Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/Itens filtrados por data: Domingo, 08 Outubro 2017
A+ R A-
Itens filtrados por data: Domingo, 08 Outubro 2017

Gustavo Wurlitzer é hoje o atleta mais midiático do estado do Paraná. O "Show Man" curitibano é líder da Immortal Fight Team e aos 32 anos, possui 20 vitórias e 19 derrotas na carreira. Está envolvido em um "Trash Talk" que está movimentando os grupos sobre MMA no Brasil. Em novembro, Wurlitzer encara outro falastrão, Maurício Facção. Perguntamos se ele realmente acredita ser o atleta mais midiático do estado: 

"Creio que sim, mas não que isso seja algo difícil de fazer. Infelizmente a grande maioria dos atletas querem grandes bolsas em dinheiro, fama, patrocínio, enfim, querem a atenção de um grande astro do MMA sem se doar para o esporte. São raros os casos de atletas preocupados com sua imagem".

Gustavo comenta sobre promoção de luta e acredita que o que atrai o público vai além de um simples combate:

"O que um atleta precisa entender é que ele é um produto de entretenimento e esporte para o público é isso! Tão importante quanto os resultados das lutas, são as apresentações do atleta. O público quer ver SHOW, quer ver coisas inéditas e o MMA entra nesse ramo de atividade. Precisamos entreter o público com algo além de boas lutas".

Wurlitzer cita o Boxe e o astro Conor McGregor para mostrar como atrair o público para um evento de MMA:

"O boxe atingiu as cifras milionárias por que as pessoas queriam ver aqueles duelos (muitas vezes rixas pessoais mesmo), quantas brigas já ocorreram em pesagens e coletivas de imprensa do boxe? O próprio McGreggor caiu como uma luva para este mercado - promovendo o show que o público quer ver".

Além do atleta, os produtores de eventos precisam estar cientes que também vão ter investir na promoção, seja ela vindo de publicidade e propaganda ou mesmo através de uma assessoria de imprensa. Gustavo Wurlitzer opina sobre isso:

"Acho que os eventos são muito falhos nesse aspecto. Por quê existe essa falha já detectada, então se os atletas não fazem a mídia, o evento que quer ter sucesso precisa fazer. Infelizmente a maioria dos eventos foca em outras prioridades ao invés de investir em mídia e propaganda. Infelizmente as prioridades estão erradas".

Publicado em Últimas Notícias

Um dos maiores nomes do MMA brasileiro assinou com o Brave Combat Federation para o retorno da promoção ao Bahrein. Gesias "JZ" Cavalcante fará sua estreia na nova casa no Brave 9: The Kingdom of Champions, que será disputado na Khalifa Sports City Arena, no dia 17 de novembro.

O peso leve brasileiro enfrentará Alan Omer, ex-lutador do UFC. A exemplo de Gesias, o alemão tem um vasto currículo no MMA, com um cartel de 20 vitórias e cinco derrotas. Omer fez sua estreia pelo Brave em abril deste ano, finalizando Robbie Peralta no terceiro round em Abu Dhabi.

"JZ" iniciou sua carreira profissional no MMA em 2002 e rapidamente chegou ao topo da categoria peso leve. O brasileiro ganhou os cinturões do Shooto e do Hero's, no Japão e nos Estados Unidos, respectivamente. Gesias ainda tem passagens marcantes por Strikeforce, Dream, WSOF e Titan FC, onde também foi campeão do peso leve.

O Brave 9: The Kingdom of Champions marca o retorno do show ao seu país de origem após um ano. Durante 2017, a organização expandiu suas operações, fazendo eventos mundo afora, e chegando a países como Brasil (duas vezes), México, Cazaquistão, Índia e Emirados Árabes Unidos. O Brave 9 será a grande atração da International Combat Week, junto ao Campeonato Mundial de MMA amador da IMMAF, sob a patronagem de Sua Alteza Sheikh Nasser bin Hamad Al Khalifa.

Publicado em Últimas Notícias

De olho em expandir suas ações ao redor do mundo, o ACB (Absolute Championship Berkut), terceiro maior evento de MMA do planeta, escolheu o Brasil para iniciar suas atividades na América do Sul. Criado em 2012, o evento russo já passou por países como França, Escócia, Inglaterra e Canadá. Para a primeira edição em território brasileiro, os organizadores da competição montaram um card para lá de especial. Daniel Sarafian, Carlos Eduardo Cachorrão e Leandro Buscapé são alguns dos nomes que irão ao cage no próximo dia 21 de outubro no Centro de Eventos Miécimo da Silva, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

A luta principal do torneio ficará a cargo do paulista Daniel Sarafian e do cearense Carlos Eduardo Cachorrão. Donos de vasta experiência internacional - Sarafian tem passagem pelo UFC e Cachorrão já testou suas habilidades no Bellator -, eles possuem todas as ferramentas para realizar um duelo inesquecível. A luta será válida pelos pesos meio-pesados (93kg).

Outro ex-atleta do UFC a pintar na competição é Leandro Buscapé. Representante da American Top Team, o brasileiro terá uma pedreira pela frente na 73ª edição do ACB. Com um cartel de 20 vitórias e seis derrotas, o peso-leve (70kg) brasileiro enfrenta o russo Islam Makoev, que venceu quatro das suas cinco últimas lutas. Essa será a terceira luta de Buscapé na organização europeia.

Maior evento europeu de Mixed Martial Arts, o ACB não poupou esforços para sua estreia no Rio de Janeiro e montou um card repleto de grandes nomes. Wendell Negão, José Maria “No Chance”, Roberto Facada e Adriano Captulino são alguns dos nomes que prometem agitar o público no Miécimo da Silva, no fim de outubro. 

Absolute Championship Berkut 73
21 de outubro de 2017
Centro de Evento Miécimo da Silva – Campo Grande (RJ)

Card completo (sujeito a alterações)

Main Event Daniel Sarafian (Brasil) x Carlos Eduardo Cachorrão (Brasil) – 93kg

Co-Main  Event Leandro Buscapé (Brasil) x Islam Makoev (Rússia) – 70kg

Roberto Facada (Brasil) x Adriano Captulino (Brasil) – 77kg

Wendell Negão (Brasil) x João Carvalho (Brasil) – 77kg

Josiel Açougueiro (Brasil) x Kurban Gadzhiev (Rússia) – 57kg

Saikhan Dzhabrailov (Rússia) x Ary Farias (Brasil) – 66kg

José Maria “No Chance” (Brasil) x Daniel Willycat – 57kg

Dede (Brasil) x Renato Valente (Brasil) – 77kg

Alan Gomes (Brasil) x Shamil Akhmaev (Brasil) – 57kg

Antonio Carlos “Buiu” (Brasil) Fabiano Soldado (Brasil) – 57kg

Umar Gaisumov (Rússia) x Gregory Rodrigues (Brasil) – 84kg

Geraldo De Freitas (Brasil) x Taigro “Urso Branco” (Brasil) – 61kg

Herbert Batista (Brasil) x Viskham Magomadov (Rússia) – 70kg

Publicado em Últimas Notícias

Um fato curioso aconteceu no último sábado, dia 7 de outubro, durante a 18ª edição do JF Fight, na cidade de Juíz de Fora, em Minas Gerais. Carlos Eduardo Blade tinha ficado sem adversário por conta que seu oponente não tinha batido o peso. Um espectador, no entanto, saiu da arquibancada para enfrentá-lo. Finalizou no primeiro round e conquistou o cinturão da organização. O fato gerou muita polêmica nas redes sociais e nos grupos com fãs e especialistas do cenário de lutas no Brasil.

A Primeiro Round foi atrás para conhecer que é o tal atleta que salvou o evento. Trata-se de Luiz Felipe Alvim, 22 anos e que representa a equipe Pro Fight, que tem como líder o atleta da CM System, Felipe Silva. Alvim explicou o ocorrido:

"Então ninguém imaginava, muito menos eu, cheguei lá pra prestigiar o evento, comprei o ingresso normal, tava muito apertado de dinheiro, tinha feito até uns brownies pra vender lá na portaria porém o público já tinha entrado, não consegui vender, e quando foi passar aquela energia positiva aos meus amigos, fiquei sabendo da luta que tava com o desfalque, me ofereci, porém já tinham arrumado outro lutador faltando 40 minutos esse outro lutador desistiu de lutar com o Blade e eu me candidatei".

Grau Preto de Muay Thai e faixa azul de Jiu Jitsu, Luiz Felipe tinha planos de ingressar mais tarde no MMA, mas foi por influência de um filme, que ele tinha assistido antes de ir ao evento, que decidiu entrar nesse desafio:

"Sempre pensava em estrear na faixa roxa de jiu jitsu, sou oriundo do Muay Thai, mas sempre quis fazer um trabalho pra chegar e ficar e não ser apenas mais um, estava até numa fase meio desmotivada da vida como atleta, só que no dia tinha assistido o trecho do filme de "Tróia" onde Aquiles vai lutar contra um guerreiro enorme e um menino vira para ele e fala que nunca teria coragem de lutar com o guerreiro daquele tamanho e Aquiles respondeu pra ele que o nome dele nunca seria lembrado é aquilo ficou na minha cabeça".

Sobre o futuro, Alvim está otimista para continuar no MMA e ir mais longe:

"Agora é recuperar a lataria, voltar a treinar e ir me preparando para mais uma luta, quero aproveitar essa mídia toda e alçar vôos maiores. Quero ver até onde posso chegar".

Publicado em Últimas Notícias

Há três meses o brasileiro Cezar Mutante se prepara para enfrentar o veterano Nate Marquardt no duelo que acontece dia 11 de novembro, no UFC em Nortfolk, nos Estados Unidos, pela categoria dos pesos médios (84 Kg).  Seguindo uma rotina de quatro horas diárias de exercícios intensos, Mutante ainda inclui no seu programa de treinamento técnicas de performance emocional com o  Coach  Othon Gama. Para o atleta, o autocontrole, as mudanças de hábitos e os cuidados com o emocional, são estratégias muito importantes para alcançar a sua meta. 

“Faço um trabalho mental para aguentar toda a pressão que envolve uma luta, para passar por todos os obstáculos e chegar ao meu objetivo principal que é ser campeão”, comenta.

Mutante conta com apoio de seu manager Hércules Ribeiro na gestão de sua carreira e treina com a equipe da MMA Masters, em Miami, com treinadores que desenvolvem um trabalho que vai além da técnica, com estratégias que evitam traumas e asseguram que o atleta chegue ao dia da luta bem tecnicamente e fisicamente, sem nenhuma lesão. 

“Meu adversário é um atleta bem completo e experiente. Minha equipe e eu já estudamos o jogo do Nate, então estou me preparando como se fosse lutar com o dono do cinturão”, revela.

A última luta de Mutante foi em fevereiro contra o canadense Elias Theodorou, duelo que fez o brasileiro fraturar a mão esquerda. Depois de seis meses de recuperação, o vencedor da primeira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil (TUF), em 2012, está concentrado e determinado em dar o seu melhor no confronto com Nate. A preocupação principal é fazer um bom trabalho e dar mais um passo para ser o campeão da categoria. 

“Acredito que todo mundo, independente da profissão, queira ser o melhor no que faz, e meu objetivo não é diferente. Trabalho duro para conquistar o meu espaço e essa luta é mais um degrau para chegar onde quero, que é ser o número 1”, diz.

Faltando um pouco mais de um mês para o combate, Mutante está ansioso para voltar ao octógono e mostrar toda sua técnica na que, de acordo com ele, será uma excelente luta. “O Nate Marquardt é um grande nome no MMA, mas estou determinado em vencer essa luta e chegar mais próximo do ranking da categoria e alcançar o meu objetivo que é ser campeão”, finaliza.

Publicado em Últimas Notícias

A última edição do UFC, realizada no sábado, dia 7 de outubro, foi o primeiro evento esportivo após o atentado em Las Vegas. A organização quebrou o protocolo e colocou um cantor dentro do octógono para homenagear as vítimas e os profissionais que as socorreram.

Publicado em Últimas Notícias

A produção do Imortal FC não está medindo esforços para realizar um grande evento que marca a sétima edição da organização mais premiada na última edição do Prêmio Melhores do Ano da Primeiro Round.

Após confirmar a contratação do peso-pesado Augusto Sakai, que enfrenta adversário ainda a ser divulgado, um combate já está confirmado para o dia 7 de novembro no Ginásio Max Rosemann em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Johnny Walker vai medir forças frente a John Allan. O carioca, mas que treina em Curitiba na Evolução Thai e é empresariado pela L.A. Sports, aos 25 anos, tem 10 vitórias e três derrotas na carreira. Vem de vitória na última edição do Brave Combat Federation. John Allan representa a Chute Boxe e tem 24 anos. Tem 10 vitórias e quatro derrotas em seu cartel e vem de vitória no Bradar Fight, no Maranhão.

Outro nome confirmado no Imortal FC 7 é Leonardo Macarrão. O participante da primeira edição do TUF Brasil tem 24 anos, 10 vitórias e quatro derrotas na carreira. Vem de derrota no Pancrase e seu oponente ainda será divulgado.

Imortal FC 7
Sábado, 11 de novembro de 2017
Ginásio Max Rosemann - São José dos Pinhais / PR

Johnny Walker vs. John Allan
Augusto Sakai vs. A definir
Leonardo Macarrão vs. A definir

Publicado em Últimas Notícias

No dia 29 de outubro, a Ópera de Arame volta a receber um evento de artes marciais. O Pattaya Fight Show, que tem a frente da organização Neto Osório, Igor Vargas, Rodrigo Vidal vai trazer lutas de Muay Thai, Kickboxing e Boxe, em duelos amadores e profissionais. O casamento das lutas fica por conta de André Ricardo "Xaropinho" e alguns nomes já estão confirmados. É o caso dos gêmeos Guilherme Jab e Daniel Direto que fazem as lutas principais. Outros atletas de renome também estão no card, com a atleta do Invicta FC Janaísa Morandin, Marcos Mariano e Petros Cabelinho.

Veja como está o card até o momento: 

Pattaya Fight Show

Domingo, 29 de outubro de 2017
Ópera de Arame - Curitiba / PR

MUAY THAI PROFISSIONAL:

65 Kg: Guilherme "Jab" (Killer Bees) vs. A definir
65 Kg: Daniel "Direto" (Killer Bees) vs. A definir

KICKBOXING PROFISSIONAL:

75 Kg: Marcos Mariano (Killer Bees) vs. Lucas Schimdt (Insane)
55 Kg: Janaísa Morandin (Killer Bees) vs. Paula "Elétrica" (Gentilini Fighters)
70 Kg: Petros "Cabelinho" (World Strongf) vs. Anderson Silva (M1 Cascavel)
67 Kg: João Vitor (Arena Fight) vs. Norberto Kania (Black Diamond)
75 Kg: Matheus Nogueira (Teixeira Team) vs. Jonathan Vendrame (M1 Cascavel)
70 Kg: Vinicius "Vini" (MMA Team) vs. Will "Cowboy" (Pelé Team)
77 Kg: Carlos Alberto (Teixeira Team) vs. A definir
65 Kg: Bruno Sprengler (Killer Bees) vs. John Wesley (Nova Geração)

KICKBOXING AMADOR:

73 Kg: Douglas "Cabelera" (Chute Boxe) vs. Rya Cordeiro (Hooligans)
59 Kg: Rodrigo Almeida (Killer Bees) vs. Cássio Assis (Fight Spirit)
77 Kg: Kevin Almeida (Killer Bees) vs. Eer Germano (Fight Spirit)
63 Kg: Diego Bravo (Champions 89) vs. André Furquim (M1 Cascavel)
65 Kg: Gabriel Silva (Champions 89) vs. Felipe Silva (Killer Bees)
65 Kg: Glauco de Paula (Killer Bees) vs. Jonathan Luiz (Mantra)
63 Kg: Neílson Bonete (Mantra) vs. Willian Cansi (M1 Cascavel)
73 Kg: Ronaldo Gladino (Mantra) vs. Pedro Moraes (Killer Bees)

BOXE AMADOR:

75 Kg: André Luiz Cândido (Pugilatus) vs. Nelson Sartorato (Thai Boxe)
69 Kg: Fabrício Reis (Pugilatus) vs. A definir



Publicado em Últimas Notícias

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: