Você está aqui:Home/Entrevistas/Mostrando itens por tag: cm system
A+ R A-
Mostrando itens por tag: cm system

Poucos dias após completar um ano como lutador do UFC, Felipe Silva está pronto para seu segundo desafio na organização. Neste sábado, dia 2 de setembro, o brasileiro encara o russo Mairbek Taisumov pela categoria peso-leve (até 70,3 kg), uma das atrações do card do UFC Roterdã, na Holanda. Além da costumeira motivação que subir no octógono proporciona aos lutadores, Felipe tem incentivo extra: pela primeira vez ele lutará no país de alguns dos seus ídolos na arte da trocação.

Especialista em muay thai, modalidade na qual treina desde seus 16 anos, Felipe Silva é um especialista na luta em pé. Hoje, aos 33, exibe um cartel profissional de MMA impecável. Competindo desde março de 2013, o representante da equipe CM System é dono de uma carreira com oito lutas e oito vitórias, sendo seis delas por nocaute. Por tudo isso, vencer o embate na Holanda, tradicional celeiro de strikers, serve como estimulo extra.

“Eu tive uma excelente preparação, um camp completo e sem nenhum tipo de lesão, exatamente o que não tive para minhas últimas lutas. Estou muito bem preparado para colocar meu jogo em prática. Sou um trocador nato, esse é o meu estilo, e lutar na Holanda me serve como uma motivação a mais. Tenho diversos ídolos que nasceram na Holanda, como o Ramon Dekkers, Ernesto Hoost e Peter Aerts, então lutar e nocautear em minha estreia lutando no país será incrível”, vibra.

Nocautear no UFC não é novidade para Felipe. Em sua estreia pela organização, em agosto do ano passado, ele precisou de pouco mais de um minuto para mandar Shane Campbell à lona e impressionar em sua primeira aparição no octógono. “Será uma grande luta, do jeito que a grande maioria dos fãs gostam. Não vou andar para trás em nenhum momento, nem para pegar impulso. Serei agressivo o tempo todo, sempre buscando o nocaute”, avisa.

No último dia 27, o mineiro de Juiz de Fora completou um ano como lutador do UFC. O contrato com a maior organização de MMA do mundo eleva qualquer atleta a outro patamar, e com Felipe não foi diferente. Nesse período, ele aproveitou para aprimorar suas técnicas em treinos na CM System, além de colaborar nos camps de seus companheiros de equipe, como o do peso-meio-médio do UFC Elizeu Capoeira.

“Nem parece que já passou um ano da minha estreia no UFC. Aquele dia foi incrível, consegui um belo nocaute rápido, a luta não chegou nem a dois minutos. Foi inesquecível para mim. Hoje sou um cara mais maduro, tanto como lutador quanto na vida pessoal. Aproveitei para evoluir todas as áreas do meu jogo, estou mais completo. Me preparei muito ao longo desse período no qual estou no UFC”, lembra.

Neste sábado, do outro lado do octógono, Felipe Silva terá um experiente oponente. Mesmo mais novo que o brasileiro, aos 29 anos, Taisumov fará sua 31ª luta na carreira, que registra 25 vitórias e cinco derrotas. São quatro triunfos consecutivos, incluindo dois bônus de Performance da Noite. Também nocauteador, o russo exibe 14 combates encerrados por essa maneira. Elementos que tornam o confronto muito atrativo.

“Eu tenho certeza que os fãs vão adorar essa luta. Serão dois caras buscando a vitória a todo momento, buscando sempre o nocaute. A única diferença entre nós dois é que ele tem a maioria dos nocautes no ground and pound, enquanto eu gosto da luta em pé. Ele tem um bom jogo de wrestling, mas estou preparado para isso. Treinei especificamente para atacar e defender as quedas. O público só tem a ganhar com essa luta, porque será um espetáculo”, garante.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

 

Antes de brilhar pelo Brave Combat Federation e se tornar um dos brasileiros melhor conceituados pelo evento, Luan Santiago nasceu em um bairro pobre de Salvador, capital da Bahia, uma das cidades mais bonitas e violentas do Brasil. Como muitos jovens brasileiros, ele cresceu com o sonho de melhorar sua vida através dos esportes.

"Minha infância foi como a de muitas crianças nordestinas. Era uma guerra diária. Eu tinha problemas em casa e era tudo muito difícil nas ruas também. Eu enxerguei nas artes marciais um caminho para fora dessa realidade. Eu comecei a treinar quando era criança, mas eu já tinha esse sonho de ser o melhor. Mas foi difícil para mim porque não tínhamos condições e a estrutura do lugar que eu treinava era muito ruim", conta o peso leve, que enfrentará Eric Parrudo no Brave 8: The Rise of Champions, no dia 12 de agosto, em Curitiba.

Aos 22 anos, "Miau" já se estabeleceu como uma das maiores promessas do peso leve mundo afora, em uma jornada que lhe rendeu o prêmio de Lutador do Ano no MMA brasileiro no prêmio Oswaldo Paquetá de 2016. Um pouco de rebeldia o levou para o caminho das glórias.

"Meu pai me apresentou ao mundo das artes marciais. Ele era mestre no taekwondo, mas era muito rigoroso e eu queria tentar outras coisas, outras artes. Através do meu primo, comecei a treinar kickboxing, muay thai e caratê. O MMA apareceu para mim quando era adolescente e fiz minha primeira luta logo depois de completar 18 anos. Tudo aconteceu em um piscar de olhos, mas a verdade é que eu estava crescendo demais para aquele lugar".

Luan se refere a Salvador, sua cidade natal. Destacando-se no cenário regional, logo veio o convite para uma mudança radical: Curitiba, capital do MMA brasileiro e cidade-sede dos dois eventos organizados pelo Brave no país.

"Meu amigo Léo Pateira, que é empresário e promotor de eventos, chegou para mim e disse: "Você está melhorando a cada dia. Sei que você é trabalhador e disciplinado, então o que acha de se mudar para Curitiba?" Falei com a minha família e, apesar de não termos muita proximidade, eles me apoiaram, assim como meus amigos e treinadores", descreve.

Apesar de não ter hesitado em aceitar a mudança, não foi fácil para "Miau" se adaptar a Curitiba.

"Eu lembro que cheguei sem nada, sem nenhuma posse. Eu tinha R$ 200 no meu bolso. E só tinha essa grana por conta de uma "vaquinha" que o Léo Pateira fez com meu mestre Marcos Araújo e alguns amigos. Lembro que cheguei a Curitiba de camiseta e short e estava congelando de frio".

Um recomeço em Curitiba

No dia 14 de julho de 2014, um dia após o fim da Copa do Mundo do Brasil, Luan Santiago chegou a Curitiba para começar uma nova vida, tendo acesso a treinamentos com alguns dos melhores artistas marciais do mundo. Um momento decisivo em sua carreira, motivado pela sua primeira derrota como profissional de MMA.

"Eu me mudei logo após minha primeira derrota. Naquela época eu lutava de meio-médio, mas meu peso em off era de 75 kg., menos do que o corte da divisão. Foi um momento muito triste para mim e eu prometi que nunca mais me sentiria daquela forma. Foi quando eu entrei na CM System" relembra.


CM System é um time de MMA formado por Cristiano Marcello, único lutador com passagens pelo Pride, The Ultimate Fighter e UFC, além de ter treinado alguns dos maiores nomes da história do esporte na Chute Boxe.

Aposentado desde 2014, Cristiano vem sendo o mentor da próxima geração de talentos e Santiago está incluído nessa lista. Neste processo, o treinador virou um "segundo pai" para "Miau".

"O Cristiano é de verdade como um pai para mim. Ele ajudou no meu desenvolvimento como lutador, claro, mas me ajudou ainda mais como homem. Ele me educou e me ensinou a correr atrás dos meus sonhos com dedicação, mas sem passar por cima de ninguém. E é assim que as coisas funcionam aqui. Temos três ou quatro treinos diários. Parte física, trocação, jiu-jitsu e wrestling. Nós vivemos para o esporte, como todo profissional deve fazer".

O ano de 2016 foi inesquecível para Luan. Com três vitórias por nocaute em três lutas e o prêmio Oswaldo Paquetá de Lutador do Ano, o peso leve também conquistou um contrato com o Brave. Foi um período de realizações para o brasileiro, que prometeu não se deslumbrar com as conquistas.

"Trabalhamos muito duro durante um ano, conseguimos três grandes nocautes, ganhamos o Prêmio Oswaldo Paquetá e assinamos com o Brave, um evento que tem causado grande impacto no MMA mundial nos últimos meses. O Brave conseguiu em oito meses o que demorou 10 anos para o UFC conseguir. Então, já conquistei muitas coisas. Mas não mostrei nem 1% do meu potencial. Em três anos, serei o melhor do mundo na minha divisão. Eu sei disso e repito isso para mim todo dia", afirma.

O cinturão e um desafio à vista

Luan Santiago terá seu segundo desafio pelo Brave, em Curitiba, no dia 12 de agosto. A promessa brasileira enfrentará Eric Parrudo, no card principal do Brave 8: The Rise of Champions, evento que contará com duas disputas de cinturão.

"Miau" já treinou com seu adversário em Salvador e esse período de treinos lhe dá ainda mais confiança de uma vitória no dia 12.

"Ele é só mais um obstáculo no meu caminho. Eu vou passar por cima dele sem dó nem piedade. Treinamos juntos há alguns anos e eu o conheço bem, é um cara experiente. Mas ele não me conhece. Não sou o mesmo lutador daquela época. Quando ele se der conta do que está acontecendo lá dentro já será tarde demais para ele. Já vou ter nocauteado ou finalizado", sentencia.

"Depois de vencer o Parrudo, eu quero enfrentar o Ottman Azaitar (marroquino peso leve invicto do Brave)", continua.

"Ele está fugindo de mim há algum tempo, se escondendo atrás das redes sociais e dos fãs. É ridículo. Sei que o Brave está organizando uma grande semana de lutas em novembro no Bahrein e eu quero enfrentá-lo lá finalmente. Vamos ver se ele vai ser macho para aceitar meu desafio", completa.

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Neste domingo, dia 28 de maio, em Tóquio, no Japão, aconteceu a edição de número 287 do Pancrase. A dupla da CM System não saiu com os resultados esperados. Na disputa pelo cinturão, Kinberly Novaes foi derrotada na decisão unânime para Syuri Kondo. Thaiane Souza foi finalizada no primeiro round por Ayaka Miura, porém, como a oponente não havia batido o peso, a luta foi considerada No Contest (sem resultado).

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

A força do MMA feminino brasileiro será representada por duas lutadoras da CM System do outro lado do mundo. Neste domingo, dia 28 de maio, Kinberly Novaes e Thaiane Souza entram em ação no card do Pancrase 287 em Tóquio, no Japão, com a missão de apresentar seus respectivos talentos no cenário internacional. Para Kymberly, a luta é ainda mais importante: vale o título inaugural da categoria peso-palha (até 52,1 kg).

Aos 26 anos e dona de um cartel com nove vitórias e apenas duas derrotas, Kinberly tem pela frente a japonesa invicta Syuri Kondo - quatro lutas e quatro triunfos - na "luta mais importante de sua carreira", como a própria brasileira define o embate. Ciente das dificuldades, a lutadora tratou de estudar o estilo de jogo da oponente e se dedicou ao camp realizado na CM System.

"Soube da luta há um bom tempo, então tive condições de me preparar da melhor maneira possível e ver muitos vídeos da minha adversária. Treinei todas as áreas de luta, fiz um camp completo. Estou pronta e com uma estratégia muito boa para funcionar na luta. Foi a melhor preparação que já fiz para uma luta, pois é a mais importante da minha carreira até o momento", avisa Kinberly.

A alegria por disputar um título internacional vai ao encontro de outro sentimento: o de realização. Pela primeira vez na carreira, a lutadora se apresentará no Japão, palco do extinto Pride, e isso deixa o combate ainda mais importante e animador para a brasileira. "Eu assisti tudo o que acontecia no Pride. Eu sonhava em lutar MMA aqui no Japão, e não vejo a hora de subir no cage", conta.

Quem conheceu bem o evento é Cristiano Marcello, que acompanha as lutadoras na viagem para as lutas. O líder da CM System competiu pelo Pride em 2006 e esteve no córner de diversos atletas ao longo dos anos de ouro da organização japonesa, além de ter lutado pelo UFC no país. Ele aposta que o retorno ao Japão será inesquecível para a equipe.

"A Kinberly está em busca de uma oportunidade como essa há muito tempo, e não demos chance para o azar ao longo da preparação. Trabalhamos duro para fazer história, torna-la a primeira brasileira campeã do Pancrase, tradicional evento. A Thaiane também está bem preparada para fazer uma grande luta e voltarmos para o Brasil com duas vitórias heroicas", planeja Cristiano.

Felicidade é trunfo para voltar a vencer

Thaiane Souza vivia um grande momento em sua carreira até o segundo semestre de 2016. Eram três vitórias seguidas, mas um revés pôs fim na sequência. Para voltar ao caminho do triunfo, nada melhor do que uma grande oportunidade. No Pancrase 287, ela encara a japonesa Ayaka Miura pelo peso-átomo (até 47,6 kg), e a felicidade por estrear internacionalmente empolgou Thaiane nos treinos.

"Eu estou muito feliz por ter a oportunidade de lutar no Japão. Isso me motivou muito, me deixou ainda mais focada na carreira, e tudo isso resultou em treinos melhores. Estou preparada para enfrentar minha adversária e marcar minha estreia internacional com uma grande vitória", espera.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

No dia 31 de março, na noite de sexta-feira, acontece o True Time Fight Night, que vai ser realizado nas dependências da UDL em Curitiba.

O card ainda está em formação, mas uma luta em especial já está tomando conta da rivalidade entre CM System e Evolução Thai, duas das maiores equipes da capital paranaense.

O duelo de boxe na categoria até 91 Kg entre Daniel Gaúcho e Hemerson Toco promete uma das melhores lutas que a organização já realizou desde 2016.

Outras lutas serão confirmadas em breve.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Recém-contratado pelo Brave Combat Federation, Marcel Adur fará sua estreia pela ororganização em março, no Brave 3, em Curitiba (PR). Marcel enfrentará o perigoso mexicano Ivan Lopez.

Atleta da CM System, onde treina sob a batuta de Cristiano Marcelo, Marcel Adur tem um cartel profissional de 11 vitórias e apenas quatro derrotas.
Já Ivan Lopez possui um retrospecto de 11 vitórias, duas derrotas e um empate. O "Niño Demoledor" vem de quatro lutas sem derrota e estreou no Brave em setembro do ano passado com vitória sobre Jessie Rafols.
O Brave 3 acontece no dia 18 de março, em Curitiba (PR). Na luta principal da noite, os rivais Lucas "Mineiro" Martins e Paulo "Bananada" Gonçalves acertam suas diferenças no cage. Na luta co-principal, Thiago Monstro enfrenta Carlston Harris.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Uma das maiores promessa do MMA brasileiro, Luan "Miau" Santiago já tem data e oponente definido para estrear no Brave Combat Federation. O atleta da CM Systema enfrentará o mexicano Ivan Castillo no dia 18 de março, em Curitiba (PR), a organização anunciou nesta sexta-feira (10).

Luan, de apenas 22 anos, tem um cartel profissional de 10 vitórias e somente duas derrotas. O pupilo de Cristiano Marcello vem de cinco vitórias consecutivas e é um dos indicados ao Prêmio Osvaldo Paquetá, considerada a principal premiação do MMA brasileiro.
Já Ivan Castillo, de 26, é mais experiente e possui 17 lutas como profissional, com 12 vitórias e cinco derrotas. "Choko", como é conhecido, teve passagens pelas principais organzações mexicanas e, recentemente, estava atuando nos Estados Unidos. O atleta da "AVT Blacxicans" venceu três de seus últimos cinco combates.
O Brave 3: Battle in Brazil acontece no dia 18 de março, em Curitiba (PR). Na luta principal da noite, Lucas "Mineiro" Martins acerta as contas com seu rival Paulo "Bananada" Gonçalves. Na luta co-principal da noite, Thiago Monstro tenta se recuperar de sua primeira derrota na carreira diante do estreante Carlston Harris.

 

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Com evento marcado para o Brasil em março, na cidade de Curitiba, a organização Brave Combat Federation, fundada pelo Príncipe do Bahrein, segue adicionando nomes de peso do cenário nacional a seu plantel. As mais recentes contratações vieram da academia CM System, comandada por Cristiano Marcello: Luan "Miau" Santiago e Marcel Adur.

Luan Miau tem um cartel profissional de 10 vitórias e apenas duas derrotas. O peso pena de 22 anos tem na trocação sua principal arma e venceu nada menos do que oito de seus duelos por nocaute ou nocaute técnico. Atualmente, Luan vem de uma série de cinco vitórias consecutivas, a mais recente delas em outubro do ano passado, quando bateu Irwing Romero Machado no evento Frontline Fight Series 3.

Já Marcel Adur, de 25 anos, possui um retrospecto de 11 vitórias e quatro derrotas, oito por nocaute e duas por finalização. Antes de chegar ao Brave, o peso mosca teve passagens pelo XFC e WSOF. 

Embora ainda não haja confirmação por parte da organização, é esperado que tanto Luan quanto Marcel estreiem pelo Brave no evento de Curitiba, em março. O card paranaense marcará a primeira edição internacional da organização sediada no Bahrein.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

O atleta Killys Mota está pronto para fazer sua estreia internacional. Com 26 anos, o atleta da CM System possui oito vitórias e nenhuma derrota na carreira e enfrenta o chinês Zhang Lipeng, que também aos 26 anos, possui 19 vitórias e nove derrotas em seu cartel. O combate será disputa de cinturão da organização Kunlun Fight MMA, que vai para oitava edição é um dos maiores eventos do país e acontece no dia 2 de janeiro de 2017.

Outra atleta do time liderado por Cristiano Marcello que vai estar em ação neste evento é Verônica Grenno. A atleta paraguaia possui três vitórias e uma derrota na carreira.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias

Hoje na Primeiro Round você confere mais um conteúdo exclusivo. O Foto Round Girl, pioneiro ensaio brasileiro que visa dar um dia de modelo para lutadoras, está de volta. Várias atletas já passaram pelas lentes do renomado fotógrafo Marcio Valle como Jennifer Maia, Vanessa Guimarães, Liana Pirosin, Ariane Lipski, Kinberly Novaes, Nicolle Caliari, entre outras, e hoje, nesta segunda-feira, dia 12 de dezembro, apresentamos a atleta de MMA profissional Thaiane Souza, da equipe CM System.

Clique aqui para ver as fotos.

Informações adicionais


    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/prime926/public_html/templates/gk_musicity/html/com_k2/default/tag.php on line 94
Publicado em Últimas Notícias
Página 1 de 15

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: