Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/Itens filtrados por data: Segunda, 11 Setembro 2017
A+ R A-
Itens filtrados por data: Segunda, 11 Setembro 2017

É normal em luta de MMA o atleta não estar confortável frente a uma derrota específica e querer a revanche a qualquer custo. Everton Rodrigues não consegue engolir a derrota para Rafael Bueno “Sadam”, que aconteceu em fevereiro de 2016 no Áspera FC em Curitiba.


O atleta, que tem 25 anos, possui quatro vitórias e duas derrotas na carreira, procurou a Primeiro Round para fazer este desafio publicamente:


"Perdi a primeira luta por problemas pessoais, agora de casa nova sei que sou capaz de vencer essa luta, muita coisa mudou, agora assisto a luta e sei que deixei de ganhar em vários momentos, lutei com ele era um moleque faixa branca, agora a história será outra ", completou Rodrigues.


Representante da Academia Thai Brasil, Everton Rodrigues comenta treinamento pesado e aguarda ansioso por essa revanche em algum evento local:


“Os treinos são diários desde preparação física, muay Thai e jiu-jitsu, só estou esperando fechar a luta para aumentar ainda mais a preparação”.


Publicado em Últimas Notícias

No dia 14 de outubro vai acontecer na cidade de Araucária, região metropolitana de Curitiba, a sétima edição do Araucária Combat, evento que tem a produção de Aloísio "Baiano" e Prof. "Muralha" e André Ricardo "Xaropinho" como Matchmaker. Na arbitragem, o árbitro Robertão Thomaz vem de Campinas especialmente para arbitrar este evento.

Na luta principal, José "Turco" enfrenta José Reacaldo, do Paraguai. Rodrigo "Urso", que lutou a última edição do Brave CF em Curitiba, retorna aos cages frente a Douglas Pilati. Confira o card até momento:

Araucária Combat 7

Sábado, 14 de outubro de 2017

Araucária - PR

MMA PROFISSIONAL:

66 Kg: José "Turco" (BFT) vs. José Reacaldo (Team Force - Paraguai) - disputa de cinturão

77 Kg: Rogério Santos (BFT) vs. A definir - disputa de cinturão

84 Kg: Rodrigo "Urso" (BFT) vs. Douglas Pilati (Team Pilati) - disputa de cinturão

66 Kg: John (BFT) vs. João Abrãao (Pirata Team)

66 Kg: Arivaldo "Carniça" (Yamauchi Team) vs. A definir

57 Kg: Marta "Gladiadora" (Cães d Ringue / BFT) vs. A definir

70 Kg: Michel Igenho (Octagon Fight / Noguchi) vs. Matheus Henrique (RMFT)

66 Kg: Fernando Duarte (Thai Brasil) vs. A definir

52 Kg: Eglaudio Tavares (CM System) vs. Claudinei "Rato" (Rato Top Team)

70 Kg: Diego Vargas (CM System) vs. A definir


KICKBOXING PROFISSIONAL:


68 Kg: Jonathan "Furão" (Muralha Team) vs. Elias "Balboa" (Sa Ribas Fight)

68 Kg: Renan Vitalino (Muralha Team) vs. César "Cowboy" (Team Lions)

61 Kg: Lucas Andrade (Muralha Team) vs. Odécio "Goku" (Team Krull)

Publicado em Últimas Notícias

A atleta Nicolle Caliari assinou nesta semana um contrato com o evento norte-americano Legacy Fighting Alliance. Representante da Thai Brasil, a curitibana tem 20 anos, três vitórias e uma derrota na carreira.

Sua estreia acontece no dia 3 de novembro em evento no Texas, nos Estados Unidos frente a americana Itzel Esquivel.

Publicado em Últimas Notícias

A Pesagem do evento que inaugura o novo espaço para eventos de lutas em Curitiba já está confirmada para este sábado, dia 16 de setembro. Será ás 10 horas da manhã que os atletas sobem na balança e fazem a primeira encarada com seus adversários. O Samurai Qualify acontece neste domingo, 17, no Espaço Religião da Luta e o card atualizado você confere abaixo.

