Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/Pimpolho e Moçambique se encontram em duelo Jiu Jitsu vs. Luta Livre no Imortal Grappling Challenge
A+ R A-
06 Nov

Pimpolho e Moçambique se encontram em duelo Jiu Jitsu vs. Luta Livre no Imortal Grappling Challenge

  • Escrito por  Primeiro Round
  • Imprimir
  • E-mail
Avalie este item
(0 votos)
Pimpolho e Moçambique se encontram em duelo Jiu Jitsu vs. Luta Livre no Imortal Grappling Challenge Divulgação

Além das lutas de MMA, com o ex-Bellator Augusto Sakai e o ex-UFC Leonardo Macarrão presentes no card, a sétima edição do Imortal FC, marcada para o dia 11 de novembro, no ginásio Max Rosenmann, em São José dos Pinhais-PR, traz uma novidade interessante para os amantes do Jiu-Jitsu. É a primeira edição do Imortal Grappling Challenge, evento de submission nas regras do Metamoris, sem pontos, vantagens ou decisão dos juízes, ou seja, para vencer, o lutador deve obrigatoriamente finalizar o oponente, o que propicia um combate dinâmico e objetivo.

“O mercado do Jiu-Jítsu e submission está sempre numa crescente, é bastante sólido no Brasil, e nós queremos levar nossa marca para este nicho. A intenção de promover o Imortal Grappling no mesmo dia do Imortal FC é criar uma sinergia entre o público do Jiu-Jítsu e o do MMA, pois tem fãs de Jiu-Jítsu que nunca assistiram uma luta de MMA de perto, e vice-versa”, acredita Stefano Sartori, presidente da organização.

Os protagonistas desta primeira edição são Rodrigo Fajardo, o Pimpolho, bicampeão europeu de Jiu-Jitsu na categoria meio-pesado, representante da Gracie Barra; e o faixa-marrom de luta-livre e campeão do evento de MMA Brave na categoria dos meio-médios, Carlston Harris, o Moçambique. Para Pimpolho, o evento é a oportunidade de provar mais uma vez a eficiência de sua arte.

“Estou treinando muito para esta luta. Meu avô que me incentivou a entrar no Jiu-Jítsu, pois desde cedo viu que eu era uma criança de muita energia e precisava canalizar essa energia que sobrava. Jiu-Jitsu é o meu estilo de vida, é o que eu represento, e a minha missão é ajudar a disseminá-lo. Vou entrar lá, dar o meu máximo e fazer o melhor em mais um dia de trabalho”, declarou o paranaense.

Harris, nascido na Guiana, radicado no Brasil, e fã de BJ Penn, garante que o duelo vai agradar os fãs de luta agarrada.

“Não conheço muito sobre meu adversário, mas vou executar o que eu treino no dia a dia na minha equipe. Só posso afirmar que será uma luta técnica e movimentada, tudo o que o público gosta de ver. Para os amantes da luta de chão, é um prato cheio, pois só tem cara de alto nível”, exaltou.

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Novembro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: