Você está aqui:Home/Blog Observador do MMA/Mostrando itens por tag: Goiania
A+ R A-
Mostrando itens por tag: Goiania

No UFC que aconteceu em Goiânia, na noite de 30 de maio, Carlos Condit foi declarado vencedor por nocaute técnico, após interrupção médica no intervalo do primeiro para o segundo round, a qual declarou que Thiago "Pitbull" Alves não tinha condição de continuar o combate principal do evento.

No co-evento da noite, Charles "DoBronx" finalizou no terceiro round o atleta Nik Lentz e deu mais um importante passo dentro da organização.

Veja os resultados do card principal e clique aqui para ver as fotos.

Card principal:

Carlos Condit venceu Thiago Alves por nocaute técnico (interrupção médica) no segundo round.
Charles Do Bronx finalizou Nik Lentz no terceiro round.
Alex Cowboy finalizou K.J. Noons no primeiro round.
Francimar Bodão venceu Ryan Jimmo na decisão unânime dos juízes.
Francisco Massaranduba venceu Norman Parke por decisão dividida dos juízes.
Darren Till venceu Wendell Negão por nocaute técnico no segundo round.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Acompanhe agora os resultados do card preliminar do UFC que aconteceu na cidade de Goiânia, em Goiás, no sábado, 30 de maio, terceiro evento do UFC no Brasil em 2015 e segundo da história da cidade.

Rony Jason, único brasileiro a vencer um atleta gringo neste card preliminar, finalizando Damon Jackson no primeiro round. Os estreantes Elizeu Capoeira e Erick Almeida foram derrotados.

Clique aqui para ver as fotos, clicadas por Jason Silva.

Card preliminar:

Rony Jason finalizou Damon Jackson no primeiro round.
Jussier Formiga venceu Wilson Reis na decisão unânime dos juízes.
Nicolas Dalby venceu Elizeu Capoeira na decisão dividida dos juízes.
Mirsad Bektic venceu Lucas Mineiro por nocaute técnico no segundo round.
Juliana Lima venceu Ericka Almeida na decisão unânime dos juízes.
Tom Breese venceu Luiz Besouro por nocaute técnico no primeiro round.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Tudo pronto para o UFC Fight Night 67, o UFC que desembarca pela segunda vez em Goiânia, e em 2015, pela terceira vez no Brasil, evento que terá Carlos Condit e Thiago Alves na luta principal.

Na foto, a encarada do paranaense Elizeu Capoeira, que estreia frente Nicolas Dalby.


Clique aqui e veja as fotos da pesagem e das encaradas, clicadas por Jason Silva. 

UFC Fight Night 67: Alves vs. Condit
Sábado, 30 de maio de 2015
Goiania Arena | Goiania, Goias, Brasil

Card principal:

Thiago Alves vs. Carlos Condit
Nik Lentz vs. Charles Do Bronx
K.J. Noons vs. Alex Cowboy
Francimar Barroso vs. Ryan Jimmo
Norman Parke vs. Francisco Massaranduba
Wendell Negão vs. Darren Till

Card preliminar:

Damon Jackson vs. Rony Jason
Jussier Formiga vs. Wilson Reis
Nicolas Dalby vs. Elizeu Capoeira
Mirsad Bektic vs. Lucas Mineiro
Ericka Almeida vs. Juliana Lima
Tom Breese vs. Luiz Besouro

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Antes das encaradas e da pesagem oficial do UFC que acontece em Goiânia neste sábado, dia 30 de maio, os fãs da cidade puderam participar de sessão de autógrafos com as Octagon Girls Camila Oliveira, Jhenny Andrade e Luciana Andrade, e com os atletas Erick Silva e Bethe Correia, dentro do complexo esportivo Goiânia Arena, local onde neste sábado acontece o evento.

Veja abaixo algumas fotos desta sessão, clicadas por Wiliam Lucas, da Inovafoto.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O potiguar Jussier Formiga já bateu à porta da sonhada disputa de título na categoria peso-mosca (até 57,1kg) do UFC em duas oportunidades. Neste sábado, dia 30 de maio, ele enfrenta Wilson Reis no UFC Fight Night 67, em Goiânia, em busca da terceira vitória consecutiva e um title shot diante do campeão Demetrious Johnson. Com cinco lutas e três triunfos no Ultimate, Formiga enfrenta, pela primeira vez no octógono, um adversário com característica parecida com a sua, já que Reis também é especialista e faixa-preta de jiu-jitsu. 

Atualmente na quarta posição no ranking da categoria, o lutador tem motivos para sonhar com o título em caso de vitória. À sua frente estão, apenas, Joseph Benavidez e John Dodson, que já o derrotaram, e tiveram suas chances pelo título, além de Ian McCall, que, por sua vez, vem de derrota para John Lineker. O campeão Demetrious Johnson chegou, inclusive, a citar, através das redes sociais, o nome de Formiga como um possível desafiante.

"Fico bastante feliz com essa lembrança do Johnson e é sempre bom saber que ele conhece meu jogo e deseja me enfrentar", celebra Formiga. "Meu objetivo é, primeiro, vencer o Wilson e depois, quem sabe, sonhar com essa disputa pelo título. Eu já tive a chance de conseguir o title shot duas vezes, mas acabei deixando passar por demorar para cair a ficha que eu estava no UFC. Só depois de um tempo adquiri essa confiança e consegui mostrar minhas habilidades nas duas últimas lutas".

Com o equilíbrio da categoria, Formiga sabe que não terá apenas que vencer e sim impressionar a organização diante de Wilson Reis, neste sábado, para chegar à disputa de título. "Essa vai ser a primeira vez que vou lutar com alguém tão forte de chão, e acho que a luta pode ser até melhor por isso. Estou mais acostumado a lutar com caras strikers, e procuro sempre treinar mais essa parte para igualar o nível dos meus adversários. Espero fazer um grande combate, aposto mais no meu jiu-jitsu para sair com uma bela finalização e chamar a atenção do UFC", conta.

O camp para o duelo deste sábado foi feito na academia Nova União, no Rio de Janeiro, que conta com um verdadeiro arsenal de atletas de alto nível nas categorias mais leves. "A preparação foi uma das melhores que já fiz, treinei bastante com caras duríssimos como Renan Barão, Dileno Lopes, Marlon Sandro e eles me ajudaram muito a chegar no ponto certo para esse duelo. Eu procurei também treinar com os canhotos para simular mais o Wilson e sinto que estou bem preparado para ele. Vai ser a minha quarta luta contra canhotos no UFC, já estou acostumado", afirma.

Aos 30 anos, Formiga estreou no UFC em 2012 com derrota para John Dodson. Após vencer Chris Cariaso e ser derrotado por Joseph Benavidez, o potiguar emendou duas vitórias seguidas sobre Scott Jorgensen e Zach Makovsky. Wilson Reis teve um histórico semelhante ao de seu adversário na organização. Após debutar em 2013 com triunfo sobre Ivan Menjivar, ele foi derrotado pelo compatriota Iuri Marajó e vem de vitórias em seus dois últimos duelos, sobre Joby Sanchez e Scott Jorgensen.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A expectativa pela estreia de Elizeu Capoeira no UFC vai chegando ao fim. O paranaense entra em ação em Goiânia, Goiás, diante do dinamarquês Nicolas Dalby neste sábado, dia 30 de maio, no UFC Fight Night 67. Para vencer em seu primeiro compromisso na organização, o lutador meio-médio (até 77,5kg) confia no longo camp de treinamento realizado na CM System, no Paraná, sob o comando de Cristiano Marcello, líder da equipe. Foram cinco meses de preparação para a luta mais importante de sua vida até o momento, como ele mesmo considera. 

Invicto há 20 meses, Elizeu Capoeira aguardava ansiosamente pelo convite do UFC, que chegou em fevereiro deste ano após mais uma apresentação avassaladora no cenário nacional. Em dezembro do ano passado, ele finalizou Eduardo Ramon na única defesa de título que fez pelo Jungle Fight, antes de ser contratado pelo Ultimate. Desde outubro de 2013, Capoeira realizou quatro lutas, sendo três nocautes e uma finalização, todas até o segundo round. 

"Eu venho treinando forte desde o começo do ano. Foi a primeira vez que treinei em um ritmo tão intenso durante um período tão longo, e isso foi ótimo porque tive bastante tempo para fazer todos os ajustes e chegar 100% para essa luta. É o momento mais importante da minha carreira, estou muito feliz. Sinto que estou no ápice da minha carreira, tanto fisicamente quanto tecnicamente, e vou vencer de uma maneira que impressione a todos", planeja Capoeira.

Aos 28 anos, o brasileiro terá pela frente um oponente invicto no MMA profissional. Dalby tem 13 lutas e 13 vitórias, e também fará sua estreia pelo UFC. Ao contrário de Elizeu Capoeira, o dinamarquês conquistou a maioria de seus triunfos por decisão dos juízes laterais. Por nunca ter se apresentado fora da Europa, o estilo de luta de Nicolas Dalby não foi destrinchado pelo atleta da CM System. A dificuldade de encontrar informações do oponente fez Capoeira focar ainda mais em suas qualidades.

"Sei que ele é invicto, só competiu no cenário europeu do MMA e ainda não teve uma luta tão relevante a nível mundial. Tive poucas informações sobre ele, mas estou focado no que eu preciso fazer dentro do octógono. Estou seguro que, se eu conseguir colocar em prática o que treinei, pouco importa o que ele tem para me oferecer como perigo porque eu vou vencê-lo", explica confiante o lutador natural de Francisco Beltrão, cidade do sudoeste do Paraná e que fica a 500km de Curitiba.

Inspiração em ex-campeão da mesma categoria

Elizeu Capoeira tem entre os lutadores que mais admira um com o qual ele deseja seguir os passos fielmente. O canadense Georges St-Pierre, campeão da categoria meio-médio do UFC por cinco anos e meio, é a grande inspiração do paranaense. A inteligência dentro do octógono e a vida pacata fora da luta são peculiaridades semelhantes entre eles, e anima o brasileiro para chegar até o topo da divisão, assim como GSP fez.

"Eu sou fã dele, um cara que gostava de ver lutar e que admiro muito fora do cage também. Ele é tranquilo, é exemplo para muitas pessoas, independente da luta. Acho que nos parecemos por isso, mas sei que tenho muito a fazer para chegar perto do que ele foi para o MMA. O primeiro passo será neste sábado, e vou chegar lá também, podem acreditar", avisa Elizeu Capoeira. 

Responsável pelos treinos do atleta desde 2009, ano que lançou a CM System, Cristiano Marcello é só confiança ao falar do pupilo. "Eu não tenho a menor dúvida que o Elizeu está chegando para ser um dos melhores da categoria em pouco tempo. Ele é inteligente, tem as mãos pesadas, um excelente jogo de grappling e vai longe. Está muito bem treinado, pronto para mostrar uma intensidade de luta muito grande. Ele chega para ser campeão, mas sabemos que temos uma escada longa pela frente. E vamos subi-la degrau por degrau".

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Lucas Mineiro está a poucos dias de voltar ao octógono. Neste sábado, dia 30 de maio, ele encara o bósnio Mirsad Bektic pelo UFC Fight Night 67, em Goiânia, Goiás, em sua sexta luta pela organização norte-americana. Após amargar um revés na última luta, contra Darren Elkins, interrompendo assim uma sequência de três vitórias - duas por nocaute e uma por finalização -, o representante da Chute Boxe Diego Lima quer voltar a vencer de maneira contundente na categoria peso-pena (até 66,1kg). Para isso, usou os sete meses ausente do octógono para aprimorar os pontos falhos em seu jogo e intensificar a trocação.

O período longe da ativa serviu também para Lucas Mineiro auxiliar nos treinos de seu amigo e companheiro de equipe Thomas Almeida, que lutou em abril deste ano e já tem novo desafio agendado para julho. Na última apresentação de Thominhas, Mineiro foi seu principal sparring, simulando o jogo de Yves Jabouin. A estratégia nos treinos deu certo, e o brasileiro nocauteou o canadense ainda no primeiro round da luta válida pelo UFC 186. Assim, o chamado a um mês do combate contra Bektic não intimida Lucas Mineiro, já que o ritmo de seus treinos estava intenso.

"Foi bom ficar esses sete meses ‘parado’ porque pude manter o foco estudando os erros que cometi em combates anteriores. Já estava preparado para este porque ajudei o Thomas por bastante tempo, então já estava bem no peso e com ritmo de luta. Aprendi muito com minha última luta e vou surpreender meu adversário. Me preparei em todas as frentes, todas as formas de ataque e defesa, e estou mais completo. Não tenho apenas um estilo de luta", avisa Mineiro, de 26 anos, dono de um cartel de 15 vitórias e apenas duas derrotas no MMA profissional. 

Lucas Mineiro busca sua quarta vitória no UFC, e comemora a sequência de lutas na categoria peso-pena para se posicionar entre os melhores. Apesar da pouca idade, o atleta já duelou em cinco oportunidades pela organização e em três categorias diferentes, incluindo uma nos pesos-galos, em setembro de 2013, quando finalizou Ramiro Hernandez em apenas um minuto de combate, além da estreia, em janeiro do mesmo ano, entre os leves. 

Um triunfo em Goiânia poderá deixa-lo próximo novamente de estar no Top 15 dos penas. "Estou na minha divisão de peso correta. Tenho que manter a disciplina na dieta e cortar peso, mas tudo isso é necessário para chegar bem dentro do cage e ser recompensado no final. Quero vencer bem e convencer o UFC que já não sou mais uma promessa, mas, sim, uma realidade dentro da organização", afirma o lutador da cidade de Montes Claros. 

Das cinco apresentações que fez pelo Ultimate, apenas uma Lucas Mineiro lutou no exterior. Estar no Brasil, com o apoio da torcida, agrada o mineiro. Os fãs brasileiros servem como estímulo a mais pela vitória, com o já tradicional grito de "uh vai morrer" que vem das arquibancadas em edições do evento no país. 

"Lutar em casa é bom demais por causa dessa energia positiva, a família e os amigos por perto, a comida não é tão diferente daquilo que você está acostumado. Então faz diferença, sim, lutar no Brasil e tenho certeza que o torcedor pode influenciar na minha performance. Mas, apesar de ter me preparado bem no jiu-jitsu, no wrestling e luta agarrada, vou em busca do nocaute. Minha previsão é de vitória no segundo round", analisa Lucas Mineiro.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Na manhã e início da tarde desta quinta-feira, dia 28 de maio, o UFC realizou em Goiânia o treino aberto para a imprensa, que visa dar material para que os jornalistas possam ilustrar suas matérias direto da capital de Goiás, que realiza a terceira edição do evento no Brasil em 2015 e a segunda vez na cidade.

Nesta quinta-feira ainda acontece o Media Day, também exclusivo para a imprensa credenciada colher entrevistas dos astros do card do evento que acontece dia 30, sábado, a Arena Goiânia.

Veja abaixo um pouco do que rolou no treino aberto. As fotos são de Wiliam Lucas, da Inovafoto.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Na quarta-feira, dia 27 de maio, o UFC deu o pontapé nas atividades da semana na cidade de Goiânia, em Goiás, com uma atividade para fãs na Universidade Salgado de Oliveira, com sessão de autógrafos e perguntas e respostas com Erick Silva e Bethe Correia, além das Octagon Girls Camila Oliveira, Jhenny Andrade e Luciana Andrade. Tudo mediado pela apresentadora e mestre de cerimônias Paula Sack.

As fotos são de Wiliam Lucas (Inovafoto) e você confere na galeria abaixo.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Além da vontade natural de vencer, Francimar Bodão carrega um sentimento extra para o combate deste sábado, dia 30 de maio, pelo UFC Fight Night 67. Natural de Xarupi, cidade do Acre e que fica a 175km da capital Rio Branco, o lutador meio-pesado (93,3kg) da Nova União quer a vitória sobre Ryan Jimmo para homenagear às vítimas da cheia do Rio Acre, que desabrigou milhares de moradores de sua cidade natal em março deste ano. Na ocasião, Bodão estava no Rio de Janeiro, em preparação para o duelo que acontece em Goiânia, capital de Goiás. 

Aos 35 anos, o atleta se prepara para a 21ª luta no cartel profissional. São 16 vitórias e apenas quatro derrotas em dez anos de carreira. Na última vez que subiu no octógono, amargou um polêmico revés por decisão dividida dos juízes laterais diante Hans Stringer, em março de 2014. Para voltar a vencer, o xapuriense se inspira nas histórias de superação de seus conterrâneos.

"Sei que a minha luta será difícil, mas vou buscar essa vitória por todos de Xarupi. Eles passaram por um período muito difícil com as enchentes, metade do Acre sofreu na pele essa tragédia, e muitas famílias perderam tudo. Nosso povo é guerreiro e tenho certeza que daremos a volta por cima. É o mesmo que vai acontecer comigo no UFC. Perdi minha última luta, mas me preparei para vencer esse combate e vou dedicar a vitória ao meu povo", conta o lutador.

Há pouco mais de um ano sem lutar, Francimar Bodão não esconde a felicidade por retornar à ativa. Para minimizar a falta de ritmo de luta, ele exerceu papel importante na preparação de Thales Leites, seu companheiro de Nova União. Escalado para encarar Ovince St. Preux no UFC Fight Night 56, em novembro do ano passado, Bodão teve que esperar mais para lutar novamente após o oponente ser remanejado para encarar Mauricio Shogun na principal luta do show. Assim, intensificou a ajuda ao amigo Thales Leites, que bateu Tim Boetsch em janeiro deste ano. Em fevereiro, recebeu a promessa de lutar em maio, iniciando sua preparação.

"Quando comecei meu camp, já estava em um ritmo intenso de treinos, então tive um camp longo e muito bom. Mesmo sem lutar, me mantive em atividade, anlisei minhas lutas para corrigir algumas falhas e me sinto bem como nunca me senti na carreira antes. Os fãs verão um lutador que evoluiu muito. Serei mais agressivo e técnico", avisa.

Do outro lado do octógono, o brasileiro terá Ryan Jimmo, de 33 anos. No cartel, o canadense possui 19 vitórias e, assim como Bodão, quatro derrotas. Jimmo também está há um longo período sem lutar. Sua última apresentação foi em junho de 2014, no revés diante de Ovince St. Preux. Pelo momento que vivem e estilos de luta, o atleta da Nova União vê com bons olhos o casamento do combate. "Ele é um striker, tem o estilo parecido com o meu. Se ele vier para cima, um dos dois vai cair. Tenho certeza que vai ser ele. Será uma luta que os fãs vão gostar, porque não vai ter enrolação. Vou nocautear ou finalizar", encerra.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 6

Comentários