topo

Weather   Curitiba, Brazil  18.1°C


lacruz

Breaking News

Quarta, 20 Dezembro 2017 00:00

ONG vira aposta para revelar talentos para o MMA no Paraná Featured

Written by  Primeiro Round
ONG vira aposta para revelar talentos para o MMA no Paraná Marcio Valle

Em 2015 nasceu na cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba, o Instituto Bom Kombat, uma associação sem fins lucrativos que visa melhorar a realidade de crianças e adolescentes da região por meio de atividades esportivas e socioeducativas, entre elas, o Muay Thai, o Jiu Jitsu e o MMA.

Alex "MangueBoy", líder do projeto, conta com dois experts que trabalham juntos em prol de lapidar talentos: Emerson Olímpio "Bruce Lee" e Edmundo Coleto. MangueBoy vem do Jiu Jitsu e já trabalhou nas mais renomadas equipes, é ex-atleta de MMA e já venceu diversas competições da arte suave. Emerson Bruce Lee tem em seu currículo o título de Campeão Mundial de Muay Thai na Tailândia, além de uma bagagem incrível de lutas e que também já estreou no MMA profissional, hoje com seis lutas em seu cartel. Edmundo Coleto traz a experiência internacional para formar um triângulo de amigos que juntos comandam a parte de lutas da ONG.

O objetivo principal da formação deste tripé é levar, em um futuro próximo, seus atletas para o UFC e maiores eventos do planeta.

O trabalho, em pouco tempo, já vem dando resultados positivos. Rodrigo "Caiçara", de apenas 19 anos, estreou em novembro no Imortal FC com vitória numa das melhores lutas da sétima edição da organização. Leandro "Light", com 20, em seis meses, conquistou três cinturões amadores de MMA em 2017 e está pronto para estrear profissionalmente no próximo ano.

A guinada dos atletas da ONG fez com que MangueBoy, Bruce Lee e Coleto se reunissem para definir metas e deveres de cada um na ONG. Nas segundas, quartas e sextas, os atletas do instituto treinam sob o comando de Edmundo Coleto. Nas terças e quintas, treinam com Emerson Bruce Lee. Muay Thai de segunda a sexta. O Jiu Jitsu fica a cargo de Alex MangueBoy e com isso, crianças e adolescentes se envolvem nas artes marciais ficam longe dos problemas que a rua normalmente os proporciona.

O início da parceria

Em 2011, Edmundo Coleto ingressou em uma academia de artes marciais onde conheceu Emerson Bruce Lee e Alex Mangue Boy, que davam aulas de Muay Thai e Jiu Jitsu, respectivamente. Em 2014, foi treinar na Blackzilians, nos Estados Unidos onde dividiu o tatame com estrelas do UFC, entre elas, Anthony Johnson, Rashad Evans, Michael Johnson e Tyrone Spong. Coleto percebeu logo de cara a diferença de treinamento para com o Brasil. Percebeu que horário de treino significa horário de trabalho e que não tinha espaço para "corpo mole". Quis trazer essa experiência para o Brasil e encontrou no projeto social mantido por MangueBoy o local ideal para colocar em prática o que aprendeu lá fora.

O futuro

Os três pilares da parte de lutas do Instituto Bom Kombat são unânimes em afirmar: "Queremos fazer pelos atletas da ONG o que não fizeram com a gente no passado". E com a mesma sintonia de pensamento, fizeram uma reunião para colocar tudo isso em prática. Os resultados já começaram a aparecer.

"Olho para esses meninos e me vejo lá atrás quando comecei. Trabalhava e treinava duro, muitas vezes com família contra. Tenho uma relação de irmão com eles", afirma Emerson Bruce Lee. "Nós três já dividimos tatame com campeão do UFC e sabemos qual o segredo para se formar campeões, e é isso que queremos implantar no instituto", garante Edmundo Coleto. "Sabemos que estamos no caminho certo. Nosso foco é 100% em criar atletas desde a raiz. Nosso foco é total nos atletas da ONG", finaliza Alex MangueBoy.

O Instituto Bom Kombat conta com os seguintes atletas: Alan Silvério, Diego Silvério, Rodrigo Caiçara, Leandro "Light", Walker de Jesus e Felipe Orfeu. Acesse para saber mais http://www.institutobomkombat.org.br/.


Primeiro Round - 2018 - Todos os direitos reservados © 
Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do WebSite cabendo aos autores a responsabilidade pelos mesmos