 

Samurai Qualify

Domingo, 17 de setembro de 2017

Espaço Religião da Luta (BR-277 Anexo a Sotil Engenharia)

 

MMA PROFISSIONAL

 

93 Kg: Júlio César "Jamanta" (Chute Boxe) vs. Marcos Brigagão (Sagaz Team)
83 Kg: Serginho de Fátima (Chute Boxe) vs. Kleverson “Pezão” (Hooligans)
75 Kg: Alan Moziel (Chute Boxe) vs. Daniel “Lek Lek” (Sagaz Team)
73 Kg: Thaylon Soeiro (Chute Boxe) vs. João Alves (Team Vieira)
66 Kg: Alan Silvério (Mangue Boy) vs. Júlio Galego (Pelé Team)

 

MMA AMADOR

 

66 Kg: Leonardo Diniz (Chute Boxe) vs. Wendel Ferreira (BFT)

85 Kg: André Camargo (Chute Boxe - Monstro) vs. Aldonei "Gigante" (Chute Boxe - Nadim)

57 Kg - Sub 16: Ryan Cordeiro (Hooligans) vs. Vinicius Santana (Killer Bees)

 

KICKBOXING AMADOR:

 

66 Kg: Heron Mendonça (Área Vip) vs. Dilamar Zanga (Pelé Team)

47 Kg: Paula Luiza (Pelé Team) vs. Nathalia Martins (Sa Ribas)

61 Kg: Clayton Tx (CM System) vs. Juliano "Pezão" (Hooligans)

66 Kg: Rogério Martins (Sa Ribas) vs. Clayton Oliveira (Cães do Ringue)

55 Kg: Vinicius Zanetti (ABMT) vs. Enzo Matheus (Pelé Team)

55 Kg - Sub 17: Célio "Nene" (The Rock) vs. Tiago Menegom (Pelé Team)

61 Kg: Diego Bravo (Champions 89) vs. Guilherme Silva (MM Fight Team)

66 Kg: Gabriel Silva (Champions 89) vs. Joel (Arena Fight)

53 Kg: Renata (The Rock) vs. A definir


 

Publicado em Últimas Notícias

A sétima edição do True Time acontece dia 23 de setembro na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba e lança o card principal do evento nesta terça-feira, dia 12. Atletas renomados como Jean Pankeka e Max "Magnum" Lima estão escalados para o evento que rola nas dependências da Academia World Station.

As lutas amadoras que completam o card serão divulgadas nos próximos dias.

True Time 7
Sábado, 23 de setembro de 2017

MMA PROFISSIONAL

Jean "Pankeka" vs. Maycon Silva
Thiago Frasson vs. Eduardo "Karatê"
Carlos Garcia vs. Lucas Campos
Willian Ferreira vs. Lucas Haeber
Cleverson Cândido vs. Wenry da Cruz

KICKBOXING PROFISSIONAL:

Marcus Del Vigna vs. Fágner "Negão"
Leonardo Silva vs. Marcos Aurélio
Max "Magnum" Lima vs. Gustavo Fabrício
Pedro Phillipe vs. Gabriel Lima
Cleverson Rango vs. Octávio Castro

Publicado em Últimas Notícias

André Ricardo "Xaropinho" está virando sinônimo de eventos com casa cheia e boas lutas. Foi assim na última edição do AFT Explosion Brasil, que aconteceu em agosto em Curitiba e já tem eventos agendados na capital paranaense até o final do ano.

No dia 23 de setembro acontece o Face The Danger no espaço Religião das Lutas. No dia 14 de outubro rola o Araucária Combat, na cidade de Araucária, região metroplitana e no dia 29 de outubro Pattaya Fight na Ópera de Arame, em parceria com Rodrigo Vidal.

No dia 2 de novembro acontece o AFT Explosion Gold, no dia 17 de novembro mais uma edição do Face The Danger e para fechar o ano de 2017, no dia 9 de dezembro acontece mais uma edição do AFT.

Publicado em Últimas Notícias

Você vai acompanhar agora na Primeiro Round a história de Fernanda Bailo, que descobriu inúmeros problemas de saúde graças a má alimentação e ao sedentarismo. Fernanda deu a volta por cima e com a ajuda do Muay Thai e dieta rigorosa, mudou completamente seu estilo de vida.


E para comemorar toda essa mudança em prol da saúde e do bem estar, Fernanda Bailo aceitou o desafio e posou para o Ensaio Especial. Abaixo você confere o depoimento da atleta. Dividimos em seções para facilitar a leitura. Abaixo do testemunho você acessa o link para ver o ensaio completo.


Com o auxílio do Muay Thai, Fernanda Bailo muda estilo de vida


O INÍCIO:


“Minha luta contra a balança começou em 2012, quando minha mãe me disse “Você é tão bonita, por que não se cuida mais?” E então ela me deu de presente de aniversário uma consulta com um nutrólogo. Não fazia ideia o peso que estava e quando fui ao médico me assustei, pesava 92 Kg, com 1,67 de altura. Jamais imaginava que estava com quase 100 Kg. Além da estética, meus exames estavam todos errados, gordura no fígado, triglicerídeos e tudo mais. A primeira coisa que ele me disse foi “não tem jeito, é zero álcool e dieta a risca”. O que pra mim era horrível, eu sempre adorei tomar cerveja com as amigas e minha vida social era muito agitada”.


"Em 45 dias perdi 10 Kg, nem eu acreditava. A jornada foi longa, passei um tempo sob os cuidados do médico e cheguei aos 70 Kg em 2013. Sentia-me muito melhor, muito mais disposta. Parei de consultar com ele e comecei a fazer por conta, fiz dieta de todos os tipos, das mais amenas as mais rigorosas. Tive alguns problemas pessoais no meio do caminho e, como sou muito ansiosa, descontava tudo em comida e voltei a beber na mesma proporção que bebia.


A RECAÍDA:

No início de 2014 fiz um intercâmbio para os Estados Unidos e passei 30 dias lá. No dia da viagem já tinha recuperado 7 Kg, estava com 77. Quando voltei, fui me pesar e pra minha surpresa estava com 85 Kg. Foram 8 Kg em 30 dias. Fiquei apavorada! Entrei em uma academia, assessoria de corrida e voltei as dietas. Cheguei em um ponto que, quando comia qualquer besteira, passava mal, de tanto remorso.  Nunca fui ao médico para ver isso, mas acredito que estava prestes a desenvolver uma bulimia nervosa. Em seis meses voltei aos 75 Kg. Estava satisfeita comigo mesma. Mas logo vieram mais problemas pessoais e todo o problema de ansiedade retornou. Voltei aos 80 Kg rapidamente”.


A DECISÃO DEFINITIVA:


“Em 2015 decidi mudar de verdade, pra sempre. Não aguentava mais o efeito sanfona. Meu irmão é personal e comecei a treinar com ele, voltei pro muay thai, fazendo personal também. Montei uma dieta depois de estudar muito, não queria nenhuma dieta milagrosa, queria algo que sabia que levaria para a vida. E foi ali que me encontrei, encontrei o equilíbrio. Atividade física virou minha paixão, meu escape para toda crise de ansiedade. Quando antes descontava na comida, comecei a descontar na academia. Final de 2015 estava com 69 Kg".


A CONTINUIDADE:


"Em março de 2016 me submeti a uma intervenção médica estética, uma vez que já tinha me apaixonado pelo estilo de vida que vinha levando. Em abril fiz um trato com uma amiga, passar 30 dias sem beber, mas deveríamos manter a vida social normal. Essa decisão não foi tomada apenas por estética, foram vários motivos que me levaram a fazer esse teste. Me senti tão bem que resolvi aderir esse estilo de vida. 2016 bebi pouquíssimas vezes, porque de qualquer forma continuo gostando, mas hoje sei que a alegria do reflexo no espelho não combina com tudo que gostamos, e então precisamos renunciar certas coisas a partir do momento que decidimos o que nos faz mais feliz".


"Sempre disse que queria apenas ficar magra, e já estava. Mas notei que sempre queremos melhorar. Queria melhorar minha composição corporal, foi quando busquei uma nutricionista esportiva e comecei a fazer acompanhamento com ela, além de voltar pro muay thai em turma, na Free Spirit. Na primeira consulta pesava 65 Kg com 22% de gordura corporal. Com a ajuda dela e os treinos intensos, fui para 62 Kg com 15% de gordura. E a luta continua, porque os objetivos sempre mudam".


A RECOMPENSA:


"Hoje minha rotina é completamente diferente do que era em 2012. Rodízios apenas nas refeições lixo. Bebida não combina com meus objetivos, por mais gosto que tenho. Obviamente tomo uma cerveja vez ou outra, mas aprendi a sair e me divertir igual sem ter que beber. Academia já não é mais obrigação, é prazer, é terapia”.


“Faz mais de dois anos que mudei minha vida de verdade, que adotei um estilo de vida diferente. Abandonei o famoso “projeto verão” pra aderir o “projeto vida”. Aprendi que quem chora no inverno sorri sim no verão. Que o nosso corpo não se constrói meses antes do verão, mas sim o ano todo. E que a satisfação de um bom reflexo no espelho vale mais que qualquer esforço que seja necessário. Já dizia Chorão “Cada escolha uma renúncia”, mas as renúncias recompensam. O que vale é estarmos bem com a gente, é termos saúde pra viver".

 

CLIQUE AQUI PARA VER O ENSAIO ESPECIAL FERNANDA BAILO





Publicado em Últimas Notícias

Representante brasileira da categoria até 63kg no Campeonato Mundial de Wrestling de 2017, Lais Nunes conquistou a melhor colocação pessoal da carreira na competição. Enfrentando a francesa Laetitia Blot e a torcida a favor da lutadora da casa, a brasileira venceu o confronto com superioridade. Já nas quartas de final não deu para Lais, que acabou eliminada pela turca Hafize Sahin, mas ainda assim garantiu a décima posição no torneio realizado em Paris.

"Minha participação foi muito boa, na verdade minha melhor em mundiais. Fiquei em décimo lugar, mas poderia com certeza ter chegado mais longe, e ter estado entre as medalhistas. Foi por pouco que não fui para a semifinal, mas foi mais um degrau nessa escada que subo todo dia", declarou a lutadora.

Remanescente da delegação olímpica de wrestling que disputaram os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Lais foi a atleta mais jovem a defender o país na Luta Olímpica em uma edição de Jogos Olímpicos com apenas 23 anos. Com a boa participação no mundial deste ano, a lutadora garantiu pontos preciosos para subir no ranking que qualifica as melhores atletas de sua categoria.

"Fiquei muito feliz pelo resultado, não satisfeita. Estou feliz porque o trabalho deu certo. O apoio que recebi e o direcionamento de um técnico somaram muito na minha preparação e me fizeram chegar preparada lá, então eu compartilho com o meu técnico e todos que me ajudaram a chegar nesse resultado."

Um dos principais nomes da luta olímpica brasileira atualmente ao lado de Aline Silva, Lais Nunes é atleta do Sesi, onde realiza grande parte de seus treinamentos. Projetando o futuro, a atleta de 24 anos falou sobre os próximos torneios que irá disputar, e sobre o ciclo olímpico que está trilhando rumo a próxima olimpíada, que acontece no Japão, em 2020:

"Agora é seguir treinando, trabalhando para as próximas competições. Ainda terei mais 3 torneios este ano que somam pontos no ranking que é outro objetivo que tenho. Já no ano que vem farei continuidade nesse ciclo rumo a Tóquio, agora é hora de consertar e perseverar", finalizou Lais.

Publicado em Últimas Notícias

No próximo dia 23 de setembro, acontece em Curitiba, no novo espaço Religião da Luta, mais uma edição do Face The Danger, evento produzido por André Ricardo “Xaropinho” e que vem trazendo bons combates enaltecendo novos talentos no estado do Paraná. Um desses talentos é Aline Pires, representante da Fight Clan, equipe liderada por Daniel Abdul. Pires encara Alexandra Alves em duelo que pode alavancar a carreira da atleta que tem em seu cartel uma vitória e uma derrota:

 

“Ter um “Sherdog” positivo é algo bem importante para o atleta,  principalmente para os iniciantes.  Mas antes de qualquer coisa, é uma superação pessoal.  Meu professor Daniel Abdul cuida muito desta parte, e estamos trabalhando duro para reverter essa situação.  Sou uma atleta que treina muito, independente da luta ou da adversária.  Então toda luta pra mim é a mais importante.  Eu tenho os melhores comigo, divido meus treinos entre Fight Clan (Muay Thai e MMA), Fight Only com o professor Wágner Galeto que cuida da parte de MMA, Jiu Jitsu na Checkmat com o mestre Sebastian Lalli,  na Federal treino Wrestling com o professor Sergio Bolacha, e faço minha preparação Física com os professores Madison Ramos e Madison Filho”.

 

Aline aproveitou o feriado prolongado de 7 de Setembro (Dia da Independência do Brasil) para se aprimorar ainda mais. Ela esteve na academia “Vila da Luta”, do atleta do UFC Demian Maia, fazendo os últimos ajustes para esse combate:

“Neste feriado tive a oportunidade de ir pra São Paulo, e estar reforçando meus treinamentos e fazendo os últimos ajustes ao lado do meu professor Daniel Abdul que está na Vila da Luta, academia do Demian Maia. É a segunda vez que tenho oportunidade de estar com eles e sou muito grata pois aprendo muito e volto com a energia renovada”.

 

Aline está confiante em mais uma vitória em seu cartel e analisa estratégia para o duelo:

 

“A estratégia para esta luta é soltar o jogo. Apesar de ser uma atleta oriunda do Jiu jitsu, tenho me dedicado muito e melhorado meu jogo em todas as áreas. Treino muito e tenho como desenvolver bem a luta em qualquer área, seja em pé ou no chão.  Eu particularmente não gosto de ficar analisando a adversária, deixo essa parte com meu professor. O que ele me disser que tenho que fazer eu irei fazer. Confio  muito no trabalho dele”.

 

Atleta adere ao trabalho mental para melhorar rendimento

 

Atletas de diversas partes do mundo e competições distintas já estão aderindo ao trabalho mental aliado aos treinamentos físicos e de luta.  Aline Pires está sob os cuidados da psicóloga esportiva Marina Crovador e explica o que mudou em sua carreira e na vida:

“Eu sou uma atleta muito rigorosa com meus treinos e com minha rotina, hoje,  não consigo me dedicar somente a luta, tenho meu emprego em horário comercial como Programadora e vou conciliando com meus treinos, onde  faço diariamente de três a quatro treinos, inclusive aos finais de semana, então, acabava me lesionando muito, muito desgastada. Com o treino mental consigo me desligar da minha rotina de trabalho e focar nos treinos, aproveitando ao máximo meu tempo no treinamento. Nos dias que estou muito exausta, faço o treino mental, focando na luta, nas correções, nos ajustes de posições. Confesso que antes de conhecer o trabalho da Marina, eu não entendia a importância da psicologia esportiva, e tão pouco eu havia ouvido falar do treino Mental.  Através do trabalho dela, consegui focar no que realmente é importante. No meu passo a passo para chegar onde eu desejo. Temos trabalhado a ansiedade, que é algo que pode derrubar qualquer atleta, por melhor que ele seja, e o melhor de tudo que o treino mental tem me ajudado em todas as áreas da minha vida, não somente na luta. Tem sido uma revolução na minha maneira de pensar e agir”.

 

Para a luta do dia 23 de setembro no Face The Danger, Aline Pires convoca a sua torcida para prestigiar seu trabalho:

 

“Gostaria de convidar a galera que me acompanha e torce por mim a  prestigiarem o evento. Será muito legal poder lutar em casa novamente e sentir a energia da galera.  Conto com a presença de vocês”.


Publicado em Últimas Notícias

Natural da cidade de Erechim, Rio Grande do Sul, Janaisa Morandin fez sua estreia no Invicta FC no último dia 31 de agosto. A lutadora que atualmente defende a equipe Killer Bees de Curitiba enfrentou a compatriota Lívia Renata no evento em que foi chamada as pressas para lutar após a lesão de Jodie Esquibel. Ex-campeã do Aspera FC, Janaisa afirmou ter realizado o sonho da vida, mesmo tendo sido derrotada na edição:

“Foi uma das melhores experiências que já tive. Realizei o sonho da minha vida de lutar no maior evento de MMA feminino do mundo. Senti cada segundo dessa experiência. Foi incrível, difícil explicar com palavras o que senti. Me senti realizando tudo que sempre quis", declarou Janaisa.

O duelo que foi o co-principal da edição de número 25 do Invicta FC foi muito equilibrado, e apesar do revés por decisão unânime, Janaisa foi coroada pelo prêmio de melhor luta da noite. Defendendo uma invencibilidade de 9 vitórias na carreira, a lutadora de 22 anos não se desanimou com a derrota sofrida no evento, já que recebeu diversos elogios dos fãs e da mídia pelo combate.

“Apesar da derrota tenho certeza que deixei uma boa impressão. Mostrei o meu jeito de lutar, que não desisto e do que sou capaz, mesmo aceitando a luta com 20 dias de antecedência com a ex-campeã da categoria de cima (peso-palha). Acho que fiz o meu trabalho, não desisti em nenhum momento, fui pra cima e busquei a luta o tempo inteiro. Hoje acredito que posso estar entre as melhores porque mesmo com todas essas adversidades ganhei o prêmio de melhor luta da noite, portanto, fiz o meu trabalho.”

Apelidada de "Evil Princess" no mundo das artes marciais mistas pela agressividade no cage e rosto angelical, Janaisa não vê a hora de retornar ao Invicta FC, mas espera que seja em melhores condições do que foi em sua estreia contra a compatriota Lícia Renata.

“Meu próximo passo é treinar mais, muito mais, e lutar o mais rápido possível. Depois dessa luta vejo que posso estar entre as melhores, sendo assim, quero lutar o mais rápido possível. Acredito que posso disputar o cinturão. Só quero do Invicta uma chance de ter um camping completo", finalizou Janaisa.

Publicado em Últimas Notícias

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Setembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: