Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/Mostrando itens por tag: Rio
A+ R A-
Mostrando itens por tag: Rio

A promessa foi confirmada! O Rio e Janeiro viveu um fim de semana único, com muito esporte, clima familiar e lazer. Maior evento de jiu-jitsu da América Latina e um dos maiores do mundo, o Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour 2017-2018 proporcionou disputas para lá de interessantes e provou ao público, que compareceu à Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, na Zona Oeste do Rio, o valor da arte suave dentro da Cidade Maravilhosa. O evento, disputado entre os dias 10 e 12 de novembro, contou com mais de três mil atletas das mais variadas graduações e faixas etárias. O sucesso estrondoso foi nítido também nas arquibancadas do ginásio que, durante os três dias de competição, recebeu ótimos públicos e contou com a presença de muitos cascas-grossas da antiga e da nova geração.


O alto nível dos competidores e o elevado grau de organização foram percebidos desde a sexta-feira (10). Muitos talentos foram observadores e deixaram claro que a modalidade tem um lugar cativo no coração do povo brasileiro. Lutadores de 23  países vieram ao Rio de Janeiro disputar o torneio. O que se viu foi um show de técnicas e disposição. Não faltou entrega e vontade de vencer. O evento, que também sedia suas etapas no Japão, Estados Unidos, Inglaterra e Emirados Árabes distribuiu um total de 125 mil dólares em premiações.

Último dia de competição, o domingo guardou o que tinha de melhor para os fãs do verdadeiro jiu-jitsu. As finais das faixas marrons e pretas foram um verdadeiro presente às pessoas que levaram ao ginásio sua energia e torcida. Nomes de muita relevância no jiu-jitsu internacional entraram no tatame dispostos a deixarem tudo de si. Não faltou entrega e o resultado foram lutas muito parelhas e emocionantes. Apesar das disputas muito acirradas dentro do dojo, o que não faltou foi espírito esportivo e parceria entre todos os atletas participantes.

Um dos eventos mais aguardados do grande público, o "Duelo de Lendas" também não deixou nada a desejar. Alguns dos nomes responsáveis por alavancar a imagem do jiu-jitsu para o mundo, Carlão Barreto e Rafael Carino mostraram que, apesar de grande tempo fora das competições, a mentalidade vencedora e competitiva sempre estará com eles. Em uma luta bastante equilibrada, eles mostraram que ainda possuem lenha para queimar e ainda ensinarão muitos jovens sobre o verdadeiro sentido de competir com hombridade. Ao fim, melhor para Carino que venceu o duelo por 2 a 0.

Na disputa por equipes, a GFTeam ficou com o primeiro lugar, seguido pela Gracie Barra em segundo e Nova União em terceiro.

Resultados do Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour 2017-2018 :

Duelo de Lendas

Rafael Carino venceu Carlão Barreto por 2 a 0

Masculino (Faixa-Preta)

José Carlos "Cocó" venceu David Herrera na decisão - 56kg

Hiago George venceu João Miyao por 1 a 0 nas vantagens, após 6 a 6 nos pontos - 62kg

João Neto venceu Rafael Mansur por finalização (triângulo) - 69kg

Hugo Marques venceu Ricardo "Pingo" Lima por 2 a 0 - 77kg

Isaque Bahiense venceu Gustavo “Braguinha” por 1 a 0 nas vantagens - 85kg

Patrick Gaudio venceu Guilherme Santos na decisão - 94kg

Gerard Labinski venceu Igor Silva por 1 a 0 nas vantagens - até 110kg

Feminino (Faixa-preta)

Mayssa Bastos ficou com o ouro sem adversárias na categoria - 49kg

Cláudia do Val venceu Heloisa Ferreira na decisão - 90kg

Amanda Nogueira venceu Mayara Abraão por 2 a 0 - 55kg

Bia Mesquita venceu Bia Basílio por 6 a 0 - 62kg

Ana Carolina Vieira venceu Thamara Silva por finalização (estrangulamento) - 70kg

Cláudia do Val venceu Heloisa Ferreira na decisão dos árbitros - 90kg

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Com grandes duelos e quatro disputas de cinturão, a sexta edição do XForce cumpriu a promessa de agitar a cidade de Macaé, na Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro, e o público que compareceu no último sábado (11) ao Ginásio Juquinha pode assistir a um verdadeiro show de nocautes e finalizações. Na luta principal da noite, Lincon de Sá se manteve como campeão peso-mosca (até 57kg) ao finalizar Lucas Oliveira no final do primeiro round. Os outros campeões da noite foram: Ítalo Gomes nos penas (até 66kg), Thiago Big Monster entre os pesados (até 120kg) e Matheus Capoeira nos meio-médios (até 77kg).

Lincon de Sá entrou em ação na luta principal do XForce 6 para defender o cinturão peso mosca e teve pela frente Lucas Oliveira. A maior parte do duelo aconteceu no solo, onde os dois lutadores mostraram muita força no chão. Por baixo, Luquinhas tentou a finalização, enquanto o campeão se defendia. O confronto vinha bastante equilibrado, mas Lincon conseguiu a montada e no ground and pound aplicou um forte soco que fez Lucas sentir. Ciente de que estava no melhor momento, Lincon aproveitou e encaixou um belo katagatame que obrigou o desafiante a dar os três tapinhas de desistência.

"Quero agradecer a todos da minha equipe, fiz um ótimo camp, me preparei forte para o evento já que era minha defesa de cinturão, pois a verdade é que a gente só conhece um campeão quando ele defende o cinturão pelo menos uma vez e eu fui lá e cumpri. Espero voltar mais forte da próxima vez e se Deus quiser, ao invés de finalizar, vou sair com nocaute e principalmente em cima desse que cara que me desafiou depois da luta. Quero agradecer a cidade de Macaé e todos que vieram me prestigiar. Meu adversário era muito forte e veio para tentar me finalizar, mas eles se esquecem que sou faixa preta, o objetivo dele era me finalizar, todo mundo falou que ele iria me finalizar, mas foi ele que acabou finalizado. Quem quiser pegar meu cinturão vai ter que trabalhar muito duro", disse Lincon de Sá.

Em duelo equilibrado, Ítalo Gomes vence Renan Leal e conquista o cinturão dos penas

No co-evento principal estava em jogo o cinturão dos penas que estava vago desde que o antigo detentor Gabriel Oliveira foi contratado pelo evento japonês Rizin, mas somente Ítalo Gomes poderia conquistar já que Renan Leal não conseguiu bater o peso. Mesmo sabendo que não poderia se sagrar campeão, Renan não quis saber de deixar Ítalo levar o cinturão para casa e travou uma grande batalha. O confronto foi bastante equilibrado, mas após três rounds, Ítalo Gomes levou vantagem e conquistou o título da divisão.

"Foi uma batalha, uma guerra e eu não esperava nada diferente disso, então a gente procurou fazer o trabalho certo, buscando o jogo de chão e o ground and pound. Queria agradecer essa vitória a minha equipe e também ao meu adversário que aceitou a luta em cima da hora, mas mesmo assim foi uma grande batalha. Mesmo sabendo que ele não podia conquistar o cinturão, já que não bateu o peso, eu sabia que ele vinha com tudo para cima de mim, então eu tinha que manter a calma para fazer uma boa luta. Foi muito legal conquistar o cinturão que foi de um atleta que agora luta lá fora, então agora vou me preparar para manter comigo", disse.

No duelo de pesados, Thiago Big Monster nocauteia Wanderson Samurai no início do segundo round

Thiago Big Monster e Wanderson Samurai subiram no cage em busca do cinturão dos pesados. Os dois atletas começaram o combate com muito estudo, enquanto Samurai se movimentava e tentava alguns golpes, Big Monster procurava o melhor momento para atacar. Parecia que o confronto iria acabar ainda no fim do primeiro round quando Wanderson acertou um belo soco que fez o lutador da IFTeam balançar, mas o gongo soou. Thiago foi para o intervalo com um ferimento no rosto. Os médicos analisaram e decidiram manter o atleta na luta. Liberado, Thiago Big Monster não quis saber de prolongar a luta e conectou um belo soco que fez Wanderson Samurai cair logo aos 25 segundos. No chão, Big Monster ainda aplicou alguns golpes até o árbitro Lenílson Tenório interromper.

Ao som do berimbau, Matheus Capoeira nocauteia Jairo Ribeiro em apenas 25 segundos

A primeira disputa de cinturão da noite colocou frente a frente Matheus Capoeira e Jairo Ribeiro. Em homenagem ao apelido, Matheus fez sua entrada ao som do berimbau que levantou o público. Na hora do combate o atleta da NC Fusion precisou de apenas 25 segundos para nocautear Jairo Ribeiro.

Além das disputas de cinturão, os destaques do card principal foram os nocautes de Wylson Monteiro sobre Paulo Roberto e Charles Lee sobre Ricardo Bombinha.

Os atletas amadores foram os responsáveis pela abertura da noite de lutas do XForce 6 e o principal destaque foi a finalização relâmpago de Daniel Borges que precisou de apenas 29 segundos para obrigar Matheus Macieira a dar os três tapinhas de desistência ao encaixar uma guilhotina. A outra finalização veio com Elizeu Batoré que também encaixou uma guilhotina para finalizar Elison Samuray.

MC Serginho anima a galera

Enquanto aguardava o intervalo entre o card amador e profissional, MC Serginho foi responsável por animar o público. O funkeiro cantou sucessos de sua carreira como "Éguinha Pocotó" e "Vai Serginho" entre outros, além de mostrar muita irreverência e carisma.

Confira os resultados do XForce MMA 6

MMA PROFISSIONAL

Até 57kg – Lincon de Sá (Gracie Barra Paulo Rambinho) venceu Lucas Oliveira "Luquinhas" (ABJJ/Strike MMA) por finalização aos 4:39 do primeiro round - Árbitro: Lenílson Tenório - disputa de cinturão

Até 66kg – Ítalo Gomes (Malafaia Team) venceu Renan Leal (Gracie Barra Paulo Rambinho) por decisão unânime (triplo 30x27) - Árbitro: Johil de Oliveira - disputa de cinturão

Até 120kg- Thiago Big Monster (IFTeam) venceu Wanderson Samurai (Team Base/SST) por nocaute técnico (socos) aos 20 segundos do segundo round - Árbitro: Lenílson Tenório - disputa de cinturão

Até 77kg – Matheus Capoeira (NC Fusion) venceu Jairo Ribeiro (Arena Champs) por nocaute técnico (socos) aos 25 segundos - Árbitro: Johil de Oliveira - disputa de cinturão

Até 66kg – Wylson Monteiro (CT Rodolfo Buda) venceu Paulo Roberto (Relma Combat) por nocaute técnico (socos) aos 4:57 do primeiro round - Árbitro: Lenílson Tenório

Até 57kg – Charles Lee (Arena Champs) venceu Ricardo Bombinha (Gracie Barra Paulo Rambinho) por nocaute técnico (chutes) aos 3:21 do segundo round - Árbitro: Johil de Oliveira

MMA AMADOR

Até 66kg – Elizeu Batoré (NC Fusion) venceu Elison Samurai (Gracie Barra Paulo Rambinho) por finalização (guilhotina) aos 1:21 do segundo round - Árbitro: Lenílson Tenório

Até 57kg – Francisco "Índio" Xavier (Hebrom Fight MMA) venceu Igor Magalhães (NC Fusion) por decisão unânime (triplo 30x27) - Árbitro: Johil de Oliveira

Até 70kg – Daniel Borges (IFTeam) venceu Matheus Macieira (Arena Champs) por finalização (guilhotina) aos 29 segundos do primeiro round - Árbitro: Lenílson Tenório

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Um dos maiores eventos de lutas da Região Serrana do Rio de Janeiro, o The Coliseum Fight realizou no último sábado (04) a sua terceira edição e o público que compareceu ao Ginásio Pedro Jahara, mais conhecido como Pedrão, em Teresópolis, pode assistir a grandes duelos.

O evento contou com grandes duelos de Muay Thai, Jiu-Jitsu e MMA que entraram madrugada adentro agitando o público que vibrou e torceu para seus lutadores favoritos.

A luta principal da noite foi de Jiu-Jitsu e o campeão mundial Erberth Santos levou a melhor sobre Levi Costa por finalização.

Para o organizador do evento, Cláudio Muniz, o The Coliseum Fight superou todas as expectativas e já pensa na próxima edição em abril de 2018.

“O evento foi muito acima das minhas expectativas, o ginásio estava cheio e fomos muito bem apoiado por todos. Eu já sabia que ia dar certo porque a segunda edição já tinha sido um sucesso e acredito que no próximo evento teremos um maior apoio e podemos premiar melhor os atletas”, disse.

Confira os principais resultados do The Coliseum Fight

Luta principal  Jiu-Jitsu

Erberth Santos venceu Levi Costa por finalização

MMA

Bebeto Crispim venceu Thiago Monster por decisão unânime

Blade venceu Abias por nocaute

Jiu Jitsu

Fábio Valentim venceu Josiel

Natan Tavares venceu Catatau

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Tudo pronto para o XForce MMA 6, com os atletas devidamente pesados, agora é hora de aguardar o evento que vai agitar a cidade de Macaé, na Região Norte Fluminense do Rio de Janeiro, no próximo sábado (11) e o palco do show será o Ginásio Juquinha. Na última sexta-feira (10), os atletas enfrentaram seu primeiro adversário, a balança. Após a pesagem, os lutadores fizeram as tradicionais encaradas.

Durante a pesagem, quase todos os atletas bateram seus respectivos pesos, o único que teve problemas com a balança foi Renan Leal, que disputa o título do peso-pena (até 66kg) contra Ítalo Gomes. O atleta da Gracie Barra Paulo Rambinho não atingiu a meta, com isso o duelo só valerá cinturão para Ítalo. Caso Renan vença o posto de campeão ficará vago. Outra baixa no evento foi a queda do confronto entre Fernando Cardoso e Jocimar Pernalonga, válido pelo card amador.

O XForce 6 contará com seis lutas profissionais, sendo quatro disputas de cinturão, e quatro duelos amadores. A atração principal da noite será o confronto entre Lincon de Sá, que defende o título do peso-mosca (até 57kg), e Lucas Oliveira. No co-evento, Ítalo Gomes e Renan Leal se enfrentam, mas somente Ítalo poderá se sagrar campeão peso-pena caso vença. O cinturão da categoria pertencia a Gabriel Oliveira, que foi contratado pelo evento japonês Rizin.

Nas outras disputas de cinturão, Matheus Capoeira e Jairo Ribeiro se enfrentam para ver quem será o campeão dos meio-médios (até 77kg). Já Thiago Big Monster disputa o título dos pesados (até 120kg) contra Wanderson Samurai.

Visando repetir o sucesso das edições anteriores, o XForce 6 promete sacudir os amantes de MMA da região e o público que comparecer ao Ginásio Juquinha vai poder assistir a grandes duelos, foi o que garantiu o organizador do evento Luiz Henrique.

“A expectativa está bem grande, estamos em uma correria danada, o que posso garantir é que teremos grandes lutas no card. Os combates vão estremecer o cage e quem vier vai poder assistir um grande evento. Nosso evento tem crescido muito e nessa edição teremos quatro disputas de cinturão para a galera que vier ao XForce. Trabalhamos muito para fazer um evento cada vez melhor para o público”, disse.

Além das disputas de cinturão, o card profissional contará com o confronto entre Wylson Monteiro e Thomas Jon Jones, além do duelo entre Charles Lee e Ricardo Bombinha. Abrindo a noite de lutas, o XForce 6 contará com mais quatro lutas de MMA amador.

Confira o card do XForce 6

MMA PROFISSIONAL

Até 57kg – Lincon de Sá (Gracie Barra Paulo Rambinho) x Lucas Oliveira “Luquinhas” (ABJJ/Strike MMA) – disputa de cinturão

Até 120kg- Thiago Big Monster (IFTeam) x Wanderson “Samurai” Souza (Team Base/SST)– disputa de cinturão

Até 66kg – Ítalo Gomes (Malafaia Team) x Renan Leal (Gracie Barra Paulo Rambinho) – disputa de cinturão

Até 77kg – Matheus Capoeira (NC Fusion) x Jairo Ribeiro (Arena Champs) – disputa de cinturão

Até 66kg – Wylson Monteiro (CT Rodolfo Buda) x Thomas “Jon Jones” (X-Gym)

Até 57kg – Charles Lee (Arena Champs) x Ricardo Bombinha (Gracie Barra Paulo Rambinho)

MMA AMADOR

Até 70kg – Marcos Machado (Hebrom Fight MMA) x a definir

Até 66kg – Elison Samurai (Gracie Barra Paulo Rambinho) x a definir

Até 57kg – Igor Magalhães (NC Fusion) x Francisco Xavier Santagata (Hebrom Fight MMA)

Até 70kg – Daniel Borges (IFTeam) x Matheus Macieira (Arena Champs)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

 

O Rio de Janeiro vai viver um fim de semana de muita disputa nos tatames. Tudo porque um dos maiores torneios de jiu-jitsu do mundo desembarca na Cidade Maravilhosa nesta sexta-feira (10). Maior competição de arte suave da América Latina, o Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour prometer fazer ferver a Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra, Zona Oeste do Rio de Janeiro, entre os dias 10 e 12 de novembro.

Além do Brasil, a competição está presente em países como Japão, Estados Unidos, Inglaterra e Emirados Árabes Unidos. O torneio, que conta com cerca de três mil inscritos, distribuirá 125 mil dólares em premiações.A entrada do público será franca. É bom lembrar que o estacionamento e a alimentação dentro da Arena são de responsabilidade dos torcedores.

O torneio é aberto para todas as nacionalidades e faixas, nas categorias juvenil, adulta, master e lendas. Além de prêmios em dinheiro, a competição bonificará os melhores atletas com pontos para o ranking geral da organização e medalhas para os primeiros colocados. 600 faixas-pretas, de 23 países, estarão no Rio para testar seus conhecimentos.

Fazendo jus às tradição do jiu-jitsu no solo carioca, o Abu Dhabi Grand Slam promoverá um duelo entre dois ex-campeões mundiais peso-pesado da arte suave: Carlão Barreto x Rafael Carino. Lendas da modalidade no cenário nacional, os dois atletas, que já se apresentaram no UFC, prometem um espetáculo único para o público.

Serviço

Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour – Rio de Janeiro
Data: 10, 11 e 12 de novembro
Horário: 10h (todos os dias)
Local: Arena Carioca 1 (Parque Olímpico da Barra)

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Um dos eventos que mais cresce no interior do Rio de Janeiro, o XForce realizará sua sexta edição no dia 11 de novembro e o público que comparecer ao Ginásio Juquinha, em Macaé, Região Norte Fluminense, vai poder assistir a grandes duelos com direito a quatro disputas de cinturão.

O XForce 6 contará com seis lutas profissionais, sendo quatro disputas de cinturão, e cinco duelos amadores. A atração principal da noite será o confronto entre Lincon de Sá, que defende o título do peso-mosca (até 57kg), e Lucas Oliveira. No co-evento, Ítalo Gomes e Leandro Mau Mau se enfrentam para ver quem será o novo campeão peso-pena (até 66kg), cinturão que pertencia a Gabriel Oliveira, que foi contratado pelo evento japonês Rizin.

Nas outras disputas de cinturão, Matheus Capoeira e Jairo Ribeiro se enfrentam para ver quem será o campeão dos meio-médios (até 77kg). Já Thiago Big Monster disputa o título dos pesados (até 120kg), mas seu adversário ainda não foi definido .

Visando repetir o sucesso das edições anteriores, o XForce 6 promete sacudir os amantes de MMA da região e o público que comparecer ao Ginásio Juquinha vai poder assistir a grandes duelos, foi o que garantiu o organizador do evento Luiz Henrique.

“A expectativa está bem grande, estamos em uma correria danada, o que posso garantir é que teremos grandes lutas no card. Os combates vão estremecer o cage e quem vier vai poder assistir um grande evento. Nosso evento tem crescido muito e nessa edição teremos quatro disputas de cinturão para a galera que vier ao XForce. Trabalhamos muito para fazer um evento cada vez melhor para o público”, disse.

Além das disputas de cinturão, o card profissional contará com o confronto entre Wylson Monteiro e Thomas Jon Jones, além do duelo entre Charles Lee e Ricardo Bombinha. Abrindo a noite de lutas, o XForce 6 contará com mais cinco lutas de MMA amador.

Confira o card do XForce 6:

MMA PROFISSIONAL

Até 57kg – Lincon de Sá (Gracie Barra Paulo Rambinho) x Lucas Oliveira “Luquinhas” (ABJJ/Strike MMA) – disputa de cinturão

Até 120kg- Thiago Big Monster (IFTeam) x a definir – disputa de cinturão

Até 66kg – Ítalo Gomes (Malafaia Team) x Renan Leal (Gracie Barra Paulo Rambinho) – disputa de cinturão

Até 77kg – Matheus Capoeira (NC Fusion) x Jairo Ribeiro (Arena Champs) – disputa de cinturão

Até 66kg – Wylson Monteiro (CT Rodolfo Buda) x Thomas “Jon Jones” (X-Gym)

Até 57kg – Charles Lee (Arena Champs) x Ricardo Bombinha (Gracie Barra Paulo Rambinho)

MMA AMADOR

Até 70kg – Marcos Machado (Hebrom Fight MMA) x a definir

Até 66kg – Elison Samurai (Gracie Barra Paulo Rambinho) x a definir

Até 57kg – Igor Magalhães (NC Fusion) x Francisco Xavier Santagata (Hebrom Fight MMA)

Até 70kg – Daniel Borges (IFTeam) x Matheus Macieira (Arena Champs)

Até 66kg – Fernando Cardoso (IFTeam) x Jocimar Pernalonga (Arena Champs)

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O tradicional bairro de Vila Isabel, Zona Norte do Rio de Janeiro, é conhecido por ser um dos berços do samba, mas no último domingo (22) a terra de Noel Rosa recebeu a primeira edição do Fight Cup, evento totalmente voltado para o MMA amador, e o público que compareceu a quadra da Unidos de Vila Isabel pode assistir grandes duelos entre atletas que sonham em um dia se tornarem grandes estrelas do esporte.

A edição contou com um dia inteiro de grandes duelos de MMA amador onde os atletas deram um verdadeiro show de nocautes e finalizações. O equilíbrio foi a marca registrada do evento já que os lutadores foram divididos nas classes: estreantes (com até duas lutas), novíssimos (entre 3 e 10 lutas) e veteranos (acima de 10). Segundo o organizador do Fight Cup, Flávio Almendra, a proposta do evento é fazer o lutador evoluir assim como os profissionais envolvidos num evento de MMA, como árbitros, cutmens e até profissionais responsáveis pela produção.

“Procuramos casar as lutas entre classes como é no Boxe e já fazemos no Muay Thai a muitos anos e trouxemos para o MMA para manter o equibilíbrio entre os atletas. Aqui o atleta que está começando vai lutar com outro que também está iniciando ou que tem uma luta no máximo. Quando ele chegar a três, vamos casar o lutador com outro que tem a mesma experiência dele, para que ele possa evoluir até chegar ao profissional. Sempre procuramos colocar os duelos em igualdade de condições visando a integridade física do atleta. Além dos atletas, procuramos passar uma base para todos envolvidos no evento como árbitros, cutmens, delegados, enfim, todas as pessoas envolvidas no processo. É necessário que todos entendam a dinâmica de um evento”, disse Flavio Almendra, que também afirmou que o Fight Cup é realização de um sonho antigo.

“Esse é o primeiro evento que a gente consegue fazer desse tamanho para MMA amador, mas a gente está aqui para ficar, eu sonhava com esse campeonato a 20 anos desde que comecei a trabalhar com o Vale Tudo e quando virou o MMA. A ideia foi treinar todas as pessoas envolvidas no evento, queremos treinar os árbitros, os treinadores, jurados, cronometristas, announcers, cutmens. Queremos dar oportunidade para dar giro e rodagem para os atletas, para que eles possam subir degraus e chegar ao profissional com um pouco mais de segurança, rodagem e bagagem”, disse.

Durante a primeira edição do Fight Cup, o ex-campeão do UFC e multicampeão mundial de Jiu-Jitsu, Murilo Bustamante foi homenageado. O lider da Brazilian Top Team falou sobre a homenagem e elogiou a iniciativa de um evento totalmente voltado para o MMA amador.

“Foi uma homenagem inesperada, pois vim mais para ver a galera da nova geração do MMA e da Brazilian Top Team e prestigiar o evento do mestre Flavio Almendra, que é um amigo de longa data, nós já treinamos juntos. Ele está de parabéns pelo evento, pois a ideia do projeto é bem bacana de dar apoio chance para a galera amadora ter espaço e chance para competir, então estamos aí para apoiar e ajudar no que for necessário. Acho ótimo essa iniciativa para os amadores chegarem bem preparados no MMA profissional”, disse.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O New Corpore Extreme realizou no último sábado dia 22 de outubro sua 19ª edição e o público que compareceu a tradicional Arena NCE, localizada no bairro de Irajá, Zona Norte do Rio de Janeiro, pode assisitir a grandes duelos. Durante o dia o evento contou com duelos amadores de Submission, Muay Thai, MMA. Já de noite foi a vez dos profissionais entrarem em ação.

A luta principal da noite foi o duelo válido pelo peso átomo (até 48kg), entre Julia Polastri e Nathielly Macuxi. O confronto foi bastante equilibrado e após três rounds, Julia levou a melhor por decisão unânime.

Além do main-event, a noite de lutas do NCE 19 contou com mais cinco confrontos profissionais e o principal destaque foi o tradicional duelo de inclusão social entre Adriano Gomes, que possui paralisia cerebral, e Yglys Viana.

Durante o dia, o NCE 19 trouxe para o público duelos amadores de Submission, Muay Thai e MMA, que proporcionou não só oportunidades a novos lutadores que desejam ingressar no meio de lutas e testar seus conhecimentos e aprendizado, como também a chance de reconhecimento, já que o evento tem uma boa visibilidade para o meio de lutas.

Confira os resultados do NCE 19

Até 48Kg: Julia Polastri venceu Nathielly Macuxi por decisão unânime – árbitro: Tamara Leorde

Até 66Kg: Jaciel Lima venceu William Pereira Luz “Soro” por nocaute técnico à 1m50s do 1o. round – árbitro: Ricardo Rodrigues

Até 66Kg: Wallace “Lord” Portella venceu Walber Laureano de Sousa por nocaute técnico à 1m18s do 1o. round – árbitro: Diogo Sagat

Até 57Kg: Iuri Gabriel dos Santos venceu Matheus Santos por finalização (katagatame) aos 4m10s do 2o. round – árbitro: Márcio Cupertino

Até 57Kg: Cristian Rodrigo Roldan venceu Lucas Borges Fabrício por decisão dividida – árbitro: Márcio Cupertino

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A expectativa ao redor da primeira edição do Absolute Berkut Championship (ACB) no Brasil já é muito grande e vem mobilizando grandes nomes do MMA nacional e estrangeiro para fazer bonito neste sábado (21), no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande (RJ). Oportunidade de mostrar a capacidade dos atletas brasileiros para o mundo, o ACB 73 chega para ficar e tornar-se opção importante para os talentos tupiniquins. O objetivo é reforçar a importância da organização russa no âmbito internacional e solidificar a relação com os fãs da América do Sul. Local escolhido para sediar a pesagem do torneio, o KitePoint Rio - K7, na Barra da Tijuca (RJ), recebeu nesta sexta-feira (20) todos os atletas para a pesagem oficial da competição.

Apesar do clima de competitividade no ar, a pesagem transcorreu de maneira natural e sem maiores incidentes. Responsáveis pela principal luta desta etapa do ACB, o paulista Leandro Buscapé e o russo Islam Makoev bateram o peso e estão aptos a proporcionarem um grande espetáculo ao público. Apenas dois problemas foram registrados em relação ao peso dos lutadores. Josiel Açougueiro ficou 150g acima do limite de sua categoria, mas conseguiu perder o peso a tempo e não foi penalizado. Em outro caso, Fabiano Soldado se apresentou com 1,5kg acima do permitido para a divisão que havia sido escalado. Punido, ele teve 20% da bolsa retirada pela organização, como praxe para situações deste tipo.

Com todos os atletas habilitados para entrar no cage, quem ganha é o público carioca que terá a chance de assistir nomes do mais alto nível. Wendell Negão, José Maria “No Chance”, Roberto Facada e Adriano Captulino são alguns dos nomes que prometem agitar a arquibancada e tornar inesquecível a primeira experiência do terceiro maior evento de Mixed Martial Arts do mundo em terras brasileiras.

Além do Brasil, a organização já realizou edições na Rússia, Estados Unidos, Polônia, Romênia, Escócia, Geórgia, Holanda, Bélgica, Tajiquistão, Áustria, França, Bielorrússia, Inglaterra, Turquia, Cazaquistão. Na América latina, o Absolute Championship Berkut é representado pelo empresário, engenheiro e faixa-preta de jiu-jitsu Rick Monstro, ex-atleta do UFC e ex-participante do reality show The Ultimate Fighter Brasil.

Absolute Championship Berkut 73
21 de outubro de 2017, 18h30
Centro de Evento Miécimo da Silva – Campo Grande (RJ)
CARD COMPLETO (sujeito a alterações)

Leandro Buscapé (Brasil) x Islam Makoev (Rússia) – 70kg (Main Event)
Adlan Bataev (Rússia) x Adílson Ramos (Brasil) – 70kg (Co-Main Event)
Rustam Asuev (Rússia) x Maike Linhares (Brasil) – 73kg (peso combinado)
Fábio Silva (Brasil) x Carlos Eduardo “Cachorrão” (Brasil) – 93kg
Roberto Facada (Brasil) x Adriano Capitulino (Brasil) – 77kg
Wendell Negão (Brasil) x João Carvalho (Brasil) – 77kg
Imran Abaev (Rússia) x Luiz Jorge Dutra Jr. (Brasil) – 83kg (peso combinado)
Josiel “Açougueiro” (Brasil) x Kurban Gadzhiev (Rússia) – 57kg
Nilton Gavião Jr. (Brasil) x Ary Farias (Brasil) – 63 kg (peso combinado)
José Maria “No Chance” (Brasil) x Daniel Willycat (Brasil) – 57kg
André Ricardo “Dedé” (Brasil) x Renato Valente (Brasil) – 77kg
Alan Gomes (Brasil) x Shamil Akhmaev (Rússia) – 60kg (peso combinado)
Antônio Carlos “Buiu” (Brasil) x Fabiano Soldado (Brasil) – 66kg
Umar Gaisumov (Rússia) x Gregory Rodrigues Robocop” (Brasil) – 84kg
Francisco Valdines (Brasil) x Taigro “Urso Branco” (Brasil) – 61kg
Herbert Batista (Brasil) x Viskham Magomadov (Rússia) – 70kg

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Com um novo conceito de reunir as artes marciais mistas e o Fitness, do A&F (Angels & Fight) realizou no último domingo (15) sua segunda edição e o palco do show foi o Grand Mercure Hotel, no Riocentro, Zona Oeste do Rio de Janeiro. O evento contou com grandes duelos de MMA intercalados com competições Fitness e a novidade da edição foi o concurso Musas do MMA.

O Angels & Fight 2 contou com um grande show de nocautes e finalizações, onde os árbitros laterais não tiveram muito trabalho já que nenhum confronto foi para a decisão. Na luta principal da noite Jéssica Delboni conquistou o cinturão peso-palha (até 52kg) ao vencer Pamela Pitbull. A atleta da PRVT não deu chances para a adversária e logo no início do combate conseguiu colocar Pamela para baixo. No chão, Jéssica foi para a montada e aplicou diversos socos. Pitbull tentava se defender, mas a capixaba era implacável nos golpes e pressionou até o árbitro interromper.

"Agradeço a todos que me ajudaram nessa grande vitória. Treinei muito para essa luta, minha adversária seria outra, não sei o que aconteceu e ela saiu, mas atleta de MMA é assim, temos que estar sempre preparadas para qualquer momento que surgir a oportunidade. Eu treino muito, pois quando o mestre chama temos que estar preparadas, então treino muito todos os dias", disse.

No co-evento principal, Marcos Sorriso conquistou uma bela vitória por finalização sobre Roger Segurança ao encaixar um belo mata-leão, que obrigou o adversário a dar os três tapinhas de desistência.

Outro destaque da noite, Patrick Nogueira levou a melhor sobre Valdinei Totoco com uma bela vitória por nocaute após acertar um direto que derrubou o adversário. Totoco tentou reagir, mas o árbitro interrompeu o combate. No confronto que abriu a noite de lutas, Phelipe Walker finalizou Maicon Deminsk no segundo round ao aplicar um triângulo.

A cada duelo de MMA eram realizadas competições Fitness que contou com mulheres malhadas de todo o Brasil, distribuídas entre categorias. O julgamento foi feito por uma banca formada por campeões e famosos do mundo Fitness.

A outra novidade da edição foi a primeira etapa do concurso Concurso Musa do MMA 2017, que contou com lindas mulheres que desfilaram antes das lutas. A grande final será realizada em novembro. A vencedora será escolhida através de votação pela Internet, Comissão do Musa e participantes do evento. A eleita leva o prêmio de R$ 2.000,00, suplementação, tatuagem, tratamento estético, coaching e diversos contratos assinados, além de um kit para ensaio exclusivo, que será publicado nas mídias parceiras.

Confira os resultados do Angels & Fight 2:

Até 52kg: Jéssica Delboni (PRVT) venceu Pamela "Pitbull" (KL Team) por nocaute técnico (socos) aos 3:08 do primeiro round - árbitro: Luiz Lukel

Até 75kg: Marcos "Sorriso" Vinícius (PRVT) venceu Roger "Segurança" (André Negão Team) por finalização (mata-leão) aos 2:13 do primeiro round - árbitro: Marcos Barbosa

Até 70kg: Patrick Nogueira (André Negão Team) venceu Valdinei "Totoco" (PRVT) por nocaute (socos) aos 1:46 do primeiro round - árbitro: Eugênio Veronese

Até 61kg: Phelipe Walker (CBT) venceu Maicon Deminsk (PRVT) por finalização (triângulo) aos 1:56 do segundo round - árbitro: Leonardo Marques

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 20

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Novembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: