Você está aqui:Home/Entrevistas/Como planejar e organizar um evento de MMA com profissionalismo?
A+ R A-
26 Dez

Como planejar e organizar um evento de MMA com profissionalismo?

  • Escrito por  1° Round
  • Imprimir
  • E-mail
Avalie este item
(2 votos)
Como planejar e organizar um evento de MMA com profissionalismo? Arquivo Pessoal

Reveja a entrevista feita com Beto Jablonski, um verdadeiro coordenador de eventos. Conheça um pouco mais sobre o trabalho do empresário e entenda porque isso é tão importante para o crescimento do MMA no Brasil.

 


Entrevista: Beto Jablonski: Organização e logística em eventos de MMA

1 – Fale um pouco de como é o seu trabalho em eventos de MMA?

Hoje basicamente faço a coordenação dos eventos. Sou contratado por vários deles para cuidar de tudo referente ao show, como: lay-out do ginásio, montagem da estrutura, horário de entrada dos lutadores, seguranças, staff, enfim dar todo o suporte necessário para que o evento aconteça e saia "redondo".

2 – Como você foi parar em eventos de MMA?

Em 2003, depois de muitos anos no meio da luta, junto com um amigo, resolvemos fazer um evento de MMA. Mas sem experiência nesses eventos fui atrás de ajuda. Percorremos um longo caminho até chegar ao mestre Rudimar Fedrigo que prontamente nos deu toda assessoria necessária para realizarmos o nosso primeiro evento no interior de Santa Catarina, um dos primeiros em todo o estado. Na ocasião o Rudimar mandou o Sergio Cunha para coordenar o evento e o meu grande amigo de hoje Xicão Joly para ser o announcer, além de Wanderlei Silva, Murilo Ninja, Mauricio Shogun, Cristiano Marcelo, Jadson Costa,Thiago Alves e o Joinha que estava em Curitiba e apareceu no evento. Foi assim que tudo começou. Em 2005 na primeira edição do Arena Golds Fight fui convidado pelo Xicão para coordenar o seu evento e desde essa época quando surge oportunidade o Xicão indica meu nome e avaliza o trabalho  em eventos de MMA, seja na coordenação ou juíz lateral.

3 – Conte-nos um pouco de sua formação e o que você faz atualmente.

Minha formação acadêmica é  em Educação Física com especialização em Treinamento de Força/Musculação e Planejamento e Organização de Eventos. Nas lutas minha formação é no  Hapkido e Taekwondo e com conhecimentos de Muay Thay, Jiu-Jitsu e Boxe. Hoje trabalho como Personal, presto assessoria na preparação física de atletas de MMA e também desenvolvo produtos sob encomenda para academias, tais como; trilhos para sacos, grades, ringues e octagon para treinos e eventos.

4 - Que importância você vê na profissionalização de cada etapa de produção de um evento de MMA?

É fundamental e irreversível esse processo. Hoje um evento que não tenha profissionais específicos em cada área com certeza está condenado ao fracasso da primeira e única edição. Há pouco tempo atrás esbarrávamos no preconceito de só poder trabalhar em eventos o pessoal das academias de lutas, hoje com a popularização do MMA os produtores estão buscando os melhores profissionais de suas áreas, sem medo de ofuscar a imagem do produtor. Eu vejo essa profissionalização crescer tão rápido quanto os lançamentos de aparelhos eletrônicos. Eventos que têm a intenção de permanecer e de se tornar rentável para seus produtores tem de dar lucro e para que isso aconteça é preciso que tudo seja impecável, por isso precisa ter uma equipe profissional e com experiência. Investidor, patrocinador só põe dinheiro em coisa séria e organizada, ninguém quer ver seu nome atrelado a um fracasso.

Comentários

Revista Digital

A Edição 26 da Revista digital da Primeiro Round trás uma matéria especial  com a votação dos melhores do Ano no Paraná. Acompanhe!

Blogs - Primeiro Round

 

 

  


Banner

Publicidade: