Banner

Você está aqui:Home/Últimas Notícias/Gustavo Wurlitzer, o "Show Man" curitibano, fala sobre promoção de lutas e cita McGregor: "Dar o que o público quer ver"
A+ R A-
09 Out

Gustavo Wurlitzer, o "Show Man" curitibano, fala sobre promoção de lutas e cita McGregor: "Dar o que o público quer ver"

  • Escrito por  Primeiro Round
  • Imprimir
  • E-mail
Avalie este item
(0 votos)
Gustavo Wurlitzer, o "Show Man" curitibano, fala sobre promoção de lutas e cita McGregor: "Dar o que o público quer ver" Marcio Valle

Gustavo Wurlitzer é hoje o atleta mais midiático do estado do Paraná. O "Show Man" curitibano é líder da Immortal Fight Team e aos 32 anos, possui 20 vitórias e 19 derrotas na carreira. Está envolvido em um "Trash Talk" que está movimentando os grupos sobre MMA no Brasil. Em novembro, Wurlitzer encara outro falastrão, Maurício Facção. Perguntamos se ele realmente acredita ser o atleta mais midiático do estado: 

"Creio que sim, mas não que isso seja algo difícil de fazer. Infelizmente a grande maioria dos atletas querem grandes bolsas em dinheiro, fama, patrocínio, enfim, querem a atenção de um grande astro do MMA sem se doar para o esporte. São raros os casos de atletas preocupados com sua imagem".

Gustavo comenta sobre promoção de luta e acredita que o que atrai o público vai além de um simples combate:

"O que um atleta precisa entender é que ele é um produto de entretenimento e esporte para o público é isso! Tão importante quanto os resultados das lutas, são as apresentações do atleta. O público quer ver SHOW, quer ver coisas inéditas e o MMA entra nesse ramo de atividade. Precisamos entreter o público com algo além de boas lutas".

Wurlitzer cita o Boxe e o astro Conor McGregor para mostrar como atrair o público para um evento de MMA:

"O boxe atingiu as cifras milionárias por que as pessoas queriam ver aqueles duelos (muitas vezes rixas pessoais mesmo), quantas brigas já ocorreram em pesagens e coletivas de imprensa do boxe? O próprio McGreggor caiu como uma luva para este mercado - promovendo o show que o público quer ver".

Além do atleta, os produtores de eventos precisam estar cientes que também vão ter investir na promoção, seja ela vindo de publicidade e propaganda ou mesmo através de uma assessoria de imprensa. Gustavo Wurlitzer opina sobre isso:

"Acho que os eventos são muito falhos nesse aspecto. Por quê existe essa falha já detectada, então se os atletas não fazem a mídia, o evento que quer ter sucesso precisa fazer. Infelizmente a maioria dos eventos foca em outras prioridades ao invés de investir em mídia e propaganda. Infelizmente as prioridades estão erradas".

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Filtrar notícias por data:

« Outubro 2017 »
Seg. Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: