmite ao vivo, neste sábado, 27, a partir das 16h50, o UFC: Maia x Condit, em Vancouver, Canadá, com três brasileiros no card. Na luta principal, o paulista Demian Maia enfrenta o norte-americano Carlos Condit, em um encontro que deve definir o próximo desafiante do cinturão dos meio-médios. Já no penúltimo duelo, Charles Do Bronx entra em ação contra o ex-campeão Anthony Pettis. O estreante Felipe Silva fecha a lista e encara Shane Campbell, nas preliminares. 

A expectativa em torno da luta entre Demian Maia e Carlos Condit é enorme. Enquanto o brasileiro vem de cinco vitórias consecutivas e é apontado como um dos principais nomes da categoria, o norte-americano busca se recuperar da derrota para o ex-campeão Robbie Lawler e retomar o caminho rumo à mais uma disputa de título. 

Outro destaque do card, Charles Do Bronx contra Anthony Pettis promete ser um duelo de estilos. Enquanto o brasieiro é um especialista no jiu-jitsu, o ex-campeão é um trocador nato. 

Os assinantes do Combate acompanham todas as emoções do UFC: Maia x Condit, ao vivo, sendo as principais com exclusividade no canal, a partir das 16h55. O evento terá narração de Rhoodes Lima e Luiz Prota, e comentários de Carlão Barreto, Luciano Andrade e Kyra Gracie. O Combate Play também transmite o evento ao vivo na íntegra. 

Confira o card completo:

UFC Vancouver
27 de agosto, no Canadá

CARD PRINCIPAL (a partir das 21h, horário de Brasília):

Peso-meio-médio: Demian Maia x Carlos Condit
Peso-pena: Anthony Pettis x Charles do Bronx
Peso-palha: Paige VanZant x Bec Rawlings
Peso-leve: Jim Miller x Joe Lauzon

CARD PRELIMINAR (a partir das 17h, horário de Brasília):

Peso-médio: Sam Alvey x Kevin Casey
Peso-leve: Chad Laprise x Thibault Gouti 
Peso-pena: Enrique Barzola x Kyle Bochniak
Peso-leve: Shane Campbell x Felipe Silva 
Peso-médio: Garreth McLellan x Alessio Di Chirico
Peso-leve: Alex Ricci x Jeremy Kennedy
Peso-médio: Ryan Janes x Adam Hunter

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O atleta Anderson Cruz, líder da equipe Elite Fight, da cidade de Fazenda Rio Grande, região metroplitana de Curitiba, embarca para Portugal no dia 6 de outubro, onde vai participar do evento Power Expo, lutando MMA frente ao atleta da casa Cristiano Ferreira, da Bull Team. O evento acontece na cidade de Maia.

Após o evento, no dia 13, Cruz embarca para Madri, na Espanha, onde vai encontrar seu empresário, Chinto Montillo. Por lá, além de treinar e se aperfeiçoar, o paranaense vai ministrar seminários.

Ao final do mês de outubro, Anderson Cruz parte para mais uma luta, dessa vez na Rússia.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Para encerrar com chave de ouro a cobertura do UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare, evento que aconteceu no Rio de Janeiro, no dia 21 de março de 2015, apresentamos agora nosso show de imagens com mais de 150 fotos escolhidas a dedo com os melhores momentos do evento. 

As fotos são de autoria do fotógrafo Jason Silva.

Clique aqui para ir até nossa galeria de imagens.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Clique aqui e veja os melhores momentos da Coletiva final do UFC Fight Night: Maia vs. LaFlare, evento que aconteceu no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, no dia 21 de março. As fotos são do fotógrafo Jason Silva.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Veja fotos da pesagem e das encaradas do UFC Fight Night Maia vs. LaFlare, evento que acontece neste sábado, no ginásio do Maranãzinho, no Rio de Janeiro. Demian Maia enfrenta Ryan LaFlare na luta principal e Erick Silva encara Josh Koscheck no co-evento principal.

As fotos são de autoria de Jason Silva.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Depois do sucesso do UFC 179, com todos os ingressos esgotados, o UFC volta ao ginásio do Maracanãzinho, no dia 21 de março, para a sua segunda edição no Brasil em 2015. Os ingressos para o UFC Fight Night no Combate: Maia vs La Flare podem ser adquiridos a partir desta quarta-feira, dia 11 de fevereiro, a partir das 10h, pelo site www.livepass.com.br, em Pontos de Venda credenciados, na Central de Relacionamento LIVEPASS, no 4020 2413, das 9h às 21h, e na semana do evento na bilheteria oficial.

Os bilhetes estarão disponíveis para os seguintes setores: Arquibancada (R$ 180,00 / R$ 90,00 – meia-entrada); Cadeira C (R$ 250,00 / R$ 125,00 – meia-entrada); Cadeira B (R$ 360,00 / R$ 180,00 – meia-entrada); Cadeira A (R$ 460,00 / R$ 230,00 – meia-entrada); Cadeira Premium (R$ 660,00 / R$ 330,00 – meia-entrada); Octógono Premium (R$ 860,00 / R$ 430,00 – meia-entrada);  Portadores de Necessidades Especiais (R$ 90,00 – meia-entrada).

O UFC Fight Night no Combate: Maia vs La Flare terá início às 19h, com o card principal previsto para às 22h. Os portões abrem para o público a partir das 17h30.

Na luta principal do UFC Fight Night no Combate: Maia vs. La Flare, a esperada volta do brasileiro Demian Maia (19-6). Longe do octógono desde maio do ano passado, quando venceu Alexander Yakovlev, o brasileiro foi diagnosticado com uma osteomielite no ombro direito em agosto, o que o levou a duas internações. Agora 100% recuperado, Demian, #8 entre os meio médios, enfrenta o invicto Ryan LaFlare. 

O natural de Niterói Gilbert Durinho (9-0) é mais um atleta a marcar presença no evento do Rio de Janeiro. O peso leve enfrenta o americano Josh Thomson (20-7), em luta que pode render ao brasileiro uma entrada no ranking da categoria. Thomson, #7 na divisão, vem de duas derrotas controversas por decisão dividida para Bobby Green e Ben Henderson, enquanto Durinho venceu Christos Giagos na última passagem do UFC pelo Rio, no 179, em outubro de 2014.

Em um duelo que já pode ser considerado candidata à luta da noite, o capixaba Erick Silva (17-5) encara americano Ben ‘Killa B’ Saunders (18-6) pelos meio médios. Os dois lutadores vêm de resultados positivos na organização: Erick venceu Mike Rhodes por finalização em Barueri, em dezembro, e Saunders derrotou Joe Riggs por nocaute técnico.

O campeão da segunda temporada do The Ultimate Fighter Brasil Leo Santos também marca presença no Maracanãzinho. O brasileiro, que vem de vitória sobre Efrain Escudero, em Brasília, enfrenta o americano Matt Wiman.

Além das lutas de Léo Santos e Gilbert Durinho, mais quatro eletrizantes confrontos entre os leves: o catarinense Leonardo Mafra ‘Macarrão’(11-2) desce de categoria e enfrenta Cain Carrizosa (6-1); Leandro Buscapé, que vem de vitória, (17-2) encara Drew Dober (15-6); o sempre carismático Francisco Massaranduba (15-4) pega o mexicano Akbarh Arreola (23-8-1). E também pela divisão até 70kg,   o carioca Jorge ‘Blade’ (7-1) e o americano Christos Giagos fazem o duelo dos desesperados em busca da primeira vitória no UFC.

Completando as 12 lutas confirmadas, a baiana Amanda Nunes (9-4) retorna ao Rio atrás de Shayna Baszler (15-9), uma das protegidas da campeã Ronda Rousey. Já o finalista da primeira temporada do The Ultimate Fighter Godofredo Pepey (12-3) chega em boa fase contra o promissor Andre Fili (14-2). O UFC no Rio ainda apresenta Kevin Souza (15-3), que quer manter a invencibilidade no maior evento de MMA do mundo, contra o japonês carateca Katsunori Kikuno (23-6-2) e um duelo entre o boliviano Bentley Syler e o colombiano Fredy Serrano pelos moscas.


Peso meio-médio: Demian Maia vs Ryan LaFlare
Peso leve: Gilbert Burns vs Josh Thomson
Peso meio-médio: Erick Silva vs Ben Saunders
Peso leve: Leo Santos vs Matt Wiman
Peso leve: Leandro Buscapé vs Drew Dober
Peso leve: Leonardo Mafra vs Chris Carrizosa
Peso leve: Francisco Massaranduba vs Akbarh Arreola
Peso Galo Feminino: Amanda Nunes vs Shayna Baszler
Peso Pena: Godofredo Pepey vs Andre Fili
Peso Pena: Kevin Souza vs Katsunori Kikuno
Peso Mosca: Bentley Syler vs Fredy Serrano
Peso Leve: Jorge de Oliveira vs Christos Giagos

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 2

Comentários